Connect with us

Destaque HOME

Água de chuva dessa vez teve maior vasão porque prefeitura está cuidando dos 5 km de valetas da cidade de Itanhém

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

A rua que aparece na foto de capa desta reportagem é a Eliotério Rodrigues, no Bairro São João, na região conhecida como Bairro São Paulo.

O alagamento mostrado na imagem foi em razão da chuva de granizo que atingiu a cidade de Itanhém, na noite da última quinta-feira (1). Além de alagar ruas que há anos já sofrem nessas épocas, a chuva, acompanhada de um forte vento derrubou parte do Santuário Jesus Misericordioso, da Igreja Católica, destruiu pelo menos duas casas na zona rural, nos arredores da cidade e destelhou dezenas de outras residências.

Desta vez a enxurrada escorreu mais rapidamente, dando maior vazão à água da chuva, em razão da limpeza que a secretaria da Infraestrutura vem fazendo nas valetas. No total, a cidade tem cerca de cinco quilômetros que estão sendo restauradas.

Veja, nas imagens abaixo, como a principal valeta, aquela que divide os Bairros São João e Grinaldo Medeiros, foi abandonada pela gestão de Zulma Pinheiro. A gestão anterior passou praticamente todo o seu mandato sem fazer manutenção naquela valeta que é a responsável pela maior parte do escoamento de água pluvial da cidade.

LEIA também:

Prefeitura de Itanhém continua limpeza de valetas. Serviço não era feito há quatro anos

 

Veja como Mildson recebeu.

Veja como está hoje, sem mato e sem lixo que impeça o escoamento da água de chuva.