Connect with us

Destaque HOME

“Dormientibus Non Succurrit Jus!” Entenda isso, APLB de Itanhém!

mm

Publicado

em

O dia a dia do jornalismo obriga o profissional desta área, no mínimo, estar antenado com as diversas ciências que nos cercam.

Nunca fui um aluno excepcional em latim, mas, atento às aulas do mestre Rivaldo Baleeiro, no curso de Letras Vernáculas, na Universidade do Estado da Bahia, sempre tirei notas acima da média. De Direito, entretanto, entendo tanto quanto um pescador conhece de mecânica de automóvel. Mas ninguém não precisa ter know-how em latim, ser advogado e muito menos jornalista para conhecer o célebre jargão, “o direito não socorre aos que dormem”.

Na opinião deste humilde escriba, que acompanhou todo o desenrolar da greve dos trabalhadores em educação de Itanhém, inclusive produziu quase duas dezenas de reportagens sobre o assunto, o núcleo do sindicato da APLB fez igual ao “camarão que dorme e a onda leva”.

Mas, antes, vamos lembrar de Álvaro Pinheiro, um intransigente que se mantém no cargo de secretário da Educação somente porque é irmão da prefeita. Apesar de a maioria da população ter votada em Zulma Pinheiro, é este cidadão insensível à causa dos educadores que, na verdade, administra o município.

Foi ele que acabou com projetos sociais importantes na cidade, como o AABB Comunidade; fechou escolas; declarou que a Efai (Escola Família Agrícola de Itanhém), com quatro décadas de história, “era uma mentira”; destruiu a valorosa prática esportiva na sede, vilas e distritos do município e disse, sem pedir segredo a ninguém, que é contra a eleição de diretores escolares.

Muito triste, a essa altura dos acontecimentos, a população de Itanhém – especialmente a comunidade escolar – ter que aturar uma figura anacrônica, quase patética, à frente da Secretaria da Educação.

O vereador André Correia, que figura como o único que nunca titubeou na condição de opositor da prefeita, fez reclamações na Justiça sobre o nepotismo implantado no município, mas Álvaro Pinheiro segue firme e forte com sua arrogância e despreparo à frente da Educação, que deveria estar sendo gerida por alguém do ramo com um mínimo de sensibilidade e preparo.

E, atenção, quem acha que o único inimigo dos professores nesta greve foi somente o intolerante secretário está enganado.

Durante os mais de 40 dias da greve uma meia dúzia de ‘puxa-sacos’ – cidadãos comuns e políticos – em grupos de conversas e nas redes sociais defenderam teses conservadoras sobre o movimento, repetindo automaticamente o que dizia o secretário e seu bando, como se dele fossem porta-vozes. Um comunicador (vontade de usar um prefixo de origem grega), em busca da notabilidade que, de fato, nunca teve, chegou ao absurdo de fazer comparações entre o trabalho de professor e de vaqueiro.

Nenhum deles, em nenhum momento de seus comentários maldosos e cheios de segundas intenções políticas, se lembrou das condições capenga que atualmente vive a educação de Itanhém. Não se lembrou da falta de materiais básicos, da falta de conservação das unidades de ensino, da falta de equipamentos, bibliotecas e laboratórios, que acaba por tornar cada vez mais as escolas de Itanhém “depósitos” de crianças e jovens e não em espaços educativos e não se lembrou também da péssima qualidade da merenda escolar e do transporte que, às vezes, nem é péssimo, não existe mesmo.

Retomemos.

O núcleo do sindicato da APLB tomou conhecimento de uma ação movida pelo Ministério Público contra a greve e, somente neste momento, decidiu entrar com um mandado de segurança, com pedido de liminar para que o piso salarial fosse reajustado. E é por esta razão que eu disse, inicialmente, que “Dormientibus Non Succurrit Jus”.

E não foi por falta de aviso, porque a diretoria do núcleo foi orientada, muito antes, sobre a necessidade desse remédio jurídico, mas a APLB de Itanhém optou por “dormir e o cachimbo caiu”.

Destaque HOME

Dra. Kerry Anne recebe prêmio pela 14ª vez. Para Athylla Borborema “ela é a melhor em todas as comarcas que atua”

mm

Publicado

em

A Dra. Kerry Anne Esteves recebeu o carinho da comunidade itanheense e foi muito elogiada na noite desde sábado (26), na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), durante o Destaque Empresarial. O evento é promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Pela décima quarta vez ela recebeu o prêmio de melhor advogada de Itanhém. Mas, para o jornalista e escritor Athylla Borborema – proprietário do site Teixeira News – a Dra. Kerry Anne representa o que há de melhor no campo do Direito na região.

“Ela não é só a melhor em Itanhém, ela é a melhor em todas as comarcas que atua”, disse o jornalista. “Trata-se de uma profissional aplicada, comprometida, persistente, sábia e que vive permanentemente promovendo justiça”, descreveu.

Dra. Kerry Anne é diretora da OAB de Teixeira de Freitas e a presidente da instituição, Dra. Maria Goretti, disse que sua colega é a combinação perfeita de mulher e de profissional.

“Ela é a doçura e a combatente incansável na sua profissão. Sempre atenta aos detalhes, procura resolver tudo sem perder o tom de voz, sem deixar bagunçar o cabelo impecável, a cor do batom e a serenidade no cuidado com a família. A OAB ganhou uma diretora combativa, aguerrida, preocupada com a classe, desafiadora, implacável e destemida”, pontuou.

Na profissão há 18 anos, Kerry Anne é uma das mais brilhantes advogadas do sul da Bahia. Formada em Direito pela FENORD (Fundação Educacional Nordeste Mineiro), de Teófilo Otoni-MG e bacharel em Administração Pública pela UNEB (Universidade do Estado da Bahia), desde os 23 anos de idade ela atua na área Cívil, Criminal e Previdenciária.

Com seus serviços cada vez mais requisitados ela atende em toda a região. Em sua equipe estão as competentíssimas Dra. Bárbara Caíres e Silva Neta e Dra. Flavia Soares Souza.

“Quero agradecer ao Senhor primeiramente, a família maravilhosa que Deus me deu, a minha comunidade, meus amigos e as duas colegas que trabalham comigo. Sinto-me lisonjeada e muito feliz com o carinho das pessoas e com o reconhecimento do nosso trabalho”, agradeceu.

Dra. Kerry Anne com seu esposo Wagner Borges e as advogadas que trabalham com ela, Dra. Bárbara e Dra. Flavia.

 

Continuar leitura...

Destaque HOME

Destaque Empresarial: Bentivi é aplaudido de forma calorosa. “O povo vibrou”, disse Sandra Açúcar

mm

Publicado

em

O ex-prefeito de Itanhém por dois mandatos consecutivos, Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB), foi aplaudido na noite desde sábado (26), no ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), durante o Destaque Empresarial. O evento foi promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o ex-gestor, que aparece na foto com esposa e filhas, recebeu o prêmio de melhor bancário.

LEIA também:

Destaque Empresarial: Sem outra opção, prefeita diz que asfalto é presente para o cambaleante comércio de Itanhém

“O povo vibrou, levantou de seus lugares e aplaudiu o ex-prefeito”, contou Sandra Açúcar ao Água Preta News. “Eu fui a primeira a me levantar”, fez questão de enfatizar a antiga aliada de Zulma Pinheiro que, há tempos se revoltou com a forma como a prefeita vem administrando o município.

Kinha Kretlin, que foi coordenadora do AABB Comunidade, projeto social que foi fechado por falta de apoio da prefeita Zulma Pinheiro, disse que “o ginásio em peso aplaudiu”. Para ela, além do carinho que a população tem por Bentivi, aquela recepção calorosa também significou protesto.

“Foi um protesto da sociedade contra os desmandos da atual gestão”, explicou. “O povo era feliz e não sabia”, ironizou.

Presentes ao evento, a prefeita Zulma Pinheiro (MDB) e um de seus dois irmãos que são secretários municipais – Newton Pinheiro, que por sinal ocupa duas secretarias – certamente ficaram desapontados. Primeiro, porque nem de longe a prefeita foi recebida com o entusiasmo dispensado ao ex-prefeito e, segundo, porque não tem dado certo a tentativa covarde da prefeita e de seus irmãos de macular os oito anos de trabalho de Bentivi. Em todos os lugares e em todos os momentos, para justificar o caos administrativo que a família Pinheiro implantou nos quatro cantos do município, eles têm o hábito de dizer que “a culpa é de Bentivi”.

No início da tarde deste domingo a reportagem fez contato com o ex-prefeito, que agradeceu o carinho de todos.

“Foi emocionante, uma surpresa, algo inesperado, foi um verdadeiro reconhecimento”, descreveu. “[Estou] muito agradecido a Deus e a todos pela maneira calorosa que me recepcionaram ontem”, finalizou.

Uma das mais lindas e elegantes da festa, Sandra Açúcar contou como as pessoas receberam o ex-prefeito Bentivi.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Destaque Empresarial: Sem outra opção, prefeita diz que asfalto é presente para o cambaleante comércio de Itanhém

mm

Publicado

em

A prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (MDB), no Destaque Empresarial, que aconteceu na noite deste sábado (26), na AABB, sem ter outra opção, apresentou aos empresários o asfaltamento, que foi anunciado para algumas ruas da cidade, como meio de incentivo ao comércio local.

Orçada em pouco mais de R$ 599 mil, a obra é do governo do estado e foi canalizada para Itanhém através do deputado estadual Marcelo Nilo (PSB). Na Câmara Municipal a indicação da obra é dos vereadores Ronaldo Correia (PC do B) e Audrey Correia (PR).

“Esta é uma oportunidade interessante para anunciar para aqueles que ainda não têm conhecimento, uma grande notícia: um verdadeiro presente para o comércio local. Semana passada estivemos em Salvador, onde asseguramos custos no valor de R$ 600 mil para a pavimentação, com asfalto, das principais praças, ruas e avenidas da nossa cidade”, disse a prefeita em seu discurso.

Algumas pessoas acreditam que asfaltar ruas em Itanhém não seria o mais necessário, diante do caos existente na mobilidade, principalmente em ruas de bairros afastados. A manutenção do asfalto também é questionada, uma vez que a secretaria de Infraestrutura – que é chefiada por Newton Pinheiro, irmão da prefeita -, não tem resolvido problemas menores, como buracos nas ruas de chão batido, por exemplo.

“Vamos tentar ter um pouco de inteligência”, provocou Islanio Gil, em sua página no Facebook. “Melhor do que asfaltar ruas já calçadas, por que não calçar as que no verão é poeira e quando chove é lama?”, questionou. “Não vejo conquista nisso, depois quero ver se vão fazer manutenção nesse asfalto”, duvidou.

Apesar de algumas críticas que já começam a ser levantadas nas redes sociais, o asfaltamento de algumas ruas é uma obra importante para a cidade e já era sem tempo. Mas, esperava-se que, no Destaque Empresarial, Zulma Pinheiro fosse apresentar a conquista do asfalto junto ao governo do estado, como uma obra que viesse contribuir para a mobilização da cidade e tão somente isso.

A verdade é que, a falta de investimentos e incentivos no município têm feito o comércio passar por um dos piores momentos de sua história. Algumas lojas fecharam as portas e dezenas de funcionários foram demitidos. Há quem diga que o comércio de Itanhém está falido.

“Falido, não há outra palavra para definir o nosso comércio hoje”, disse o empresário Elisângelo Nunes, proprietário de uma granja e peixaria na cidade.

Por outra ótica, não há nenhuma grandeza na conquista de asfaltamento de algumas ruas, em termos de valores, como fez questão de ilustrar a prefeita em seu discurso durante o Destaque Empresarial. É muito ínfimo o valor da obra, se comparado com outras emendas de deputados, canalizadas por alguns vereadores, como Ronaldo Correia (PC do B), André Correia (PHS) e Whindson Mendes, o Nem Mendes (PP), por exemplo. Juntas, as emendas dos vereadores ultrapassam R$ 2 milhões.

Se algum empresário foi ao evento, aguardando, por parte da prefeita, o anúncio de algum milagre para evitar que o cambaleante comércio de Itanhém caia definitivamente, teve que se contentar com a beleza do espetáculo que a CDL promoveu.

O concorrido evento da CDL serve também para dar pelo menos um dia de alegria para os comerciantes, principalmente àqueles que contribuíram para a eleição da prefeita, os quais, além de terem que driblar a crise, são agora obrigados a ficarem ‘pianinhos’, vendo milhões e milhões de dinheiro escorrendo em licitações, canalizadas para empresas de fora. Se esses valores fossem investidos no município, o comércio não estaria andando de muletas e os empresários teriam muito mais do que um dia apenas de alegria.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA