Connect with us

News

Câmara de Itanhém aumenta número de vereadores

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

O número de vereadores da Câmara Municipal de Itanhém passará de 9 para 11.

A emenda à Lei Orgânica nº 01/2019, votada na sessão desta segunda-feira (2) e promulgada no dia seguinte pelo presidente Sasdelli Resende (PSDB), alterou o parágrafo terceiro do artigo 13, permitindo a adição de mais duas cadeiras no Legislativo itanheense.

O novo número de cadeiras já passa a valer para as eleições de 2020.

VEJA também:

Áudio de irmão de ex-presidente da Câmara de Itanhém vaza e vereadores estão preocupados se assinaturas foram falsificadas

Vereador que teve seu nome citado em áudio que vazou diz que documento já desapareceu da Câmara de Itanhém

Preocupados com assinaturas que podem ter sido falsificadas vereadores cobram atitude do presidente da Câmara de Itanhém

Nem Mendes quer saber por que Renato Correia tem livre acesso a todas as repartições da Câmara de Itanhém

Com as mudanças para as eleições do próximo ano e o fim das coligações para vereador, um aumento no número de parlamentares deve favorecer principalmente os políticos com mandato, pois resulta em mais chances de reeleição em 2020.

Embora constitucional, a ampliação da quantidade de vereadores não necessariamente garante uma maior representatividade, já que o sistema político brasileiro não é por voto distrital para eleições municipais. A representação política precisa ser vista a partir da qualidade e não da quantidade. Não garante também maior poder de fiscalização, uma vez que a grande maioria utiliza a representação do povo para se beneficiar e beneficiar esposas e familiares, principalmente através de empregos ofertados pelo chefe do Executivo para manter os vereadores “pianinhos”.

O salário de um vereador em Itanhém, que também recebe décimo terceiro e férias, é de aproximadamente R$ 5 mil.

FOTO DA CAPA: Arquivo

Publicidade: