Connect with us

Destaque HOME

Capitão Dorgival agora é filho de Itanhém. Título é indicação de Ronaldo Correia

mm

Publicado

em

O município de Itanhém ganhou mais um novo filho. O capitão da Polícia Militar, Dorgival Cerqueira Lima, que é o subcomandante 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto, recebeu o título de “Cidadão Itanheense” em solenidade na noite desta quinta-feira (29), na Câmara de Vereadores e, agora, é o mais novo filho da terra de Água Preta.
A indicação foi do presidente da Câmara, Ronaldo Correia (PC do B), que também apresentou uma “Moção de Aplauso” para Rotary Clube de Itanhém, que também foi aprovada por unanimidade pelos vereadores
“Estamos aqui hoje reunidos para prestar uma das mais justas homenagens que o Poder Legislativo já fez, em nome do povo de Itanhém: o Capitão Dorgival, a partir de hoje terá, oficialmente, o direito de ser reconhecido como nosso irmão e conterrâneo e o Rotary Clube, merecidamente, receberá o aplauso desta augusta Casa, pelo trabalho social que desenvolve há quatro décadas, um trabalho – reconheçamos – de apoio, de ajuda e companheirismo”, enfatizou Ronaldo Correia.
A professora Nildes Pires também recebeu o título de “Cidadã “Itanheense” e o fisioculturista Giuliano Santos Cerqueira, que foi campeão capixaba na categoria bodybuilder, uma “Moção de Aplauso”.

VEJA na íntegra o discurso de Ronaldo Correia:
“Na qualidade de autor das indicações que outorga o “Título de Cidadão Itanheense” ao Policial Militar do Estado da Bahia, Dorgival Cerqueira Lima e a “Moção de Aplauso” ao Rotary Clube de Itanhém, o que tenho a dizer poderia ser expressado usando apenas algumas palavras verdadeiras e sinceras. Poderia dizer simplesmente “obrigado por tudo o que o Rotary Clube e o capitão Dorgival fizeram pela nossa terra e pela nossa brava gente” e já teria dito tudo, absolutamente tudo!
Mas, nesse momento solene, representando também o Poder Legislativo da terra que amo e da qual tenho orgulho de ser filho, não posso ser econômico nos vocábulos, afinal, para reconhecer o valor dessa grande instituição e desse profissional valoroso e sereno, devo, antes de tudo, ser explicativo e até didático. E, mesmo lançando mãos de todas as palavras que estejam ao alcance de minha modesta capacidade, temo não conseguir descrever o quanto esta instituição e este profissional foram úteis à nossa gente e ao desenvolvimento deste município.
Pois bem. Estamos aqui hoje reunidos para prestar uma das mais justas homenagens que o Poder Legislativo já fez, em nome do povo de Itanhém: o Capitão Dorgival, a partir de hoje terá, oficialmente, o direito de ser reconhecido como nosso irmão e conterrâneo e o Rotary Clube, merecidamente, receberá o aplauso desta augusta Casa, pelo trabalho social que desenvolve há quatro décadas, um trabalho – reconheçamos – de apoio, de ajuda e companheirismo.
Me permitam, senhoras e senhores, abrir aqui um parêntese.
(Estava nos Estados Unidos da América, na batalha diária, como cada um dos senhores aqui no Brasil, lutando pelo pão de cada dia. Foram mais de 20 anos para juntar um pouco de recurso e investir no nosso município. Tenho o orgulho de dizer que, o pouco que lá ganhei com o trabalho, muita das vezes cansativo e enfadonho, foi empregado na terra onde nasci, cresci e hoje tenho a honra de ser presidente da Câmara Municipal. Isso, claro, graças à população de Itanhém que votou em mim e aos meus colegas vereadores. A época que estive fora do meu país me mantive ligado a todos os acontecimentos daqui, especialmente a tudo que acontecia no município de Itanhém. E, nessa ocasião, não foram poucos os elogios que ouvi ao trabalho de um policial que, durante muitos anos, mesmo não tendo nascido aqui, vestiu a farda da terra de Sady Teixeira e de tantos outros que lutaram para que Itanhém chegasse ao nível do desenvolvimento atual).
O Capitão Dorgival comandou o Pelotão de Itanhém de 2006 a 2013, período em que foi amigo e muito prestativo aos cidadãos de bem, período também que combateu a criminalidade e cuidou, com muita dedicação e responsabilidade, da segurança pública do município.
Este oficial da PM foi também comandante de Ibirapuã, Vereda e Lajedão e é subcomandante da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto, desde 2015.
Por tempo de serviço, o Capitão Dorgival já foi condecorado com as medalhas de bronze, prata e ouro pela Polícia Militar. Em 2001 foi agraciado pelos serviços prestados à comunidade de Jussari.
O Capitão da Polícia Militar do Estado da Bahia, Dorgival Cerqueira Lima, natural de Salvador, é, a partir de agora, o mais novo filho de Itanhém.
Bertold Brech disse certa vez que “há homens que lutam um dia, e são bons; há outros que lutam um ano e são melhores; há aqueles que lutam muitos anos e são muito bons; porém, há os que lutam toda a vida, estes são os imprescindíveis”. Capitão Dorgival é uma dessas pessoas citadas por Brech. Ele é imprescindível!
O Rotary Clube de Itanhém – Capitão Dorgival, colegas vereadores, senhoras e senhores – completa depois de amanhã 40 anos de companheirismo e também de ações voltadas para a valorização das pessoas mais humildes e carentes, através da criação de uma consciência mais ampla e geral em seus membros e em todos nós, de cidadania e responsabilidade social. E todo esse trabalho, centrado na filantropia, nos enche de orgulho e satisfação. Por esta razão que solicitei a aprovação da ‘Moção de Aplauso’ nesta Casa legislativa,
O Rotary Internacional foi fundado nos Estados Unidos, no ano de 1905, pelo advogado Paul Harris. No Brasil, 17 anos depois foi criado o primeiro clube na cidade do Rio de Janeiro. Em Itanhém, no dia 30 de julho de 1978 o Rotary Clube, que faz parte do Distrito 4550, inicia sua história.
A história do Rotary Club de Itanhém é marcada pelo “ideal de servir”, de promover a paz e a boa vontade. As máximas “dar de si antes de pensar em si” e “mais se beneficia quem melhor serve”, adotada por todo e qualquer rotariano nos quatro cantos do mundo refletem o valor que o clube tem perante a sociedade itanheense.
Durante essas quatro décadas o Rotary realizou projetos e ações visando a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais carentes no município. Entre outros benefícios, a instituição desenvolveu projetos de acolhimento de crianças e adolescentes; distribuição de leite, cestas básicas, colchões e filtros de barro às famílias carentes; construção de lavanderia comunitária do bairro Monte Santo, campanhas de vacinação; construção de casas para famílias carentes e arborização da cidade de Itanhém.
Para finalizar, acredito que este é um dia muito especial para todos nós. Os títulos de ‘Cidadão Itanheense’ outorgados ao Capitão Dorgival e à professora Nildes Pires e a ‘Moção de Aplauso’ que esta Casa teve a generosidade de votar e entregar aos homenageados nesta noite, muito nos honra, mas, acima de tudo nos comove, pelo forte significado que cada um desses reconhecimentos tem na vida desses nobres profissionais e na trajetória dos 40 anos dessa honrada instituição.
Minhas palavras, senhoras e senhores, certamente não conseguiram descrever toda a contribuição que o Capitão Dorgival e o Rotary Clube deram ao longo desses anos ao nosso município, mas foram suficientes para deixar registrado na história a gratidão que o povo de Itanhém tem por todos que contribuem para o crescimento sócio-político desta terra.
Muito obrigado!

Destaque HOME

Secretária afirma que não negou passagem para mulher que fez cirurgia em Salvador

mm

Publicado

em

A secretária da Saúde de Itanhém, Renilda Chapeu, falou sobre a reportagem “Mulher diz que secretaria da Saúde de Itanhém negou passagem para retorno de cirurgia em Salvador”, publicada no Água Preta News e garantiu que a secretaria não disse que não daria as passagens.

A funcionária pública Idália Rodrigues de Sousa, no último dia 13 de junho, fez uma histerectomia (cirurgia de retirada do útero) e, de acordo com relatórios médicos apresentados a este portal de notícias, precisa retornar ao Hospital da Mulher Maria Luiza Costa dos Santos, na capital baiana, na próxima quarta-feira (18). Mas ela foi à secretaria da Saúde e, mesmo tendo avisado com antecedência, alega que foi informada pela secretária, na manhã desta segunda-feira (16), que as passagens não seriam liberadas.

Entretanto, de acordo com Renilda Chapeu, Idália Rodrigues foi por duas vezes à cidade de Salvador, na ocasião da cirurgia, com tudo pago pelo município e que, nesta segunda-feira, ela esteve na secretaria à procura de passagens para fazer uma revisão, mas que não aceitou ser avaliada pelo ginecologista que presta serviços em Itanhém.

“Só pedi a ela para ser avaliada pelo nosso médico e claro que ela iria [para Salvador] se houvesse necessidade, isso, para evitar gasto e evitar essa viagem longa e cansativa”, explicou a secretária.

Ainda de acordo com a secretária, em nenhum momento foi dito a Idália Rodrigues, que a prefeitura não daria as passagens.

“Eu disse que ela pudesse ficar tranquila porque, antes da viagem eu retornaria se sim ou não e, se ela precisasse ir, com certeza ela iria sem problema nenhum, inclusive vim à prefeitura para buscar recursos e encontrei com ela e acabei pegando as passagens de outras pessoas e dei a ela”, disse Renilda, com o cuidado de acrescentar que as passagens serão repostas para as pessoas que estão agendadas ainda para a semana que vem.

Duas passagens

Idália Rodrigues, que é concursada há 22 anos para a área de serviços gerais, confirmou à reportagem que recebeu da secretária quatro passagens, em razão de ela necessitar de acompanhante. Ela disse ainda que, além das passagens, a secretaria teria que repassar o valor de R$ 397, referente a hospedagem.

“Quando eles viram a reportagem correram atrás de mim para liberar o dinheiro. Eles deram as passagens de ida e volta, mas a hospedagem eles não deram e do jeito que fizeram comigo podem fazer pior com outras pessoas”, explicou, assegurando que pessoas da comunidade estão se mobilizando para ajudá-la.

FOTO: Funcionária pública Idália Rodrigues.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Mulher diz que secretaria da Saúde de Itanhém negou passagem para retorno de cirurgia em Salvador

mm

Publicado

em

Idália Rodrigues de Sousa procurou a reportagem do Água Preta News, na manhã desta segunda-feira (16), alegando que a secretaria da Saúde do município de Itanhém negou passagem para ela retornar a Salvador, onde, no último dia 13 de junho, fez uma histerectomia, que é a cirurgia de retirada do útero.

LEIA também:

Mulher que está cega por omissão da prefeitura de Itanhém era eleitora da família de Zulma Pinheiro

Ela encaminhou ao site documentação comprobatória de que, na próxima quarta-feira, tem revisão agendada para às 6h, no Hospital da Mulher Maria Luiza Costa dos Santos, na capital baiana. No relatório médico há a prescrição da necessidade de marcar retorno com o cirurgião que fez a histerectomia.

Idália disse ter feito na secretaria da Saúde em Itanhém, em dezembro do ano passado, o TFD (Tratamento Fora de Domicílio), que é um instrumento legal que visa garantir, através do SUS, tratamento médico a pacientes portadores de doenças não tratáveis no seu município de origem. Ela disse ainda que, em razão de ter feito o TFD, o município recebe verbas para pagar o seu deslocamento para Salvador.

De acordo com Idália, a secretária Renilda Chapeu, que tem apenas formação em enfermagem, ignorou a recomendação médica prescrita no relatório, de que a paciente precisa retornar à unidade de saúde.

“Só que hoje cheguei aqui na secretaria para retirar as passagens, que havia dado entrada na segunda-feira e a secretária Renilda disse que não vai liberar as passagens e não vai liberar o TFD para mim, porque é apenas uma revisão de cirurgia, que eu não tenho mais risco nenhum e que vai providenciar um médico para eu fazer a revisão por aqui”, explicou Idália.

Esgotada as esperanças na secretaria da Saúde e com dificuldade para se locomover, em razão do período pós-operatório, Idália seguiu para o fórum local, acreditando que, através da Justiça, possa conseguir chegar a Salvador na quarta-feira.

O Água Preta News fez contato com a secretária, mas, até o fechamento da reportagem, não obteve retorno.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Domingo (15) é o último dia para se inscrever em cursos técnicos em informática e suporte e manutenção em informática em Medeiros Neto

mm

Publicado

em

Este domingo é o último dia para se inscrever em cursos técnicos em informática e suporte e manutenção em informática, para estudar no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) na cidade de Medeiros Neto, onde os cursos são todos gratuitos.  Estes cursos estão disponíveis apenas para quem já concluiu o ensino médio, nos turnos vespertino e noturno. As inscrições para o processo seletivo devem ser feitas no endereço http://processoseletivoeptec.educacao.ba.gov.br.

O estado ainda oferece 42 cursos em 82 municípios. No total, há 9.335 vagas de cursos técnicos de nível médio. Em Medeiros Neto ainda há vagas para curso Técnico em Agroecologia, para quem já concluiu o ensino médio e também para quem concluiu apenas o 9° ano e tem 18 anos ou mais.

O curso de Agroecologia segue o mesmo formato da Escola Família Agrícola de Itanhém (EFAI), que a prefeita Zulma Pinheiro e seu irmão secretário da Educação fecharam. O período é integral, manhã, tarde e noite e em regime de alternância, uma quinzena na escola e outra em casa, na comunidade onde mora.

Para este curso a unidade de ensino dispõe de alojamento, café da manhã, almoço e jantar gratuitos. As inscrições ainda podem serem feitas no CETEP, que está instalado onde funcionava a Escola Agrícola de Medeiros Neto, na BA-290, ou pelo telefone (73) 99940-4979 ou 99948-4212.

 

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA