Connect with us

Entretenimento

Como deixar a casa livre de mofo e bactérias no verão

mm

Publicado

em

[M de Mulher]

O verão é uma época em que, se não tomarmos cuidado, as paredes da casa, as toalhas de banho e até as roupas dentro dos armários começam a mofar. A combinação de chuva, tempo abafado e casa fechada por muitas horas do dia é perfeita (no mau sentido) para levar bolor, fungos e bactérias para todos os cantos.

A boa notícia: é perfeitamente possível evitar e também se livrar do mofo já instalado e desses micro-organismos que ninguém convidou. Vamos a oito dicas que podem salvar sua casa!

Ventile a casa

É o pontapé inicial para evitar que as paredes e os armários mofem. “Durante o verão, o percentual de umidade do ar fica entre 60% e 70%, o que favorece o aumento de ácaros. Eles podem causar asma, rinite e muitos outros problemas respiratórios”, explica o biomédico e microbiologista Roberto Figueiredo, mais conhecido como Dr. Bactéria.

Sempre dê preferência para abrir as janelas para a ventilação da manhã, quando o ar é mais puro (ou menos poluído) e os mosquitos não estão por aí doidinhos para entrar.

Limpe colchões, tapetes, sofás e armários uma vez por semana

Isso você faz com uma receitinha caseira e uma boa esponja. Dilua meio copo de vinagre 6% ácido acético (isso está escrito no rótulo) na mesma medida de água e aplique a solução sobre as superfícies dos objetos. O melhor tipo de esponja é aquela de cozinha, amarela de um lado e verde do outro, principalmente se ela tiver íons de prata na composição (também está escrito na embalagem quando tem). Use o lado amarelo para a aplicação.

Faça o mesmo nas faces internas dos armários dos quartos e da cozinha, mas com eles tenha o cuidado de testar a solução em um cantinho, para verificar se ela não os manchará. Caso manche, faça a limpeza com produtos específicos para o material dos seus móveis.

Higienize banheiros e cozinha uma vez por dia

Nestes casos, use o vinagre puro na limpeza. Distribua o líquido na parte verde da esponja e mande ver nos azulejos e nas pias. ATENÇÃO: se alguma cuba for de inox ou outro tipo de metal, use o lado amarelo da esponja nela.

ATENÇÃO 2: Roberto recomenda que o vinagre não seja usado em bancadas de mármore, granito e pedras em geral, porque ele pode causar desgaste ou manchas nesses materiais. Nestes casos, você também precisará usar produtos de limpeza específicos.

Livre-se do mofo existente com água sanitária

Casos extremos pedem medidas extremas. Se o mofo já estiver instalado em alguma parede ou parte interna de armário, aplique água sanitária na superfície embolorada.

Paula Roberta da Silva, especialista em limpeza e facilidades da Dona Resolve, ensina: “Dilua 100 ml de água sanitária em um litro d’água e aplique a mistura no local atingido pelo mofo. Deixe agir por 30 minutos, para facilitar a retirada da mancha”.

O microbiologista Dr. Bactéria sugere que, em seguida, você use o lado verde da sua esponja para raspar com cuidado o local até ele voltar ao seu estado normal.

Para evitar o retorno do bolor, limpe diariamente esse local com água sanitária diluída em água. Mas, para a manutenção, basta passar esse líquido com o lado amarelo da esponja na superfície recuperada, sem esfregar nem nada.

Troque a esponja da cozinha a cada sete dias

Sim, esta é a vida útil da sua esponja de cozinha antes de ela começar a espalhar bactérias, fungos e micro-organismos mil pela casa. A cada semana, sua esponja deve ser jogada fora e substituída por uma novinha.

Desinfete sua esponja de cozinha diariamente

Todos os dias, deixe sua esponja mergulhada no vinagre por uns 15 minutos, para desinfetá-la e impedir que as bactérias e os micro-organismos comecem a organizar colônias nela. Se a esponja for dessas com íons de prata que falamos ali em cima, não precisa fazer isso, não: o próprio material se encarrega de matar o que for indesejado.

Tire o cheiro de mofo das toalhas de banho

Muitas vezes, nem a lavagem na máquina tira o cheiro de mofo – aquele cheiro de “guardado” – das toalhas de banho. É preciso, então, fazer uma lavagem especial, como Paula Roberta orienta:

– Lave três toalhas grandes (ou o equivalente a isso) por vez, no máximo;

– Coloque as toalhas na máquina de lavar roupa com o sabão de costume e espere o nível da água ser completado;

– Quando a máquina chegar ao nível de água, acrescente uma xícara (240 ml) de vinagre de álcool e deixe tudo de molho por 30 minutos – para isso, você precisará desligar a máquina ou abrir a tampa dela, para que ela não funcione;

– Passada a meia hora de molho, coloque a máquina para funcionar normalmente. Depois do enxague, espere a máquina encher de novo, adicione o amaciante e mais uma xícara de vinagre de álcool. Deixe o restante da lavagem rolar;

– Assim que terminar a centrifugação – mas assim que terminar MESMO –, tire as toalhas e as estenda em um local onde bata sol.

Tudo isso fará com que o cheiro de mofo saia das toalhas e elas fiquem bem higienizadas. As manchas, infelizmente, não saem mais. Mas o importante é elas estarem limpinhas e boas para o uso, né?

Não deixe as toalhas úmidas no banheiro

É muito mais fácil deixar as toalhas úmidas penduradas no banheiro, seja em ganchos ou no box, mas esta é a forma mais eficaz de mofá-las. Então, faça um pequeno esforço todos os dias e, depois do banho, estenda suas toalhas na área de serviço ou em algum lugar arejado da casa. Isso evitará o mofo e o mau cheiro.

Entretenimento

Delícia de verão: receita de mousse de morango com a fruta

Confira a receita de mousse de morango com a fruta superfácil!

mm

Publicado

em

[Isabela Henriques/ Terra]mousse é uma sobremesa fácil de fazer e muito gostosa. O melhor é que ela pode ser preparada de vários sabores, o que permite agradar a muitos gostosos. No TudoGostoso, você aprende a fazer mousse de chocolate, mousse de doce de leite, mousse de limão, mousse de manga e muitas outras delícias. E que tal conferir a receita de mousse de morango com a fruta? Sim! Sabe aqueles morangos que estão na geladeira e você não sabe o que fazer com eles? Chegou a hora de usá-los em uma sobremesa para lá de maravilhosa.
Confira a receita a seguir:

Receita de mousse de morango com a fruta

Ingredientes

1 caixa de morangos
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 pacote de gelatina incolor sem sabor
6 colheres (sopa) de água morna

Modo de preparo

O primeiro passo é higienizar os morangos. Certifique-se de remover os galhos e as folhinhas.
Na sequência, corte-os, coloque-os no liquidificador e bata. Se quiser, separe alguns morangos para decoração.
Acrescente o leite condensado e o creme de leite e continue batendo por alguns minutos.
Enquanto isso, hidrate a gelatina com a água morna por aproximadamente 5 minutos.
Em seguida, acrescente a gelatina hidratada com o liquidificador ligado.
Bata por mais 5 minutos para a mistura ficar bem homogênea.
Você pode colocar a mousse em potinhos individuais ou em um refratário grande.
Leve para a geladeira para firmar por pelo menos 4 horas antes de servir.
Decore com os morangos reservados.

Essa mousse fácil e deliciosa pode ser preparada com qualquer fruta: basta triturá-la bem antes de acrescentar os outros ingredientes.

 

 FOTO: Ilustrativa

 

Continuar leitura...

Entretenimento

Seu bebê só pode comer uva e jabuticaba deste jeito: nutricionista faz alerta

mm

Publicado

em

[GIULIA EBOHON] O momento de inserir novos ingredientes na alimentação do bebê é sempre recheado de dúvidas.

Conforme expõe a nutricionista Andreia Friques, de modo geral qualquer fruta pode estar presente no novo cardápio do pequeno, contudo é necessário ter alguns cuidados.

Algumas frutas são laxantes e outras dão mais energia, então é necessário saber dosar o quanto oferecer, além de ficar atento às particularidades do pequeno.

Além disso, algumas frutas devem ser apresentadas, de preferência, quando o bebê já tiver um maior controle da mastigação, pois podem oferecer riscos de engasgar. É o caso da uva e da jabuticaba.

Atenção ao corte das frutas

Tanto a uva quanto a jabuticaba são uma ótima opção de fruta para o pequeno, contudo, a nutricionista chama atenção para um cuidado indispensável na hora de oferecer as frutas.

A especialista explica ser necessário fazer um corte longitudinal no alimento, e retirar suas sementes. Essa orientação é essencial para evitar engasgamento.

Alimentos pequenos pedem atenção

Alimentos pequenos, como uva, jabuticaba, tomate-cereja, entre outros, são de tamanho semelhante aos das vias aéreas dos bebês e, por isso é necessário um corte longitudinal, para que não haja riscos dele engasgar ou sufocar.

Continuar leitura...

Entretenimento

Saiba o horário do eclipse com ‘superlua’ hoje nos Estados brasileiros

“Superlua de sangue”, momento de maior proximidade entre o satélite e a Terra, poderá ser vista às 2h41 (horário de Brasília).

mm

Publicado

em

[Giuliana Saringer, do R7O eclipse total da lua vai ocorrer na madrugada deste domingo (20) para segunda-feira (21) e poderá ser visto em todo o Brasil.

Quem acompanhar o eclipse também poderá observar a “Superlua”, que é o nome dado ao momento em que a lua, que é um satélite natural, está em máxima aproximação com a Terra.

O eclipse estará visível a partir das 0h37 (horário de Brasília), quando a lua ficará um pouco menos brilhante (eclipse penumbral).

Neste momento, a lua ficará avermelhada e, por isso, é chamada de “Lua de Sangue”.

O eclipse total deve ter duração de 1h02, ou seja, os brasileiros podem ver o fenômeno até às 3h43.

Depois disso, a lua volta a ficar mais iluminada até o final do eclipse, às 4h51.

Segundo o Observatório Nacional do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, esses horários valem para as cidades que seguem o horário de Brasília. Os brasileiros de outras regiões devem considerar o fuso causado pelo horário de verão para saber quando conseguirão ver a “Superlua”.

Veja os horários nos estados brasileiros:

Horário de Brasília (com horário de verão: fuso -2 horas)Goiás, Brasília, Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ilhas Arquipélago de São Pedro e São Paulo, Atol das Rocas, Fernando de Noronha, Martin Vaz e Trindade

Fuso de -3 horas: Pará, Amapá, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia

Reprodução/ Observatório Nacional

Fuso -4 horas: Amazonas, Roraima e Rondônia

Fuso -5 horas: Amazonas (extremo oeste) e Acre

O Observatório Nacional explica que, “quando toda a Lua está mergulhada na sombra, nós vemos a Lua sem receber luz direta do Sol, mas alguma luz do Sol atinge a superfície da lua por meio da atmosfera da Terra e algumas faixas de frequência da luz solar são filtradas, exatamente como acontece nos crepúsculos matutino e vespertino que estamos acostumados a ver antes do nascer do Sol e após o pôr do Sol”.

O próximo eclipse total da Lua visível no Brasil será em 2022.

Veja as fases do fenômeno:

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA