Connect with us

News

Após atentado contra a democracia nas escolas de Itanhém eleição de diretores acontece nesta terça (10)

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Após atentado contra a democracia nas escolas e graças a uma determinação da Justiça, as eleições para diretor e vice-diretor da rede municipal de ensino ocorrem, nesta terça-feira (10), em todo o município de Itanhém, das 8h às 20h.

Em abril desse ano, a prefeita Zulma Pinheiro (MDB), com o apoio dos vereadores que, em detrimento dos direitos da população, dão sustentação à sua gestão, criou a Lei Municipal nº 207, que acabou com a eleição nas escolas municipais.

Uma guerra jurídica travada pela Dra. Kerry Anne Esteves, entretanto, terminou com a vitória dos vereadores Deilton Porto, o Caboquinho (DEM), Luiz Marcos Vilas Boas, o Marquinhos (PSB) e André Correia (PHS), os quais, através da advogada, lutam em defesa da eleição dos diretores escolares da rede municipal de ensino.

Depois disso, o núcleo sindical de Itanhém da APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia) também entrou com representação judicial, alegando ilegalidade na alteração da lei.

A APLB, através do seu coordenador Marco Antônio Pires dos Santos, se manifestou nas redes sociais sobre a expectativa das eleições.

“A expectativa é muito grande, já vencemos o desafio para que a eleição acontecesse, não temos dúvida da indiferença da gestão, sobretudo para aqueles não concordam com certas ações”, escreveu o coordenador. “Sejamos fortes, esperançosos e que tenhamos uma eleição pautada no respeito e na verdadeira democracia, que nossa categoria merece”, enfatizou. “Vamos continuar lutando contra a perseguição e que nossas escolas não sejam cabide de emprego e os profissionais sejam respeitados junto a comunidade escolar”, finalizou.

Em sua página no Facebook, na manhã desta terça, Dr. Kerry Anne, que é mãe de aluno de uma das escolas municipais, fala em avanço ao manifestar o seu voto.

“Hoje teremos a eleição para escolha de diretores das escolas municipais.
Como meu filho estuda no São Bernardo, tenho direito à voto. Escolhi votar ‘SIM’ na chapa única, encabeçada por Normélia Alquilina porque sou uma mãe presente na escola e sei da capacidade e do compromisso dela e sua equipe, na condução dos trabalhos e dos alunos. Vamos avançar!”, escreveu.

André Correia, um dos vereadores que defende a democracia nas escolas de Itanhém, disse que “a votação que ocorre hoje no município é o resultado da luta de todos aqueles que verdadeiramente têm compromisso com o desenvolvimento de Itanhém e com o futuro das crianças e adolescentes que lá estudam.”

FOTO arquivo: Vereador André Correia, que defende a eleição para diretores escolares, com Mildson Medeiros.