Connect with us

Destaque HOME

Dona Roxa e seu filho e músico Liko Lisboa recebem homenagem no aniversário de Itanhém

mm

Publicado

em

Sebastiana de Souza Lisboa, a Dona Roxa(foto da capa), também teve o nome incluído na lista dos “60 homenageados” durante o 60º aniversário de Itanhém. Seu filho e músico Waraci de Souza Lisboa, o popular Liko Lisboa, também.

Continua depois da publicidade

Agência Lado B.

A iniciativa de homenagear 60 personalidades itanheenses partiu da Academia Teixeirense de Letras (ATL) e do portal Água Preta News, com o apoio providencial do Café Ticiana.

Dona Roxa chegou a Itanhém em 1932, com apenas dois anos de idade, juntamente com seus familiares, vindos de Águas Formosas/MG, liderados por seu saudoso pai, Jacinto José de Souza.

Às vésperas de completar 90 anos, ela é testemunha viva de um período longínquo em que Itanhém, que se chamava Água Preta, não possuía mais que 30 casas salteadas e alguns pontos comerciais. Sady Teixeira Lisboa, que comandaria o processo emancipatório, chegaria somente em 1933.

“Quando Sady chegou à vila de Água Preta, ele já encontrou nossa família e outros moradores ilustres, como Simplício Binas, Manoel Moreira, Fernando Nunes, Antônio Couve, Joaquim Ferreira e o comerciante turco Maruf”, disse Dona Roxa, viúva de Tacy Teixeira Lisboa, irmão de Sady.

Para escrever “Tecelão de ditos e feitos”, durante a celebração do nascimento de Sady Teixeira Lisboa, em 2010, Almir Zarfeg se valeu da memória privilegiada de Dona Roxa. “Sem a ajuda dela, eu jamais teria escrito o livro-reportagem”, disse Zarfeg, que, além de poeta e jornalista itanheense, preside a ATL.

Liko recebe a honraria.

Liko Lisboa, por sua vez, nasceu em Itanhém e, ainda adolescente, acompanhou as apresentações de “Os Leões”, conjunto musical empresariado pelo saudoso Seny Lisboa, seu irmão, e que causou sensação em Itanhém e cidades da região nas décadas de 60 e 70 do século passado.

Nos fins dos anos 70, Liko e seus familiares se mudaram para Belo Horizonte/MG, onde ele se envolveu profissionalmente com a música, gravando CDs, como “Fulô de Janeiro”, participando de festivais e se tornando amigo de cantadores mineiros, como Paulinho Pedra Azul, Rubinho do Vale, Pereira da Viola, Tattá Spalla e tantos outros.

“Como Clauduarte Sá, Liko Lisboa foi e continua sendo um grande divulgador das belezas água-pretenses, enfim, do povo itanheense”, afirmou Zarfeg, que teve o poema “Estrela” musicado por Liko. [Por Edelvânio Pinheiro]

João, Liko, Políbio, Zarfeg e Deilton.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
1 Comentário

1 Comment

  1. Antônio Batista dos Santos

    20 de agosto de 2018 at 20:56

    Parabéns a Dona Roxa e ao nosso Liko Lisboa! homenagem a pessoas que fizeram e fazem a história de Itanhém, nossa Água Preta!
    Viagei à praia com o pessoal do nosso saudoso Tacy Lisboa, um pessoal muito animado!
    na época Eles moravam em Belo Horizonte

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque HOME

Professora de Itanhém procura por documentos perdidos

mm

Publicado

em

Uma professora que mora na cidade de Itanhém sumiu uma bolsa contendo todos os seus documentos pessoais. Ludgéria Alves Gomes Pereira registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Itanhém nesta sexta-feira (1), mas não sabe precisar se o desaparecimento da bolsa ocorreu em Itanhém ou em Teixeira de Freitas.

A bolsa é pequena, de alça e da cor bege. Contatos podem ser feitos no WhattsApp (73) 9 9840-6101

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereadores votam contra solicitação de concurso público em Itanhém

mm

Publicado

em

Na reunião desta segunda-feira (25), o presidente da Câmara de Itanhém, Sasdelli Resende (PSDB) e os vereadores Ronaldo Correia (PC do B), Valdemar Oliveira (PT), Audrey Correia (PR) e Gelson Picoli (PSDB) votaram contra uma indicação de André Correia (PHS), que solicitava à prefeita Zulma Pinheiro o encaminhamento à Câmara Municipal, de um projeto de lei para a realização de concurso público.

Na verdade, desde a semana passada André Correia vem tentando pautar esta indicação, mas, segundo ele, o presidente da Câmara – que tem o poder de decidir quais matérias que devem ser colocadas em votação – não colocou o assunto em pauta.

Nestes casos, o regimento interno do Legislativo Municipal prevê que qualquer vereador pode solicita que sua indicação seja votada pelo plenário e assim foi feito, mas o pedido foi reprovado.

André Correia disse que não vai baixar a cabeça e que vai continuar fiscalizando e apresentando  projetos e indicações em defesa da população.

“Quando aceitarem”, ironizou o vereador.

Além de André Correia votaram a favor do concurso público Deilton Porto, o Caboquinho (DEM) e Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos (PSB). Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), não estava presente.

FOTO: Vereador André Correia disse que não vai baixar a cabeça.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Carro pega fogo em avenida movimentada de Itanhém

mm

Publicado

em

Um automóvel pegou fogo na Avenida Maria Moreira Lisboa a, mais movimentada de Itanhém, onde funciona o verdadeiro centro comercial da cidade, por volta das 11h30 desta segunda-feira (25).

O Fiat Uno cor branca, placa JOB-5766, de procedência de Serra-ES, segundo informações de populares, tinha em seu interior apenas o condutor, que não se feriu. O trânsito chegou a ficar interrompido, mas já foi liberado com a retirada do carro do local.

O fogo danificou apenas a parte frontal do automóvel. Pessoas que passavam pela avenida e comerciantes ajudaram apagando o fogo com baldes de água.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA