Connect with us

Destaque HOME

Duas décadas depois ônibus escolar está abandonado no ‘hospital da mentira’

mm

Publicado

em

Na semana passada, o vereador André Correia (PHS) encaminhou um vídeo para o Água Preta News, denunciando o descaso da prefeita Zulma Pinheiro (MDB) e de seu irmão, Álvaro Pinheiro, que é o secretário da Educação, com o transporte escolar do município. Veja o vídeo no final da reportagem.

Nas imagens aparecem um ônibus destinado ao transporte de alunos, abandonado em um terreno que, segundo o vereador, pertence ao outro irmão da prefeita, Newton Pinheiro, que ocupa as secretarias da Administração e Finanças e da Infraestrutura.

Na narrativa do vídeo, André Correia lembrou que o terreno é conhecido na cidade como “Hospital de Manoel Batista”. O vereador fez referência às eleições de 1996, quando o pai da prefeita, Neco Batista, foi candidato a prefeito, tendo sido derrotado pelo médico Oséas Moreira Lisboa, época em que aquela área foi utilizada para enganar os eleitores, dizendo que ali seria construído uma maternidade.

“Estamos aqui em frente ao terreno que era denominado “Hospital de Manoel Batista”. Tem um carro de uma empresa ali com [madeiras de] eucalipto tratado e como vocês vão poder ver agora, tem um ônibus da Educação estacionado há muito tempo”, narrou André Correia. “Eu quero saber o que este ônibus está fazendo aqui, pois era para estar transportando alunos, esse ônibus não era para estar aqui”, questionou.

No mesmo dia que o vídeo foi enviado ao portal de notícias, a reportagem do Água Preta News foi ao terreno, que fica localizado na saída para o Cruzeiro do Sul, e constatou que um micro-ônibus, comprado com recursos do Ministério da Educação, está ali faz muito tempo. A altura do mato em volta do veículo não deixa dúvidas quanto ao período do abandono.

Hospital da mentira

A denúncia do vereador nos faz voltar ao tempo e nos ajuda fazer uma análise reflexiva sobre a política da enganação que, volta e meia, é praticada pelo grupo político que atualmente é liderado por Álvaro Pinheiro e que, lamentavelmente comanda o município de Itanhém.

O grupo pode ser considerado profissional na arte do engodo político. Há 20 anos, quando muitos dos itanheenses dessa nova geração ainda não eram nascidos, essa mesma família, esses mesmos irmãos já sabiam que a maior carência da população, especialmente dos mais pobres, era a saúde. Por isso, naquela ocasião, na tentativa de eleger o pai prefeito pela segunda vez, disseram que iriam construir um hospital em Itanhém.

Capa do Jornal Impacto, de 1997.

O cenário escolhido para dar veracidade a mais uma trapaça política da família Batista, que hoje se transformou em família Pinheiro, foi exatamente este terreno, onde um micro-ônibus, que deveria estar servindo os alunos, encontra-se abandonado.

Na época, de acordo com o Jornal Impacto, o terreno era penhorado pela Caixa Econômica Federal, onde nenhuma obra poderia ser edificada, mas, mesmo assim, no desespero de convencer os eleitores, carentes por saúde, foi até dado início às edificações do hospital da mentira. Depois da vergonhosa derrota para Oséas Moreira Lisboa, o local virou o retrato do abandono e da solidão.

Duas décadas se passaram e novamente a família voltou a comandar os destinos administrativos de Itanhém, com o apoio do grupo político do próprio Óseas Moreira que, em troca, fez o filho vice-prefeito e ocupa a pasta da falida secretaria da Agricultura.

A maior estratégia, entretanto, não deve ter sido o apoio desse ou daquele aliado, mas o uso, mais uma vez da enganação de que a saúde seria o carro chefe da administração municipal. Se dizendo a ‘mãe da saúde’ ou fazendo questão de aceitar esse título, Zulma Pinheiro venceu as últimas eleições, mas vem causando a maior decepção de todos os tempos em quase todos os setores, inclusive na saúde.

Fica aqui o convite para a nova geração ir até à saída para o Cruzeiro do Sul, pois logo ali, à esquerda de quem vai, ver-se-á o que deveria ser o famoso hospital, cuja construção não passou da base. Mas, se a juventude se contentar com a foto do utópico hospital, ei-la, em preto e branco, como sempre foram as promessas desse grupo político.

A mentirosa construção do hospital, há duas décadas e, agora, o título de ‘a mãe da saúde’, nas últimas eleições, sem que, efetivamente quase nada tenha sido feito para assistir a população nessa área, comprovam mais uma vez a distância existente entre as promessas de campanha e a concretização delas. Isso só pode partir de políticos profissionais que, com objetivos escusos, abre mão das verdadeiras convicções políticas que apresentam antes de serem eleitos e abandonam o povo.

É lamentável que a demagogia, à base de promessas e manipulação, 20 anos depois, fez um povo sofrido dá crédito novamente a esse tipo de político, que deve ser banido do cenário da nossa sofrida terra de Água Preta. E uma boa resposta à toda esta enganação pode ser dada agora, não votando nos candidatos indicados por este grupo e seus aliados, que também ajudam a emporcalhar a administração e a destruir o sonho de dias melhores do povo água-pretense.

Destaque HOME

Apoiadores de Mildson Medeiros vão receber Cacá Leão e Zé Cocá no trevo da cidade, de onde sairão em carreata

mm

Publicado

em

O ex-candidato a prefeito de Itanhém, Mildson Medeiros (PSD), anunciou nas redes sociais que a recepção aos candidatos a deputados que ele apoia vai iniciar no trevo da cidade, na BA-290, de onde todos seguirão em carreata para a Praça Otávio Mangabeira, no Bairro São João, onde está instalado o Terminal Rodoviário.

A expectativa dos apoiadores de Mildson  Medeiros é a de que a recepção a Cacá Leão [candidato a federal] e Zé Cocá, ambos do Partido Progressista, será o maior evento político do ano no município.

Ao contrário de outras recepções à candidatos, que aconteceu em locais de pouco espaço e inadequados,  como a Casa da Cultura, por exemplo, Mildson Medeiros escolheu um logradouro público, que poderá reunir o maior número possível de pessoas.

Considerado a maior liderança política do município da atualidade, o ex-candidato a prefeito mostra o seu prestígio político quando consegue trazer a Itanhém o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), numa eleição muito disputada e com pouco tempo disponível para campanha.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereador reivindica ambulância que teria sido solicitada por Ronaldo Correia

mm

Publicado

em

O vereador Sasdelli Resende (PSDB) reivindicou a ambulância que foi comprada para o município de Itanhém, através de uma emenda do deputado Roberto Brito (PP). A imprensa noticiou  que a ambulância havia sido solicitada pelo presidente da Câmara, Ronaldo Correia (PC do B). Até o site ItanhémFest, que dá sustentabilidade à administração de Zulma Pinheiro (MDB), prefeita a quem Sasdelli Resende é ligado politicamente, noticiou que o veículo tratava-se da segunda ambulância que Ronaldo Correia havia conseguido para a população de Itanhém.

Quando provocado em um grupo de WhatsApp, Sasdelli Resende publicou um documento que diz ser a comprovação de que a emenda da ambulância foi destinada a ele e não a Ronaldo Correia. Além disso, o vereador gravou um áudio nas redes sociais.

“Essa ambulância é um pedido que fiz, junto com a prefeita Zulma, ao deputado Roberto Brito. Mandei [no WhatsApp] foto do documento datado e assinado, de onde sai e para onde vai, então, está tudo registrado. Até o final de semana Batinga será contemplado, como foi prometido pelo vereador Sasdelli”, disse.

Com a reivindicação de Sasdelli Resende, Ronaldo Correia precisa agora apresentar à população a segunda ambulância que disse ter conseguido para Itanhém, através do deputado Roberto Brito. O parlamentar, por sinal, em reportagem no último dia 4 de agosto afirmou ao Água Preta News a existência de uma emenda para aquisição de uma ambulância que havia sido solicitada por Ronaldo Correia. Até o momento o presidente da Câmara não se manifestou sobre o assunto.

FOTO/redes sociais: A ambulância, de acordo com o vereador Sasdelli atenderá a população de Batinga.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereador desmente assessor da prefeita, dizendo que deputados não são contra asfalto de Batinga

mm

Publicado

em

A prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (MDB), não executou emendas importantes para o desenvolvimento do município, que foram solicitadas pelo vereador Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), aos deputados Ronaldo Carletto e Robinho, ambos do Partido Progressista.

O vereador, que já foi presidente da Câmara Municipal, faz oposição a chefe do Executivo e os deputados não são os candidatos que ela apoia.

No total, Nem Mendes conseguiu R$ 630 mil em emendas com os parlamentares: R$ 300 mil para a saúde, R$ 80 mil para aquisição de uma ambulância e R$ 250 mil para o calçamento de várias algumas no distrito de Batinga. Todos esses valores, de acordo com o vereador, já foram depositados na conta da prefeitura e as obras não têm se quer previsão de início.

Com os deputados, Nem Mendes ainda conseguiu a perfuração de um poço artesiano, com uma vazão de 28 mil litros de água por hora e a construção de toda a logística de distribuição da água para mais de 430 residências do distrito de Santa Rita do Planalto. Só na logística foram investidos R$ 530 mil. Esta obra vem sendo realizada porque, segundo Nem Mendes, não depende de decisão da prefeita para executá-la.

Na defesa dos interesses políticos de Carletto e Robinho, Nem Mendes, entre outras lideranças, conta com o apoio do vereador André Correia (PHS), que é o maior nome da oposição no Legislativo.

Na noite desta segunda-feira (24), nas redes sociais, um dos assessores da prefeita fez insinuações de que os deputados Ronaldo Carletto e Robinho são contra o asfaltamento da BA-290, no trecho que liga a cidade de Itanhém ao estado de Minas Gerais e o vereador rebateu a postura do assessor.

“Tenho motivos para não votar mais. Já votei e não gostei. Querer impedir o asfalto pra Batinga é golpe baixo”, escreveu o assessor em um grupo de WhatsApp, ao passo que contestado pelo vereador. “Como assessor da prefeita, pede a ela para executar a emenda que os deputados Robinho e Ronaldo Carletto colocaram para fazer o calçamento de Batinga”, disse Nem Mendes, desafiando. “Aí você vem com essa mentira que os deputados estão contra o asfalto; manda aí a reportagem que você viu”.

FOTO/arquivo: Nem Mendes quando esteve na CERB, em Salvador, com o deputado Robinho, para conseguir poço artesiano e outras obras.,

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA