Connect with us

Destaque HOME

Capitão Dorgival agora é filho de Itanhém. Título é indicação de Ronaldo Correia

mm

Publicado

em

O município de Itanhém ganhou mais um novo filho. O capitão da Polícia Militar, Dorgival Cerqueira Lima, que é o subcomandante 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto, recebeu o título de “Cidadão Itanheense” em solenidade na noite desta quinta-feira (29), na Câmara de Vereadores e, agora, é o mais novo filho da terra de Água Preta.
A indicação foi do presidente da Câmara, Ronaldo Correia (PC do B), que também apresentou uma “Moção de Aplauso” para Rotary Clube de Itanhém, que também foi aprovada por unanimidade pelos vereadores
“Estamos aqui hoje reunidos para prestar uma das mais justas homenagens que o Poder Legislativo já fez, em nome do povo de Itanhém: o Capitão Dorgival, a partir de hoje terá, oficialmente, o direito de ser reconhecido como nosso irmão e conterrâneo e o Rotary Clube, merecidamente, receberá o aplauso desta augusta Casa, pelo trabalho social que desenvolve há quatro décadas, um trabalho – reconheçamos – de apoio, de ajuda e companheirismo”, enfatizou Ronaldo Correia.
A professora Nildes Pires também recebeu o título de “Cidadã “Itanheense” e o fisioculturista Giuliano Santos Cerqueira, que foi campeão capixaba na categoria bodybuilder, uma “Moção de Aplauso”.

VEJA na íntegra o discurso de Ronaldo Correia:
“Na qualidade de autor das indicações que outorga o “Título de Cidadão Itanheense” ao Policial Militar do Estado da Bahia, Dorgival Cerqueira Lima e a “Moção de Aplauso” ao Rotary Clube de Itanhém, o que tenho a dizer poderia ser expressado usando apenas algumas palavras verdadeiras e sinceras. Poderia dizer simplesmente “obrigado por tudo o que o Rotary Clube e o capitão Dorgival fizeram pela nossa terra e pela nossa brava gente” e já teria dito tudo, absolutamente tudo!
Mas, nesse momento solene, representando também o Poder Legislativo da terra que amo e da qual tenho orgulho de ser filho, não posso ser econômico nos vocábulos, afinal, para reconhecer o valor dessa grande instituição e desse profissional valoroso e sereno, devo, antes de tudo, ser explicativo e até didático. E, mesmo lançando mãos de todas as palavras que estejam ao alcance de minha modesta capacidade, temo não conseguir descrever o quanto esta instituição e este profissional foram úteis à nossa gente e ao desenvolvimento deste município.
Pois bem. Estamos aqui hoje reunidos para prestar uma das mais justas homenagens que o Poder Legislativo já fez, em nome do povo de Itanhém: o Capitão Dorgival, a partir de hoje terá, oficialmente, o direito de ser reconhecido como nosso irmão e conterrâneo e o Rotary Clube, merecidamente, receberá o aplauso desta augusta Casa, pelo trabalho social que desenvolve há quatro décadas, um trabalho – reconheçamos – de apoio, de ajuda e companheirismo.
Me permitam, senhoras e senhores, abrir aqui um parêntese.
(Estava nos Estados Unidos da América, na batalha diária, como cada um dos senhores aqui no Brasil, lutando pelo pão de cada dia. Foram mais de 20 anos para juntar um pouco de recurso e investir no nosso município. Tenho o orgulho de dizer que, o pouco que lá ganhei com o trabalho, muita das vezes cansativo e enfadonho, foi empregado na terra onde nasci, cresci e hoje tenho a honra de ser presidente da Câmara Municipal. Isso, claro, graças à população de Itanhém que votou em mim e aos meus colegas vereadores. A época que estive fora do meu país me mantive ligado a todos os acontecimentos daqui, especialmente a tudo que acontecia no município de Itanhém. E, nessa ocasião, não foram poucos os elogios que ouvi ao trabalho de um policial que, durante muitos anos, mesmo não tendo nascido aqui, vestiu a farda da terra de Sady Teixeira e de tantos outros que lutaram para que Itanhém chegasse ao nível do desenvolvimento atual).
O Capitão Dorgival comandou o Pelotão de Itanhém de 2006 a 2013, período em que foi amigo e muito prestativo aos cidadãos de bem, período também que combateu a criminalidade e cuidou, com muita dedicação e responsabilidade, da segurança pública do município.
Este oficial da PM foi também comandante de Ibirapuã, Vereda e Lajedão e é subcomandante da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto, desde 2015.
Por tempo de serviço, o Capitão Dorgival já foi condecorado com as medalhas de bronze, prata e ouro pela Polícia Militar. Em 2001 foi agraciado pelos serviços prestados à comunidade de Jussari.
O Capitão da Polícia Militar do Estado da Bahia, Dorgival Cerqueira Lima, natural de Salvador, é, a partir de agora, o mais novo filho de Itanhém.
Bertold Brech disse certa vez que “há homens que lutam um dia, e são bons; há outros que lutam um ano e são melhores; há aqueles que lutam muitos anos e são muito bons; porém, há os que lutam toda a vida, estes são os imprescindíveis”. Capitão Dorgival é uma dessas pessoas citadas por Brech. Ele é imprescindível!
O Rotary Clube de Itanhém – Capitão Dorgival, colegas vereadores, senhoras e senhores – completa depois de amanhã 40 anos de companheirismo e também de ações voltadas para a valorização das pessoas mais humildes e carentes, através da criação de uma consciência mais ampla e geral em seus membros e em todos nós, de cidadania e responsabilidade social. E todo esse trabalho, centrado na filantropia, nos enche de orgulho e satisfação. Por esta razão que solicitei a aprovação da ‘Moção de Aplauso’ nesta Casa legislativa,
O Rotary Internacional foi fundado nos Estados Unidos, no ano de 1905, pelo advogado Paul Harris. No Brasil, 17 anos depois foi criado o primeiro clube na cidade do Rio de Janeiro. Em Itanhém, no dia 30 de julho de 1978 o Rotary Clube, que faz parte do Distrito 4550, inicia sua história.
A história do Rotary Club de Itanhém é marcada pelo “ideal de servir”, de promover a paz e a boa vontade. As máximas “dar de si antes de pensar em si” e “mais se beneficia quem melhor serve”, adotada por todo e qualquer rotariano nos quatro cantos do mundo refletem o valor que o clube tem perante a sociedade itanheense.
Durante essas quatro décadas o Rotary realizou projetos e ações visando a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais carentes no município. Entre outros benefícios, a instituição desenvolveu projetos de acolhimento de crianças e adolescentes; distribuição de leite, cestas básicas, colchões e filtros de barro às famílias carentes; construção de lavanderia comunitária do bairro Monte Santo, campanhas de vacinação; construção de casas para famílias carentes e arborização da cidade de Itanhém.
Para finalizar, acredito que este é um dia muito especial para todos nós. Os títulos de ‘Cidadão Itanheense’ outorgados ao Capitão Dorgival e à professora Nildes Pires e a ‘Moção de Aplauso’ que esta Casa teve a generosidade de votar e entregar aos homenageados nesta noite, muito nos honra, mas, acima de tudo nos comove, pelo forte significado que cada um desses reconhecimentos tem na vida desses nobres profissionais e na trajetória dos 40 anos dessa honrada instituição.
Minhas palavras, senhoras e senhores, certamente não conseguiram descrever toda a contribuição que o Capitão Dorgival e o Rotary Clube deram ao longo desses anos ao nosso município, mas foram suficientes para deixar registrado na história a gratidão que o povo de Itanhém tem por todos que contribuem para o crescimento sócio-político desta terra.
Muito obrigado!

Destaque HOME

Apoiadores de Haddad vão fazer carreata em Teixeira de Freitas neste sábado (22)

mm

Publicado

em

Apoiadores da campanha do candidato à Presidência do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, estão convidando a população de Teixeira de Freitas e região para uma carreata neste sábado (22).

De acordo com informações de militantes do PT nas redes sociais, o início do movimento será a partir das 15h, na saída para a cidade de Medeiros Neto, logo após a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Venha a pé, de carro, de bicicleta, de moto, venha pra rua”, diz o convite publicado nas redes.

FOTO/Expresso: Haddad ao lado da vice Manuela D’Ávila e do governador da Rui Costa, em Vitória da Conquista.

REUTERS/Rodolfo Buhrer

Continuar leitura...

Destaque HOME

Ronaldo Correia recebe ambulância do deputado Claudio Cajado para Santa Rita do Planalto

mm

Publicado

em

O presidente da Câmara de Itanhém, Ronaldo Correia (PC do B) acaba de receber a ambulância que vai atender a população de Santa Rita do Planalto, município de Itanhém. A emenda é do deputado federal Claudio Cajado (PP) e o dinheiro – R$ 80 mil, que veio do ministério da Saúde -, já estava na conta da prefeitura desde o último dia 17 de maio.

O vereador já recebeu também uma caminhonete 4×4 para auxiliar os serviços da vigilância sanitária do município e aguarda a chegada de outra ambulância, cujo dinheiro já se encontra nos cofres municipais. Os recursos para aquisição dos veículos também são do ministério da Saúde, só que estes são de emendas do deputado federal Roberto Brito (PP).

“Esta ambulância veio para servir a comunidade de Santa Rita”, explicou Ronaldo Correia. “Agradeço aos deputados Claudio Cajado e Roberto Brito que me receberam em Brasília, quando lá estive em busca de melhorias para a nossa gente. Eles fizeram um compromisso comigo e cumpriram, por isso tenho razões para defender os nomes deles no município de Itanhém”, completou.

Ambulância tem suporte para soro e cilindro de oxigênio. Foto: ItanhemFest.

Também, através de indicação de Ronaldo Correia ruas estão sendo asfaltadas no Centro da cidade, água sendo canalizada em Santa Rita do Planalto, esgoto e calçamento sendo construídos em Vila Resende, além de emendas como a perfuração de um poço artesiano no Santuário Jesus Misericordioso, entre outras obras.

A ambulância que chegou para Santa Rita é equipada com sirene, giroflex, suporte para soro e cilindro de oxigênio, com válvula e manômetro.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Cordel, mas pode chamar de “Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro”

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] O cordel agora também é “Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro”, como a capoeira, a Festa do Divino e forró.

O título foi concedido pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em reunião realizada na última quarta-feira (19), no Rio de Janeiro. O Ministério da Cultura e a Academia Brasileira de Literatura de Cordel prestigiaram e comemoraram.

O título visa valorizar ainda mais esta forma de expressão literária e cultural tão comum no Brasil, especialmente na região Nordeste, onde os cordelistas, cantadores e repentistas já fazem parte do cenário rural e urbano.

Através da sua arte, esses artistas retratam o imaginário coletivo e a memória social dos brasileiros. Por isso, sua arte precisa ser reconhecida e protegida por todos.

O presidente da Academia Teixeirense de Letras (ATL), Almir Zarfeg, comemorou a decisão do Iphan assim que ela foi divulgada.

“O título, além de reconhecer a literatura de cordel, protege essa forma de expressão artística e cultural genuinamente brasileira”, disse Zarfeg.

O cordel está ligado às manifestações populares e, por isso, diz muito do que o brasileiro é ou gostaria de ser. Constitui um elemento de coesão nacional, através do qual o povo se vê representado no que tem de mais sagrado: sua cultura, suas raízes, sua identidade.

“Com rimas, métricas e muito ritmo, o poeta popular se inspira nas tradições orais e, assim, sensibiliza a todos”, pontuou Zarfeg.

No mesmo segmento do cordel – que é o texto narrativo de certa extensão –, também podem ser citados a trova, as quadras e os repentes.

Zarfeg citou dois poetas populares como representantes do cordel na região. Trata-se de Airam Ribeiro, de Itanhém, e Armando Azevedo, de Itamaraju. Ambos são cordelistas com livros publicados e bastante conhecidos em suas cidades.

Armando Azevedo é membro da ATL e, com o poema “A feira de Bom Jesus da Lapa”, conquistou o 1º lugar do Prêmio Castro Alves de Literatura 2018, categoria Poema, versão interna.

Segue a 1ª estrofe do poema premiado:

“Olha o surubim na brasa,

Mas também tem o pintado,

Carne de porco gordo,

Sebo de carneiro capado,

Um cozido caipira,

Três feixes de traíra

E feijão verde debulhado!”

Cordelista Airam Ribeiro, de Itanhém.

FOTO CAPA: Carlos Yeshua entrega Prêmio Castro Alves de Literatura ao poeta popular Armando Azevedo (dir).

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA