Connect with us

Destaque HOME

Conheça os primeiros colocados na versão externa do Prêmio Castro Alves de Literatura 2018

mm

Publicado

em

A Academia Teixeirense de Letras (ATL) divulgou na última terça-feira (6/3) os ganhadores da versão externa, categorias Poema e Crônica, do Prêmio Castro Alves de Literatura 2018. Mas só os leitores do Água Preta News vão conhecer, em primeira mão, a imagem dos primeiros colocados nas duas categorias do certame.

Trata-se de Josiane Alves, que ficou com o 1º lugar, na categoria Poema, com “Eu e você”. E Maurício de Novais Reis, que levou o 1º lugar, na categoria Crônica, com “A bailarina”. Além de medalhas e diplomas, eles vão receber uma quantia em dinheiro na sessão de premiação, marcada para o dia 14 (quarta-feira) de março, às 19h, no auditório da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas. Seus textos ainda serão publicados no volume III da antologia “ATL em verso e prosa!”.

Josi Alves, como é conhecida, tem 21 anos e cursa letras no campus X da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Ela é natural de Uberlândia (MG), mas vive em Teixeira desde os três anos de idade. Ela se envolveu com a poesia há bastante tempo, sendo uma das organizadoras do sarau “Não cale a arte!” Após concluir o curso de letras, Josi pretende dar aulas de literatura, sempre enfatizando a poesia contemporânea feminina.

Além de Josi Alves, também foram premiados na categoria Poema: Marcelo Portuária (2º lugar) com “A última lágrima da caipora” e Luiz Oss (3º lugar) com “Lágrimas de chuva”. As menções honrosas foram para Ada Fernanda (3ª menção honrosa) com “No samba da rosa o cravo é quem toca”; Erivan Santana (2ª mh) com “O Café”;  e Rose Rocha (1ª mh) com “O dia em que você chegou”.

Maurício Novais é natural de Itanhém, mas reside em Teixeira de Freitas, onde leciona filosofia, atua como coordenador pedagógico e cursa mestrado em “Ensino e Relações Étnico-Raciais” na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). O jovem ainda assina uma coluna no Jornal Alerta. Ele é autor dos livros “Não estamos interessados” (poemas), “Um crime passional” (romance) e, recentemente, publicou “O maravilhoso mundo de Alice” (infantojuvenil).

Além de Maurício Novais, também foram premiados na categoria Crônica: Gabriela Fernandes (2º lugar) com “O Sobrado” e Jesus Barreto (3º lugar) com “Achamos”. As menções honrosas foram para Patrícia Brito (3ª menção honrosa) com “Chega de saudade”; Irismar Santana (2ª mh) com “Ser nordestino é ser nordestileste”; e Auta Maria Monteiro (1ª mh) com “Era uma vez uma Teixeira ainda menina…”.

“Seja na categoria Poema ou na categoria Crônica, houve um salto quantitativo e qualitativo nos textos inscritos nesta 2ª edição do Prêmio Castro Alves de Literatura, o que não deixa dúvida quanto à importância do concurso literário que veio para ficar e incentivar a produção literária na região”, disse Fabiano Novais, que presidiu o corpo de jurados.

Almir Zarfeg, responsável pela organização do concurso, agradeceu a participação dos jurados, parabenizou os ganhadores e convocou a todos para a sessão de premiação.

“Conto com a presença de todos, ganhadores de medalhas, menções honrosas e público em geral para a grande festa da literatura e da cultura em nossa região”, afirmou Zarfeg, presidente da ATL.

FOTO: Maurício Novais, que ficou com o 1º lugar na categoria Crônica e Josi Alves, que levou o 1º lugar na categoria Poema.

Destaque HOME

Vereador solicita intervenção do poder público federal para serviços de urgência e emergência em Itanhém

mm

Publicado

em

Três reportagens do Água Preta News foram anexadas a uma solicitação de intervenção do poder público federal para que a prefeitura de Itanhém, com o fechamento do Hospital Maria Moreira Lisboa, faça funcionar serviços de urgência e emergência para atender a população. O pedido foi feito ao Ministério Público Federal (MPF), na tarde desta segunda-feira (10), na cidade de Teixeira de Freitas, pelo vereador André Correia (PHS).

“A gestora municipal Zulma Pinheiro não tomou providências que tem por obrigação, como disponibilizar um espaço físico adequado para os serviços de urgência/emergência, com profissional médico e equipe multiprofissional, deixando a população descoberta deste serviço”, destacou o vereador ao MPF.

O vereador destacou ainda que nos últimos dias vários pacientes foram deslocados para as cidades de Medeiros Neto e Teixeira de Freitas e que dois deles morreram por falta de atendimento emergencial.

Veja as reportagens que foram anexadas na solicitação feita ao MPF:

População faz manifestação pela reabertura de hospital. Prefeita diz que Itanhém tem 13 médicos

Com hospital fechado mecânico sofre infarto em Itanhém e morre em Medeiros Neto

Sem hospital pai de policial morre em Itanhém após uma hora dentro de Samu

Continuar leitura...

Destaque HOME

Carlos Mensitieri, imortal da ATL, agora é cidadão honorário teixeirense

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] O engenheiro civil, escritor e poeta Carlos Mensitieri agora é cidadão honorário teixeirense. Ele, que vive em Teixeira de Freitas/BA desde o início dos anos 80 e participou do processo de modernização da cidade, foi indicado à honraria maior do município pelo vereador e presidente do Legislativo Agnaldo Teixeira, o popular Agnaldo da Saúde. No total, 14 personalidades conquistaram o título de Cidadão Honorário Teixeirense na última quarta-feira, 5.

Ele ocupa a Cadeira nº 10 da Academia Teixeirense de Letras (ATL), da qual é tesoureiro e diretor de eventos. Carlos é membro também da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA) e da Academia Capixaba de Letras e Artes de Poetas Trovadores (ACLAPT). Além disso, é marquês ligado à Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, que é chefiada pelo Príncipe Dom Alexandre Carvalho.

O acadêmico é autor dos livros “Teixeira de Freitas: Uma questão de Planejamento Urbano para a segurança no trânsito” e “Poemas, Letras e Canções”, ambos editados pela PerSe.

“Agradeço a Deus também por minha amada e querida esposa Luciene Mensitieri, companheira de trinta e quatro anos e por meu filho amado Gabriel Mensitieri, responsáveis por minha persistente luta diária”, discursou o acadêmico em nome dos demais homenageados.

Em seu discurso, ele destacou a importância da honraria que finalmente recebeu.

“É sabido que o Título de Cidadão Honorário Teixeirense é a mais alta honraria concedida pela Câmara Municipal de Vereadores do Município de Teixeira de Freitas a moradores oriundos de outros municípios que praticaram atos de relevante interesse social para a população teixeirense”, pontuou.

Carlos acrescentou: “O aumento da responsabilidade social de cada homenageado está diretamente conectado com as ações futuras, onde não cabem frustrações a este Legislativo e tampouco à população teixeirense, que de forma indireta também homenageia cada um, criando com isso novas expectativas positivas com seus honorários cidadãos teixeirenses”.

Almir Zarfeg, presidente da ATL, foi pessoalmente à cerimônia dar os parabéns ao amigo e confrade Carlos Mensitieri. Também se fizeram presentes os acadêmicos Athylla Borborema, vice-presidente da ATL, Marcus Aurelius, conselheiro da instituição, Ramiro Guedes e Valci Vieira, que também é vereador.

“Meus parabéns ao amigo e confrade pela justa e merecida honraria. Parabéns também ao nobre vereador Agnaldo da Saúde pela indicação que, sem dúvida, jamais será esquecida por Carlos e pela ATL”, disse Zarfeg.

Vereador Agnaldo da Saúde e acadêmico Carlos Mensitieri.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Funcionária foi demitida por perseguição da prefeita Zulma Pinheiro, diz marido

mm

Publicado

em

Uma funcionária da secretaria de Desenvolvimento Social de Itanhém foi demitida na semana passada e segundo o seu esposo, Uilerman Gundim Santos, o Manzinho, trata-se de perseguição da prefeita Zulma Pinheiro (MDB).

“Fui na passeata pelo movimento em favor da reabertura do Hospital [Maria Moreira Lisboa], a prefeita em retaliação despediu minha mulher, reforçando a perseguição desse povo aí”, disse Manzinho ao Água Preta News.

De acordo com ele, Vanusa Alves Gomes Santos sempre foi uma funcionária exemplar.

“Nunca faltou um dia, a equipe e toda a população gostava dela e a prefeita [demitiu] por perseguição, até mesmo porque nem na manifestação ela estava, quem estava na manifestação fui eu e quem falou fui eu, então, como ela [a prefeita] não teve como me perseguir, perseguiu uma pessoa inocente, que estava fazendo o seu trabalho dignamente”, indignou-se.

Ainda de acordo com Manzinho, a irmã de Vanuza, Ludgéria Alves Gomes, por solidariedade pediu demissão da prefeitura.

Vanusa é tia de Rosilma Pinheiro, a mulher do irmão da prefeita, Newton Pinheiro, que ocupa as secretarias da Administração e Finanças e do Desenvolvimento.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA