Connect with us

Destaque HOME

Secretário diz a professores em greve que município está falido e que o ex-prefeito Bentivi deixou dívidas com o INSS

mm

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira (20), na sede da secretaria da Educação de Itanhém, o secretário Álvaro Pinheiro, que é irmão da prefeita Zulma Pinheiro (MDB), em reunião com representantes do núcleo sindical da APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia), disse que o município está falido e, entre outras coisas, citou dívidas do INSS deixadas pelo ex-prefeito Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB). A prefeita mais uma vez não compareceu para dialogar com os professores, que já entraram para a terceira semana de greve.

O secretário disse ainda que não tem dinheiro para atender as reivindicações da categoria e enfatizou que nesse mês de abril o pagamento dos profissionais da educação não será feito apenas com recursos do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Álvaro Pinheiro disse ainda que o pagamento aos funcionários da educação causou a paralisação das obras do município.

Relatório

Um técnico da APLB, com base na documentação fornecida pela prefeitura no início da semana, calculou o impacto que os valores das reivindicações dos professores dariam na contabilidade do município de Itanhém.

Noel Vieira dos Santos mostrou, em seu relatório, que os cofres públicos precisam apenas de R$ 32.295,94 para atender a categoria. De acordo com o técnico, esses valores são assim distribuídos: R$ 7.028,58 para pagamento de títulos, R$ 19.079,20 para quinquênios do quadro ocupacional e R$ 6.188,16 para as reservas técnicas.

De proposta mesmo, o secretário praticamente repetiu o que já havia falado em reuniões anteriores. Disse que faria a publicação da portaria da redução da jornada para a educação infantil, fundamental I e II, com aplicabilidade para o fundamental II para o mês de maio, percentual de 3,5% de quinquênio para o pessoal de apoio para janeiro de 2019 e o percentual de títulos seria discutido no segundo semestre.

A proposta será apresentada à categoria, em assembleia extraordinária, na próxima segunda-feira (23), quando a greve já terá completada 20 dias, além das 72 horas de paralisação feitas antes da greve.

FOTO/arquivo: Álvaro Pinheiro.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
1 Comentário

1 Comment

  1. João santos

    21 de abril de 2018 at 12:14

    Não sou político e mantenho a postura de não falar da incompetência dos Batistas e seus capachos. Mas, me choca quando por inescrupolosidade vem a público falar do Prefeito Bemtivi.
    A família Batista ou Pinheiro, como quiserem sempre administraram lesando o erário, bem como a vida privada do cidadão itanheense.
    Vou lembrar nomes aqui e quem conhece a família essas famílias e entidades vão lembrar o que ocorreu na família que hoje conduz os rumos de nossa querida Itanhém.
    FRICASA
    ROTARACT
    JOÃO ROSEIRA
    ZUINÃO
    CESAR

    Quem são vocês para falarem das Gestões de Bemtivi.

    Parem com essas falácias enganadoras e mentirosas.

    Acho que esses gestores não merecem o crédito que o povo de Itanhém lhe dão.

    MAS O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECEM. (Ditado popular)

    FICA A DICA E VIVA ÁGUA PRETA.

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque HOME

Apoiadores de Mildson Medeiros vão receber Cacá Leão e Zé Cocá no trevo da cidade, de onde sairão em carreata

mm

Publicado

em

O ex-candidato a prefeito de Itanhém, Mildson Medeiros (PSD), anunciou nas redes sociais que a recepção aos candidatos a deputados que ele apoia vai iniciar no trevo da cidade, na BA-290, de onde todos seguirão em carreata para a Praça Otávio Mangabeira, no Bairro São João, onde está instalado o Terminal Rodoviário.

A expectativa dos apoiadores de Mildson  Medeiros é a de que a recepção a Cacá Leão [candidato a federal] e Zé Cocá, ambos do Partido Progressista, será o maior evento político do ano no município.

Ao contrário de outras recepções à candidatos, que aconteceu em locais de pouco espaço e inadequados,  como a Casa da Cultura, por exemplo, Mildson Medeiros escolheu um logradouro público, que poderá reunir o maior número possível de pessoas.

Considerado a maior liderança política do município da atualidade, o ex-candidato a prefeito mostra o seu prestígio político quando consegue trazer a Itanhém o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), numa eleição muito disputada e com pouco tempo disponível para campanha.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereador reivindica ambulância que teria sido solicitada por Ronaldo Correia

mm

Publicado

em

O vereador Sasdelli Resende (PSDB) reivindicou a ambulância que foi comprada para o município de Itanhém, através de uma emenda do deputado Roberto Brito (PP). A imprensa noticiou  que a ambulância havia sido solicitada pelo presidente da Câmara, Ronaldo Correia (PC do B). Até o site ItanhémFest, que dá sustentabilidade à administração de Zulma Pinheiro (MDB), prefeita a quem Sasdelli Resende é ligado politicamente, noticiou que o veículo tratava-se da segunda ambulância que Ronaldo Correia havia conseguido para a população de Itanhém.

Quando provocado em um grupo de WhatsApp, Sasdelli Resende publicou um documento que diz ser a comprovação de que a emenda da ambulância foi destinada a ele e não a Ronaldo Correia. Além disso, o vereador gravou um áudio nas redes sociais.

“Essa ambulância é um pedido que fiz, junto com a prefeita Zulma, ao deputado Roberto Brito. Mandei [no WhatsApp] foto do documento datado e assinado, de onde sai e para onde vai, então, está tudo registrado. Até o final de semana Batinga será contemplado, como foi prometido pelo vereador Sasdelli”, disse.

Com a reivindicação de Sasdelli Resende, Ronaldo Correia precisa agora apresentar à população a segunda ambulância que disse ter conseguido para Itanhém, através do deputado Roberto Brito. O parlamentar, por sinal, em reportagem no último dia 4 de agosto afirmou ao Água Preta News a existência de uma emenda para aquisição de uma ambulância que havia sido solicitada por Ronaldo Correia. Até o momento o presidente da Câmara não se manifestou sobre o assunto.

FOTO/redes sociais: A ambulância, de acordo com o vereador Sasdelli atenderá a população de Batinga.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereador desmente assessor da prefeita, dizendo que deputados não são contra asfalto de Batinga

mm

Publicado

em

A prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (MDB), não executou emendas importantes para o desenvolvimento do município, que foram solicitadas pelo vereador Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), aos deputados Ronaldo Carletto e Robinho, ambos do Partido Progressista.

O vereador, que já foi presidente da Câmara Municipal, faz oposição a chefe do Executivo e os deputados não são os candidatos que ela apoia.

No total, Nem Mendes conseguiu R$ 630 mil em emendas com os parlamentares: R$ 300 mil para a saúde, R$ 80 mil para aquisição de uma ambulância e R$ 250 mil para o calçamento de várias algumas no distrito de Batinga. Todos esses valores, de acordo com o vereador, já foram depositados na conta da prefeitura e as obras não têm se quer previsão de início.

Com os deputados, Nem Mendes ainda conseguiu a perfuração de um poço artesiano, com uma vazão de 28 mil litros de água por hora e a construção de toda a logística de distribuição da água para mais de 430 residências do distrito de Santa Rita do Planalto. Só na logística foram investidos R$ 530 mil. Esta obra vem sendo realizada porque, segundo Nem Mendes, não depende de decisão da prefeita para executá-la.

Na defesa dos interesses políticos de Carletto e Robinho, Nem Mendes, entre outras lideranças, conta com o apoio do vereador André Correia (PHS), que é o maior nome da oposição no Legislativo.

Na noite desta segunda-feira (24), nas redes sociais, um dos assessores da prefeita fez insinuações de que os deputados Ronaldo Carletto e Robinho são contra o asfaltamento da BA-290, no trecho que liga a cidade de Itanhém ao estado de Minas Gerais e o vereador rebateu a postura do assessor.

“Tenho motivos para não votar mais. Já votei e não gostei. Querer impedir o asfalto pra Batinga é golpe baixo”, escreveu o assessor em um grupo de WhatsApp, ao passo que contestado pelo vereador. “Como assessor da prefeita, pede a ela para executar a emenda que os deputados Robinho e Ronaldo Carletto colocaram para fazer o calçamento de Batinga”, disse Nem Mendes, desafiando. “Aí você vem com essa mentira que os deputados estão contra o asfalto; manda aí a reportagem que você viu”.

FOTO/arquivo: Nem Mendes quando esteve na CERB, em Salvador, com o deputado Robinho, para conseguir poço artesiano e outras obras.,

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA