Connect with us

Destaque HOME

Enquanto se decide quem será seu vice vai reler Maquiavel e Sun Tzu, Mildson Medeiros

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

Quem seria o pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Mildson Medeiros? Este é o assunto que mais se tem comentado nos bastidores da política itanheense ultimamente. Por isso, uma chuva de opiniões molhou as redes sociais na semana passada.

O maior debate se travou em torno dos nomes dos advogados Ronny Peterson (Avante) e André Lisboa (Pros).

Mas, além destes, há também outros líderes políticos que aparecem muito bem conceituados na pesquisa, como Alex Chaves (PT), que se impõe pela experiência de já ter sido vice-prefeito atuante, especialmente na elaboração de projetos que resultaram em dezenas de obras da gestão de Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi, além, claro, de ser da mesma sigla do governador Rui Costa e o presidente da Câmara de Vereadores, Deilton Porto, o Caboquinho (PP), que além da força política do irmão Derilton Porto, se destaca pela sua liderança e boa atuação no Legislativo Municipal.

Dr. Ronny Petterson, amigo de Mildson Medeiros, está desde o início do projeto do grupo de assumir a direção do município e se fortaleceu com a criação do Avante, um partido que, apesar de muito jovem no município, tem se mostrado organizado, atraindo líderes políticos e pessoas comuns, que certamente encontrarão espaço nas eleições deste ano.

André Lisboa, atual vice-prefeito, apesar de ter se mostrado muito desligado dos acontecimentos políticos durante toda a gestão da prefeita Zulma Pinheiro (MDB), traz na bagagem a força política do pai, o médico e ex-prefeito Oséas Moreira Lisboa.

O grupo de Mildson Medeiros, na verdade, não tem dinheiro para investir na campanha e nem tem a máquina pública na mão como a sua principal adversária e, às vezes, se mostra muito amador diante de muitas situações que já estão acontecendo na política local.

Fala-se à boca pequena que decisões mais concretas devem ser tomadas nos próximos dias. Essas decisões certamente darão o norte a ser seguido pelo grupo. Enquanto isso, seria bom Mildson Medeiros reler as mais conhecidas obras de Nicolau Maquiavel e Sun Tzu. Melhor do que nadar e morrer na praia com seus amiguinhos no colo, principalmente aqueles que acreditam que política é apenas decidida nos debates e nos conflitos das redes sociais.