Connect with us

Destaque HOME

Prefeita mente sem pudor na busca por votos para seus candidatos em Ibirajá

mm

Publicado

em

O candidato só ganhará o voto do eleitor quando este se convencer das vantagens de votar nele. Mas, para convencer as pessoas a mentira não deve fazer parte do jogo. Que isso fique bem claro para a prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (MDB).

Na noite do último sábado (29), a prefeita foi ao distrito de Ibirajá, acompanhada do seu irmão Álvaro Pinheiro – que é o secretário da Educação – pedir votos para seus candidatos.

Se levar em conta que um ato político numa determinada localidade só é considerado grandioso quando a população dali participa ativamente, o evento foi um fiasco ou quase isso. Teve até uma carreata, mas graças a participação de automóveis de outras localidades, como Itanhém, Salomão e Curvelo da Conceição.

Para falar com o pequeno público que se reuniu em frente à casa de seu maior aliado político naquele distrito, o vereador Gelson Picolli (PSDB), na Rua São Geraldo, a prefeita subiu em uma cadeira e fez um discurso carregado de sofisma e muita mentira.

“Estamos aí trabalhando incessantemente”, disse a chefe do Executivo, fazendo uso de um advérbio de modo que, nas falas, parece aumentar o poder de persuasão. E, claro, como sempre fez, não perdeu a oportunidade para alfinetar o ex-prefeito Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB), seu maior algoz na política para quem perdeu duas eleições municipais.

Para a prefeita a saúde no município está brilhante. Em vez de apresentar números que pudessem convencer o público ela disse que são os funcionários do setor que sabem que tudo está às mil maravilhas.

“Quem trabalha na saúde sabe quantos exames foram feitos, quantas cirurgias foram feitas, os atendimentos médicos, as ambulâncias, o tratamento fora do domicílio, a atuação do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da. Família), a atuação da saúde tem sido brilhante”, argumentou.

A prefeita estava acompanhada do irmão Álvaro Pinheiro, que é o secretário da administração.

Sem explicar onde foram gastos mais de um milhão de reais o ano passado com reformas de escolas e colocação de placas que continuam sendo as mesmas da gestão anterior, Zulma Pinheiro poupou de críticas a administração de seu pai Manoel Batista dos Santos, o Neco, que foi prefeito no período de 2001 a 2004 e alfinetou os ex-prefeitos Gedeon Botelho e Bentivi, que administraram Itanhém de 2005 a 2016.

“A educação vocês bem sabem como pegamos: 12 anos sem fazer reforma nas escolas e hoje, aos poucos, estamos reformando, construindo muros e escolas”, afirmou. “Em Itanhém não foi diferente, foi no município todo, 12 anos”, reafirmou.

O Água Preta News fez contato com o ex-prefeito Bentivi e com representantes do ex-prefeito Gedeon Botelho, que morreu em março de 2015.

“Todas as escolas foram reformadas em nosso mandato. Construímos salas de aula e muros em muitas unidades como Ibirajá, Salomão, Itanhém e Vila São José, além disso construímos uma nova escola na Comunidade dos Motas”, disse Bentivi.

Romeu Gazzinelli, que foi secretário da Administração de Gedeon Botelho, disse que “todo ano as escolas foram reformadas e que, na ocasião, todas as unidades de ensino sempre estavam perfeitas para começar o ano letivo”.

Gildeon Rosa, que foi secretário da Assistência Social lembrou que na época de Gedeon Botelho o empresário do ramo de construção responsável por prestar este serviço à prefeitura foi Carlos Emanuel, o qual deveria ser consultado pelo portal de notícias caso houvesse alguma dúvida de que as escolas foram reformadas.

“Foi na gestão de Gedeon que pintaram as escolas com um barrado azul escuro, com uma faixa vermelha e amarela” lembrou Gildeon Rosa. “Ela [Zulma] realmente não conhece a realidade de Itanhém, até porque viveu os quatro anos da gestão de Gedeon em Vitória”, provocou.

As mentiras da prefeita não pararam por aí.

Por mais que Zulma Pinheiro tenha sempre vivido na capital do Espírito Santo, ela sempre esteve antenada com Itanhém e os municípios vizinhos, tendo sido, inclusive secretária na administração do pai e concorrido três eleições como candidata a prefeita. Assim, não podemos admitir que Zulma Pinheiro seja uma pessoa tão desinformada ao ponto de desconhecer dados básicas sobre Medeiros Neto, que fica a 30 km de Itanhém e sobre Vereda que, por sinal, o irmão dela – o secretário da Educação – concorreu as eleições em 2004, quando foi derrotado por Adalberto da Rocha Nonato.

“[Itanhém tem] 1.400 km², Medeiros Neto tem 500, praticamente três vezes menor que Itanhém, com uma arrecadação lá em cima, nós em Itanhém não temos uma indústria. Vereda são 300 km², praticamente cinco vezes menor que Itanhém”, disse Zulma Pinheiro, tentando conquistar votos para seus candidatos em Ibirajá.

Na verdade, a prefeita queria justificar porque muito pouco ela tem feito em Itanhém, embora já tenha passado quase dois anos de sua administração. O objetivo dela, ao fingir não conhecer geograficamente Medeiros Neto e Vereda foi persuadir as pessoas no sentido de que Itanhém é muito grande, se comparado com os dois municípios que, na atualidade, não apresentam grandes dificuldades administrativas.

O município de Itanhém tem 1.445 km² de área e não 1.400 km², como disse a prefeita. Medeiros Neto nunca foi “praticamente três vezes menor que o município de Itanhém” e nunca teve 500 km², como foi citado e sim 1.246 km², isto é, apenas 201 km² a menos que a área de Itanhém. Já Vereda tem 828,7 km² e não 300 km², como tentou impressionar Zulma Pinheiro.

Por falar em números, a prefeita disse que estamos a 1.000 km de Salvador quando, na verdade, a capital baiana está a aproximadamente 800 km da capital. Depois da apresentação propositalmente equivocadas desses números, Zulma Pinheiro pediu ao público que tomasse cuidado com os candidatos que não fossem os apoiados por ela. E, largou mais uma mentira.

“Esses a gente sabe que não colocaram nada de verba para nosso município. Nada! Absolutamente nada! Vários anos já receberam votos, vocês procurem saber qual emenda que esses deputados colocaram para o nosso município. Nenhuma!”, enfatizou.

Na verdade, várias verbas foram canalizadas para o município de Itanhém desde o ano passado por candidatos que não são apoiados pelo grupo da prefeita. Obras como poços artesianos, ambulância, calçamentos e investimentos na saúde são alguns exemplos.

Destaque HOME

Após reunião da Câmara, durante bate-boca, vereador de Itanhém chama interlocutor de ‘filho da puta’

mm

Publicado

em

A sessão ordinária da Câmara de Itanhém desta quinta-feira (18) seria como outra qualquer, se não fosse o bate-boca que ocorreu depois da reunião, já do lado de fora.

Sasdelli Resende (PSDB), que será o próximo presidente da Câmara, a partir de 2019, foi questionado por um morador do município, sobre mensagens que o vereador havia enviado para ele através do WhatsApp e o vereador teria retrucado com palavras ofensivas. Galdino Cacique (à direita da foto) teria sido chamado de ‘filho da puta’ pelas redes sociais e queria ouvir da própria boca do vereador aquela e outras agressões.

“Na saída da reunião eu presenciei uma cena triste. Mostrando mensagens no celular, Galdino pediu para Sasdelli falar pessoalmente o que o vereador havia dito através de mensagens, frisando que ele não era filho da puta”, descreveu o vereador André Correia (PHS), quando procurado pelo Água Preta News. “Aí o vereador foi no carro e voltou dizendo palavras de baixo calão na frente de funcionários da casa legislativa e dos senhores Horácio Afonso e Elizeu Binas”, completou André, enfatizando que em nenhum momento ouviu qualquer agressão por parte do interlocutor de Sasdelli Resende.

A reportagem também procurou Elizeu Binas, que é estudante de Direito. Ele confirmou as agressões por arte do vereador.

“Eu estava no momento que aconteceu essa desavença. Galdino, quando Sasdelli desceu a escada da Câmara, pediu para ele repetir o que havia falado no WhatsApp. Sasdelli pediu para Galdino respeitá-lo porque ele não era a prefeita Zulma e Galdino insistiu para ele repetir o que o vereador havia falado no WhatsApp, dizendo que no WhatsApp todo mundo era homem. Aí Sasdelli voltou e falou ‘eu te chamei de menino, filho da puta e me respeite senão você vai dormir no Castelo de Grayskull, não mexe comigo não se não o negócio vai pesar pra o seu lado’. Depois, Sasdelli entrou no carro foi em direção à prefeitura e voltou e, de dentro do carro, chamou novamente Galdino de filho da puta e babaca, só que muito mais alterado do que da primeira vez”, explicou o acadêmico, enfatizando que Galdino demonstrou tranquilidade e não proferiu nenhuma ofensa e que achou vergonhosa a atitude do vereador, por se tratar de uma figura pública.

Galdino disse ao portal que nas redes sociais apenas fez questionamentos de ordem política e não pessoal. Ele forneceu os prints da conversa que teve com o vereador ao Água Preta News e estuda processar o parlamentar.

O vereador Sasdelli, por sua vez, disse que só exigiu respeito.

“Só pedir pra ele me respeitar, pois ele vem há um bom tempo me insultando e faltando respeito com a minha pessoa. Você conhece a minha conduta, sabe que não sou de desavença, mas também não tenho sangue de barata”, afirmou.

Continuar leitura...

Destaque HOME

CDL promove carreata para lançar campanha de natal em Itanhém

mm

Publicado

em

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itanhém realizou, na noite desta quarta-feira (17), uma carreata pelas principais ruas para o lançamento da ‘Campanha Natal dos Sonhos 2018’, que vai estimular as vendas no comércio no período natalino.

Antes da carreata os diretores da CDL e empresários se reuniram na sede da entidade, na Avenida Maria Moreira Lisboa, no Centro da cidade, para o lançamento oficial da campanha.

Serão sorteados dois cheques nos valores de R$ 5 mil e R$ 2 mil e dois vales-compra no valor de R$ 1 mil e 10 no valor de R$ 500 cada, além de 50 prêmios extras.

Para concorrer, em cada R$ 25 em compras o cliente recebe um cupom, que deve ser depositado nas lojas participantes. O sorteio está previsto para o próximo mês janeiro.

A presidente da CDL, Thauane Ferraz Avelar Verly  disse que a carreata “é o pontapé inicial da campanha”. E mais. “Queremos mostrar à população que Itanhém já está entrando no clima do natal e que comprando no nosso comércio, além de aquecer a nossa economia é possível ganhar prêmios sensacionais.”

Empresários que fazem parte da diretores da CDL.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Professor Romilson – irmão de ‘Nenem Cowboy’ – é encontrado morto em zona rural de Jucuruçu

mm

Publicado

em

O itanheense Romilson Oliveira Pereira, 54 anos, mais conhecido como Bai ou Cabelim, foi encontrado morto nesta quinta-feira (18), numa comunidade rural, próximo ao distrito de Monte Azul, município de Jucuruçu. Familiares confirmaram para a reportagem do Água Preta News a morte, que parece tratar-se de um homicídio, e seguiram para o local do crime.

O corpo estava nu, com marcas de sangue e sinais de agressão.

Romilson, que era filho de Miliano, um morador antigo da cidade de Itanhém, e irmão de Tonho de Miliano e Nenem Cowboy, lecionava nos municípios de Jucuruçu e Guaratinga, na Bahia, e Santo Antônio do Jacinto, em Minas Gerais. [Colaborou Show Som Rádio Web]

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA