Connect with us

Sem categoria

Autoritarismo e atraso estão de volta à presidência da Câmara de Itanhém

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] Com os últimos acontecimentos, não resta dúvida de que a Câmara de Vereadores de Itanhém se tornou palco de dois velhos atores conhecidos das pessoas que não têm memória curta: o autoritarismo e o atraso.

Em maior ou menor dimensão, esses dois personagens famigerados vivem dando as caras no Legislativo itanheense. Claro que isso vale também para o Executivo Municipal, mas, no momento, vou me restringir à chamada Casa do povo, se é que assim pode denominada depois de suas portas terem sido fechadas durante a realização da reunião da última segunda-feira (22).

Para ilustrar, citarei dois momentos diversos e bem demarcados no tempo, nos quais os atores em questão tiveram seus papéis bem valorizados. Estou me referindo aos ex-presidentes Newton Pinheiro, Madson Medeiros e Robinho Caires.

Newton Pinheiro, irmão da prefeita Zulma Pinheiro e comandante de duas secretarias, da Administração e Finanças e da Infraestrutura, na época em que o pai dele, Manoel Batista dos Santos, o Neco, era o prefeito, descontou valores dos salários de Alfim Alves do Nascimento e Amélio Págio, ambos do PT, porque os vereadores rejeitaram assinar atas fantasmas. Newton se manteve presidente do Legislativo durante o quadriênio que o pai esteve no Executivo, de 2001 a 2004, tendo para isso alterado o regimento interno da Câmara, com o apoio, claro, dos vereadores que comiam na mão dos Batistas.

Antes disso, Madson Medeiros, durante os anos 90, mostrou como se administra o Poder Legislativo com mãos de ferro, tendo chegado ao cúmulo de proibir a presença da imprensa durante as sessões ordinárias.

O saudoso Robinho Caires, nos anos 2000, chegou a expulsar um vereador do plenário da Casa legislativa porque, supostamente, teria lhe faltado com o respeito. O vereador em questão tem nome e sobrenome: Delzivan da Silva Gomes.

Em solidariedade ao colega, três vereadores abandonaram aquela sessão, Valdemar Oliveira, o Dema, Luiz Marcos Vilas Boas, o Marquinhos, e Deolisano José de Sousa, o Deó e tiveram seus vencimentos reduzidos.

Não há dúvidas de que esses presidentes excederam à frente da presidência e o  resultado do excesso ficou evidente na vitória do autoritarismo sobre a democracia e da valorização do atraso sobre o avanço. Mas se engana quem pensa que essa prática nefasta ficou esquecida no passado. Muito pelo contrário. Infelizmente, ela está de volta ao cenário legislativo atual e o responsável pela volta da dupla terrível ao estrelato é conhecido de todos: Sasdelli Welber Resende e Santos – ou Sasdelli Resende Afonso, como ele costuma se apresentar.

Ele assumiu a presidência da Câmara há pouco mais de três meses, mas já espalhou a poeira do autoritarismo e do atraso. Primeiro, liderou a aprovação de uma lei que proíbe uma conquista marcante da classe educadora, a eleição para diretores das escolas municipais. Segundo, ele requisitou força policial para expulsar um cidadão mais exaltado de recente reunião. Depois, sentindo-se o rei da cocada preta, mandou descontar R$ 1 mil dos subsídios de três vereadores da oposição que ousaram abandonar a sessão ordinária (bota ordinária nisso!) em protesto contra a tal lei.

Sasdelli entra para a história legislativa de Itanhém como um presidente que, no auge da sua arrogância e sustentado por um regimento de mesmo quilate, manda retirar parte dos subsídios de seus pares como forma de lhes calar a voz ou intimidá-los.

Esse golpe ficará impune? Com a palavra os vereadores humilhados, André Correia, Caboquinho e, lá de Ibirajá, Marquinhos, a quem o pai, desde pequeno ensinou ‘a respeitar as pessoas, mas nunca levar desaforo pra casa’.

Como Sasdelli é comensal dos Pinheiros, o clima de terror deve aumentar nos próximos meses, porque o pequeno jacaré está sendo bem cevado à base de pitadas de poder que, ao chegar à cabeça, deixa o indivíduo arrogante ou atrasado. Ou as duas coisas juntas.

Qual será a próxima afronta? Nomear parte dos diretores da rede municipal de ensino ou amordaçar os vereadores da oposição? Ou as duas coisas juntas?

Sem categoria

PSD publica edital de convocação para convenção municipal, no dia 25

mm

Publicado

em

EDITAL

Nos termos da legislação em vigor, ficam convocados, por este Edital, todos os eleitores filiados ao Partido Social Democrático, neste município, para a Convenção Municipal que será realizada no dia 25 de maio de 2019, com início às 14h55 e encerramento às 18h, na Avenida Alves de Macedo, s/nº, Bairro São João, nesta cidade, com a seguinte

PAUTA DE DELIBERAÇÃO

a) Eleição, por voto direto e secreto, do Diretório Municipal, que será constituído de 8 Membros e de suplentes;

b) Eleição, por voto direto e secreto, de Delegados e respectivos suplentes à Convenção Estadual;

c) Eleição, por voto direto e secreto, dos Membros dos Órgãos Auxiliares.

Na mesma data, serão eleitos a Comissão Executiva Municipal e seus suplentes, em reunião do Diretório Municipal eleito, convocada por este edital para às 16 horas, no mesmo local.

No dia 24, das 08h às 17 h, a Comissão Executiva Municipal estará de plantão na Praça da Liberdade s/n, Centro, para receber o Registro de Chapas.

Itanhém 16 de Maio de 2019 .

Mildson Dias Medeiros

Presidente da Comissão Executiva Municipal

Comissão Municipal Provisória

Continuar leitura...

Sem categoria

Deputados e ex-vice-prefeito que apoiam Mildson Medeiros confirmam presença em convenção do PSD

mm

Publicado

em

Os deputados federal Cacá Leão e estadual Zé Cocá, ambos do Partido Progressista, gravaram vídeo dizendo que vão se fazer presentes na convenção do Partido Social Democrata (PSD), que lanço Mildson Medeiros candidato a prefeito na última eleição municipal.

A convenção acontece na tarde do próximo sábado (25), no Colégio Polivalente, em Itanhém.

“Estaremos com Mildson e toda a nossa turma em Itanhém para uma grande festa”, disse Cacá Leão, que é filho de João Leão, vice-governador da Bahia. “Estaremos juntos para uma Itanhém muito melhor”, completou Zé Cocá.

O ex-vice-prefeito Alex Chaves (PT) também marcou presença e convidou a comunidade em vídeo gravado nas redes sociais.

“[Quero] convidar toda a população de Itanhém para a convenção do PSD, 55, no próximo sábado. Vamos estar juntos, a gente precisa construir um planejamento interessante para o PSD no nosso município, especialmente para a agricultura que está muito necessitada”, afirmou.

Continuar leitura...

Sem categoria

Escola de dança homenageia mães teixeirenses com “Sarau para elas”

mm

Publicado

em

A Escola de Dança Agnaldo Bomfim realizou no último domingo (19), a partir das 17h30, na Praça da Bíblia, o “Sarau para elas”.

O evento, que envolveu música, poesia e dança, foi uma homenagem da escola às mães dos alunos e às mães teixeirenses em geral.

Poeta Almir Zarfeg e o coreógrafo Agnaldo Bomfim.

Parte dos alunos – matriculados em cursos de balé e outros estilos como jazz e dança moderna – se declarou para suas mães recitando poemas, cantando e, claro, dançando. As coreografias foram desenvolvidas especialmente para as mamães cujo dia é comemorado no 2º domingo de maio.

“Por causa dos compromissos de cada família, resolvemos homenagear as mães hoje, mas todos os 365 dias do ano deveriam ser dedicados a elas”, afirmou o diretor e coreógrafo Agnaldo Bomfim, dando as boas-vindas aos presentes.

A partir daí, os olhos da plateia se iluminaram com as coreografias que, sempre acompanhadas de belas canções, fizeram a alegria das mães presentes.

Mas os pais que compareceram também gostaram do que viram, como o poeta e jornalista Almir Zarfeg, que é pai da aluna de jazz adulto, Dani Ferraz. Além de se maravilhar, ele registrou tudo com carinho.

“Fiquei maravilhado com as performances dos alunos e, também, do diretor e coreógrafo Agnaldo Bomfim”, disse Zarfeg à reportagem do portal Água Preta News.

Coreógrafo Agnaldo Bomfim e a aluna Dani Ferraz.

Ao final, Zarfeg posou ao lado de Agnaldo Bomfim e elogiou a apresentação. “Um espetáculo inesquecível em plena praça e ao alcance de todos. Meus parabéns aos envolvidos e que esse tipo de iniciativa se repita mais vezes”, concluiu Zarfeg, que é presidente da Academia Teixeirense de Letras (ATL).

Zarfeg aproveitou a oportunidade para convidar Agnaldo e seus alunos para abrilhantarem uma das sessões solenes da ATL. O coreógrafo topou e agora todos aguardam que a ideia se realize.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA