Connect with us

Destaque HOME

ELEIÇÕES 2020: Uso da máscara será obrigatório para votação

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

As eleições municipais no Rio de Janeiro têm desafios já conhecidos da Justiça Eleitoral, como a campanha irregular e o controle de territórios por grupos criminosos. Neste ano, no entanto, o pleito adiado para novembro acontece em um cenário inédito que exige um esforço adicional: garantir que todos que forem às urnas e aqueles que vão trabalhar no processo se sintam seguros e confiantes em relação às medidas contra a contaminação pelo coronavírus.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), seguindo as medidas definidas em todo o país, já elaborou um protocolo sanitário. O juiz auxiliar da Corregedoria do TRE, Luiz Marcio Pereira, assegura que o planejamento está sendo rigoroso.

O protocolo inclui que o título de eleitor seja apresentado pelo portador à distância e, só em caso de dúvida na identificação, será pedido que ele abaixe a máscara para a conferência, já que o equipamento de proteção será obrigatório. A biometria também foi descartada neste ano, exatamente para evitar maior contato.

De acordo com o TRE, alguns locais de votação já foram alterados como agências bancárias e escolas, que deixaram de funcionar por conta da pandemia, além de outras zonas eleitorais que não ofereciam a estrutura adequada. O tribunal garante que todas as mudanças serão amplamente divulgadas com antecedência.

Outra preocupação é com o comparecimento dos mesários. O TSE realizou uma campanha em todo o país com o médico Dráuzio Varella convocando trabalhadores voluntários para o pleito exatamente para evitar que faltem braços nas próximas eleições.

O resultado da campanha está sendo avaliado pelo TRE, que contabiliza neste momento se há trabalhadores suficientes para cobrir todos os locais de votação. O prazo de inscrição dos voluntários terminou no último dia 16 e, se o contingente não for suficiente, haverá novas convocações obrigatórias, mas todos que apresentarem requerimento por estar no grupo de risco serão dispensados.

O juiz Luiz Marcio Pereira reforça o chamado para os eleitores não abrirem mão da votação.

O primeiro turno das eleições municipais acontece em 15 de novembro, e o segundo no dia 29 do mesmo mês. Qualquer dúvida sobre local de votação pode ser consultada no site do Tribunal Regional Eleitoral.

[Agência Brasil]