Connect with us

Destaque HOME

O santuário, a vaca que não come capim, mas dá leite e a hora da revanche

mm

Publicado

em

Vamos começar fazendo uma pergunta: qual político deste país não queria ser recebido no santuário da Igreja Católica, na época em que as eleições se avizinham? Mas vamos evitar, nesta breve opinião, questionar o envolvimento de religião com política partidária, mistura que o bom senso nos ensina que extrapola a lei e o ideário republicano. Afinal, correríamos aqui o risco de ofender figuras ilustres que, apesar da nobreza do ofício, em dado momento, se veem na obrigatoriedade de participar de um momento político, em troca de algumas migalhas de asfalto.

Vamos, então, nos prender apenas à boa samaritana, a excelentíssima prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (PMDB), que, estrategicamente, em época bastante apropriada, escolheu esse cenário santo para receber um dos seus candidatos.

Pois bem, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD), foi recebido no santuário no início da tarde desta quinta-feira (11) por Zulma Pinheiro, que fez questão de levar seus dois irmãos, Álvaro Pinheiro e Newton Pinheiro, que ocupam três importantes secretarias municipais. Ela levou também cinco dos nove vereadores que compõem o Legislativo itanheense, inclusive uns dos que, no ano passado, criaram um grupo para fazer enfrentamento à prefeita na Câmara e, depois, em razão de interesses misteriosos, deixaram a oposição na mão.

Lá, o deputado, que é pré-candidato ao senado federal e tem o apoio do governador Rui Costa (PT), na presença de representantes do antigo Derba, prometeu encontrar meios para asfaltar o trecho que liga a rua Dois de Julho ao Santuário Jesus Misericordioso. Isso é bom, é bom demais, mas, santa inocência de quem não entender que a intenção de Zulma Pinheiro, ao levar o deputado para aquele espaço, foi impressionar o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia para fazê-lo acreditar que ela tem o apoio da maioria da população.

Por mais que políticos e os que ainda se intitulam líderes, que fazem oposição à prefeita saiam por aí fazendo seus acordos na moita e isso contribua para não reunir uma grande quantidade de voto em um ou dois candidatos apoiados pela oposição, pelo andar da carruagem dessa administração fracassada pelo descompromisso administrativo e pelo enojamento da prática do nepotismo, não há santo que fará a população se esquecer do homem que morreu em um canal irresponsavelmente aberto pela prefeitura, da mulher que ficou cega por falta de uma cirurgia determinada pela Justiça, da falta de pagamento do Dr. Ramon, que por pouco não foi obrigado a deixar o distrito de Batinga, das pontes que caíram e por quase nada não provocaram acidentes graves, dos salários atrasados, dos 40 dias de greve dos professores, do aluno que veio de bicicleta da roça para a escola – e de tantos outros –  por falta de transporte escolar, das ruas esburacadas na sede e nos distritos, das estradas mal cuidadas, das bolachas e suco distribuídos na merenda, do pai e da mãe desesperados que foram ao Hospital Maria Moreira com o filho em estado gravíssimo e não tinha médico, do fechamento das escolas Efai e Renascer, da falta de apoio aos projetos sociais que davam assistência a centenas de crianças em situação de risco, do homem de Vila São José que ficou 24 dias com o braço fraturado, da professora que quebrou a perna por falta de reparo no calçamento, das centenas de famílias desempregadas que passam por sérias dificuldades financeiras, dos urubus que fazem festa nos quatro cantos da cidade em razão do inadequado recolhimento do lixo, do comércio falido e sem estímulo, do projeto de lei sancionado por Zulma Pinheiro, mandando pagar férias e décimo terceiro a prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais, entre outras tristes situações.

Tudo bem que o governador Rui Costa parece ter a aprovação da maioria dos itanheenses e esse pode nem ser o caso do deputado Ângelo Coronel mas, chegou a hora da revanche. Este é o momento exato de mostrar a insatisfação com políticos que administram apenas para seus familiares e amigos mais próximos e que só têm os olhos voltados para a vaca que não come capim, mas dá leite.

Destaque HOME

Apoiadores de Haddad vão fazer carreata em Teixeira de Freitas neste sábado (22)

mm

Publicado

em

Apoiadores da campanha do candidato à Presidência do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, estão convidando a população de Teixeira de Freitas e região para uma carreata neste sábado (22).

De acordo com informações de militantes do PT nas redes sociais, o início do movimento será a partir das 15h, na saída para a cidade de Medeiros Neto, logo após a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Venha a pé, de carro, de bicicleta, de moto, venha pra rua”, diz o convite publicado nas redes.

FOTO/Expresso: Haddad ao lado da vice Manuela D’Ávila e do governador da Rui Costa, em Vitória da Conquista.

REUTERS/Rodolfo Buhrer

Continuar leitura...

Destaque HOME

Ronaldo Correia recebe ambulância do deputado Claudio Cajado para Santa Rita do Planalto

mm

Publicado

em

O presidente da Câmara de Itanhém, Ronaldo Correia (PC do B) acaba de receber a ambulância que vai atender a população de Santa Rita do Planalto, município de Itanhém. A emenda é do deputado federal Claudio Cajado (PP) e o dinheiro – R$ 80 mil, que veio do ministério da Saúde -, já estava na conta da prefeitura desde o último dia 17 de maio.

O vereador já recebeu também uma caminhonete 4×4 para auxiliar os serviços da vigilância sanitária do município e aguarda a chegada de outra ambulância, cujo dinheiro já se encontra nos cofres municipais. Os recursos para aquisição dos veículos também são do ministério da Saúde, só que estes são de emendas do deputado federal Roberto Brito (PP).

“Esta ambulância veio para servir a comunidade de Santa Rita”, explicou Ronaldo Correia. “Agradeço aos deputados Claudio Cajado e Roberto Brito que me receberam em Brasília, quando lá estive em busca de melhorias para a nossa gente. Eles fizeram um compromisso comigo e cumpriram, por isso tenho razões para defender os nomes deles no município de Itanhém”, completou.

Ambulância tem suporte para soro e cilindro de oxigênio. Foto: ItanhemFest.

Também, através de indicação de Ronaldo Correia ruas estão sendo asfaltadas no Centro da cidade, água sendo canalizada em Santa Rita do Planalto, esgoto e calçamento sendo construídos em Vila Resende, além de emendas como a perfuração de um poço artesiano no Santuário Jesus Misericordioso, entre outras obras.

A ambulância que chegou para Santa Rita é equipada com sirene, giroflex, suporte para soro e cilindro de oxigênio, com válvula e manômetro.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Cordel, mas pode chamar de “Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro”

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] O cordel agora também é “Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro”, como a capoeira, a Festa do Divino e forró.

O título foi concedido pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em reunião realizada na última quarta-feira (19), no Rio de Janeiro. O Ministério da Cultura e a Academia Brasileira de Literatura de Cordel prestigiaram e comemoraram.

O título visa valorizar ainda mais esta forma de expressão literária e cultural tão comum no Brasil, especialmente na região Nordeste, onde os cordelistas, cantadores e repentistas já fazem parte do cenário rural e urbano.

Através da sua arte, esses artistas retratam o imaginário coletivo e a memória social dos brasileiros. Por isso, sua arte precisa ser reconhecida e protegida por todos.

O presidente da Academia Teixeirense de Letras (ATL), Almir Zarfeg, comemorou a decisão do Iphan assim que ela foi divulgada.

“O título, além de reconhecer a literatura de cordel, protege essa forma de expressão artística e cultural genuinamente brasileira”, disse Zarfeg.

O cordel está ligado às manifestações populares e, por isso, diz muito do que o brasileiro é ou gostaria de ser. Constitui um elemento de coesão nacional, através do qual o povo se vê representado no que tem de mais sagrado: sua cultura, suas raízes, sua identidade.

“Com rimas, métricas e muito ritmo, o poeta popular se inspira nas tradições orais e, assim, sensibiliza a todos”, pontuou Zarfeg.

No mesmo segmento do cordel – que é o texto narrativo de certa extensão –, também podem ser citados a trova, as quadras e os repentes.

Zarfeg citou dois poetas populares como representantes do cordel na região. Trata-se de Airam Ribeiro, de Itanhém, e Armando Azevedo, de Itamaraju. Ambos são cordelistas com livros publicados e bastante conhecidos em suas cidades.

Armando Azevedo é membro da ATL e, com o poema “A feira de Bom Jesus da Lapa”, conquistou o 1º lugar do Prêmio Castro Alves de Literatura 2018, categoria Poema, versão interna.

Segue a 1ª estrofe do poema premiado:

“Olha o surubim na brasa,

Mas também tem o pintado,

Carne de porco gordo,

Sebo de carneiro capado,

Um cozido caipira,

Três feixes de traíra

E feijão verde debulhado!”

Cordelista Airam Ribeiro, de Itanhém.

FOTO CAPA: Carlos Yeshua entrega Prêmio Castro Alves de Literatura ao poeta popular Armando Azevedo (dir).

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA