Connect with us

Destaque HOME

ÁUDIO: Marquinhos explica como fez para não causar ciúmes em vereadores e canalizar sobra de dinheiro da Câmara de Itanhém para seu reduto eleitoral

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] Em áudio que o Água Preta News teve acesso, gravado recentemente, o vereador Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos de Ibirajá (PSB), quando foi presidente da Câmara de Itanhém, entre 2015 e 2016, explica como fez para controlar o ciúme dos demais vereadores para conseguir direcionar a sobra do duodécimo do Legislativo Municipal para construir obras em seu reduto eleitoral.

Marquinhos disse que distribuiu gasolina, cesta-básica e até remédio para seus colegas de Câmara para não ficarem enciumados porque o dinheiro, correspondente à sobra do duodécimo, foi destinado para obras no distrito de Ibirajá.

Dos atuais vereadores, além dele, havia Audrey Correia (PR), Whindson Mendes, o Nem Mendes (PP) e Gelson Picoli (PSDB). De acordo com Marquinhos todos foram beneficiados.

“Aí ‘cê’ tem que ajudar os vereadores pra eles não ‘ficar’ com ciúmes, com uma gasolinazinha, algum trem. Eu gastava cinco mil, assim, com despesas com os vereadores. Com todos os vereadores eu gastava cinco mil: gasolina pra um, gasolina pra outro, é cesta básica que eles iam dar pra alguém eu deixava pegar, um remediozinho pra um e pra outro; eu gastava cinco mil com os vereadores pra eles não ficarem com ciúmes de mim, pra ‘mim’ levar os outros 10 mil pra eu fazer as ruas de Jaquetô [Ibirajá] e ponte, entendeu?”, contou Marquinhos.

O ex-presidente também enumerou as obras que conseguiu fazer, usando a estratégia de agradar os demais vereadores.

“Eu fiz cinco ruas, calcei cinco ruas, fiz quatro pontes de cimento e duas praças, fiz a pracinha de Salomão e a praça de Jaquetô com a sobrazinha da Câmara, mas os vereadores não ficavam com ciúmes porque eu ajudava eles, assim, com a gasolina”, detalhou.

Rivelino era o mais caro

Segundo Marquinhos, Gilberto Ramos Soares, o Rivelino, do Partido dos Trabalhadores, nessa jogada, era quem mais gerava despesas para a Câmara de Itanhém. À boca pequena, sabe-se que esse valor correspondia a R$ 3 mil mensais, mas, as razões desse privilégio dado ao vereador Rivelino, Marquinhos não explicou no áudio.

“Rivelino ‘tava’ atendendo o povo, aí eu botava quanto ele gastava de gasolina por mês, atendendo o povo, aí eu dava a gasolina ele. Rivelino era o que mais ficava pesado pra Câmara, mas só que o dinheiro que ele pegava era pra ajudar o povo, toda hora que tinha que ir pra Teixeira, pra qualquer canto, aí ele me ligava eu mandava, abastecia”, esclareceu.

Segundo Marquinhos, o vereador Rivelino do PT “era o que mais pesava pra Câmara”.

Os demais vereadores que, segundo Marquinhos, receberam as benesses pagas com dinheiro público foram Deolizano José de Sousa, o Deó (PP), Antônio Pereira Sena, o Beu Sena (PSL), Luiz Claudio Barbosa, o Dr. Luiz e Webert Caires Ribeiro, o Cabeção (PTC).

No áudio Marquinhos não explica como esses recursos foram destinados exclusivamente para obras onde ele foi maciçamente votado, uma vez que a vinculação desses recursos ao Legislativo não é possível, pois assim que o duodécimo é devolvido à prefeitura, ele deixa de fazer parte do orçamento da Câmara Municipal e passa a integrar o caixa único do município, sob a gestão e responsabilidade do prefeito. Na ocasião o gestor era Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi, do PSB, o mesmo partido de Marquinhos.

OUÇA o áudio:

 

LEIA também:

Vereador diz que Câmara de Itanhém tem mais funcionário do que cadeira
Ex-presidente da Câmara de Itanhém explica como economizava R$ 15 mil por mês e xinga prefeita

FOTO: Na atual legislatura, de acordo com Marquinhos, além dele, foram beneficiados os vereadores Audrey Correia, Nem Mendes e Gelson Picoli.

Destaque HOME

Vídeo: Prefeita de Itanhém faz chacota com o povo que não apoia a sua administração, durante início de asfalto

mm

Publicado

em

Em vídeo, a prefeita de Itanhém fez chacota com o povo que não apoia a sua administração. A ironia de Zulma Pinheiro (MDB) foi na manhã desta terça-feira (14), na praça Castro Alves, quando estava iniciando o asfaltamento de algumas ruas da cidade. Os recursos são do estado e a obra é orçada em pouco mais de R$ 599 mil.

Gesticulando, a prefeita usou uma expressão que já viralizou nas redes sociais e que, no geral, é utilizada para zombar das pessoas que votaram em Mildson Medeiros, que foi derrotado nas últimas eleições municipais.

“Se não aguentar, geme”, disse Zulma, apoiada por algumas pessoas que estavam a sua volta, em frente à prefeitura.

A prefeita já teve atitude semelhante durante a abertura oficial da festa de São João do ano passado, quando, durante seu discurso, chamou as pessoas que fazem oposição de ‘gatos pingados’. Na ocasião a chefe do Executivo foi muito criticada. Leia reportagem aqui.

Já no São João deste ano Zulma Pinheiro foi vaiada por parte da população presente. Veja aqui.

 

 

 

 

 

Continuar leitura...

Destaque HOME

Ronaldo Correia acompanha início de asfaltamento de ruas de Itanhém. Ele é um dos autores da indicação

mm

Publicado

em

O presidente da Câmara de Itanhém, Ronaldo Correia (PC do B) acompanhou, na manhã desta terça-feira (14), na praça Castro Alves, onde ficam a prefeitura e a Câmara de Vereadores, o início do asfaltamento de algumas ruas da cidade de Itanhém. Ele é um dos autores da indicação da obra, que está sendo construída com recursos do estado e está orçada em pouco mais de R$ 599 mil.

Para Ronaldo, o asfaltamento das ruas torna a cidade mais bonita e melhora a mobilidade urbana.

Como o município completa 60 anos de emancipação política nesta terça, Ronaldo Correia comemorou a chegada da pavimentação asfáltica e agradeceu ao governador Rui Costa, à prefeita e todos os demais que contribuíram para a realização desta obra.

A pavimentação vai ligar a BA-290 à Rua Emiliano Fernandes, passando pela Rua Augusto Reis, Praça Castro Alves, Praça da Liberdade, Rua Belo Horizonte, Praça Otávio Mangabeira e Avenida Maria Moreira Lisboa.

Ronaldo Correia acompanhou o início do asfaltamento.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Advogado e educador, José Carlos Teixeira vai falar sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém

mm

Publicado

em

O advogado e educador José Carlos Teixeira Pinto vai proferir palestra sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém. A participação dele vai acontecer durante evento cívico em que 60 personalidades itanheenses serão homenageadas na data do 60º aniversário da cidade.

Continua depois da propaganda

O evento está marcado para as 19h desta terça-feira, 14 de agosto, na sede do Rotary Club de Itanhém. Desde já, estão convidados os 60 homenageados e o público em geral.

José Carlos Teixeira vai discorrer sobre acontecimentos e personagens que marcaram esses 60 anos da maturidade política de Itanhém. Antes de se emancipar de Alcobaça, a cidade se chamou Nossa Senhora de Itanhém e, inicialmente, Água Preta.

Zé Carlos – como ele é popularmente conhecido – é educador e advogado. Como educador, atuou no magistério por mais de 30 em Itanhém. Nesse ínterim, assumiu a direção do Colégio Polivalente de Itanhém, tornando-se uma referência para todos no tocante à educação. Mais tarde, viria a se graduar em direito.

O sucesso na educação o levou à política, de sorte que foi eleito vice-prefeito de Itanhém na chapa encabeçada pelo saudoso Gedeon Botelho, em 1982. José Carlos Teixeira também ocupou a Secretaria Municipal da Educação, quando criou as memoráveis gincanas culturais que, ainda hoje, são lembradas com saudade pelos itanheenses.

Ele é casado com a também educadora e ex-vereador Maria Ducarmo Bahia Teixeira e filho do saudoso ex-vereador Jair Quaresma Pinto.

“Eu fiz o convite pessoalmente a Zé Carlos para palestrar sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém. Para minha alegria, ele topou prontamente”, disse Almir Zarfeg, um dos promotores do evento que vai homenagear 60 personalidades itanheenses.

O evento é uma iniciativa da Academia Teixeirense de Letras (ATL) e do portal Água Preta News com o apoio total e decisivo do Café Ticiana.

Veja lista completa aqui.

Ouça aqui homenagem que ClauduArte Sá e Almir Zarfeg acabam de dedicar a Itanhém.

[Por Edelvânio Pinheiro. Foto: Divulgação]

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA