Connect with us

Destaque HOME

Ex-presidente da Câmara de Itanhém explica como economizava R$ 15 mil por mês e xinga prefeita

mm

Publicado

em

Apesar de estarmos ainda no início de maio, à boca pequena, ali nos bastidores da política, já se fala na eleição da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Itanhém. Pretendentes é o que não faltam. Há quem acredita que as divergências do tal bloco parlamentar se deram em razão de acordos que, desde já, vem sendo feitos na surdina.

Na última reunião da Câmara, o vereador André Correia (PHS) abriu a tampa do baú e revelou até que um termo de compromisso, que foi assinado pelos cinco vereadores e reconhecido firma há quase um ano, não estava sendo cumprindo. Pela primeira vez a população tomou conhecimento desse documento.

No início da criação do bloco havia uma divisão nítida de quatro vereadores no grupo da prefeita Zulma Pinheiro: Ronaldo Correia (PC do B), Dema Oliveira (PT), Sasdelli Resende (PSDB) e Gelso Picoli (PSDB) e cinco na oposição: André Correia (PHS), Audrey Correia (PR), Nem Mendes (PP), Caboquinho (DEM) e Marquinhos de Ibirajá (PSB). Desde esse primeiro momento ninguém duvidava de que o ex-presidente da Câmara, Marquinhos, poderia ser o candidato tanto da oposição quanto da situação. O raciocínio seria o seguinte: se o bloco parlamentar indicasse outro nome para a presidência, acreditava-se que Marquinhos poderia se juntar ao grupo da prefeita e realizar o sonho de ser presidente da Câmara pela segunda vez.

Recentemente, em um áudio ao qual o Água Preta News teve acesso, Marquinhos fez críticas ao atual presidente, dizendo que a Câmara de Itanhém tem mais funcionário do que cadeira e explicou como fazia para economizar dinheiro, quando presidiu o Legislativo entre os anos de 2015 e 2016.

“Na minha época eu conseguir economizar porque eu guardava o carro para não ficar gastando muita gasolina, sobrava 12, 15 mil reais por mês”, detalhou Marquinhos.

O dinheiro economizado, de acordo com o vereador, foi empregado na construção de pontes, praças e calçamento de ruas em Ibirajá e Salomão, distritos onde ele mantém seu reduto eleitoral.

O que não foi explicado, entretanto, foi como esses recursos foram destinados exclusivamente para obras nessas duas localidades, uma vez que a vinculação desses recursos ao Legislativo não é possível, pois assim que o duodécimo é devolvido à prefeitura, ele deixa de fazer parte do orçamento da Câmara Municipal e passa a integrar o caixa único do município, sob a gestão e responsabilidade do prefeito. Na ocasião o gestor era Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi, do PSB, o mesmo partido de Marquinhos.

Em outro trecho do áudio Marquinhos diz também que a Câmara não tem muitas despesas e xingou a prefeita Zulma Pinheiro.

“Lá não tem essas despesas, principalmente nós ‘que’ a prefeita não conversa, nós não ‘consegue’ ajuda de nada, de nada, de nada, nem ver essa miséria eu nunca vi”, explicou.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
1 Comentário

1 Comment

  1. João de Deus

    8 de maio de 2018 at 21:11

    Esse semianalfabeto quer ser presidente da Câmara. E mesmo o fim da política de Itanhem.

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque HOME

Professora de Itanhém procura por documentos perdidos

mm

Publicado

em

Uma professora que mora na cidade de Itanhém sumiu uma bolsa contendo todos os seus documentos pessoais. Ludgéria Alves Gomes Pereira registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Itanhém nesta sexta-feira (1), mas não sabe precisar se o desaparecimento da bolsa ocorreu em Itanhém ou em Teixeira de Freitas.

A bolsa é pequena, de alça e da cor bege. Contatos podem ser feitos no WhattsApp (73) 9 9840-6101

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereadores votam contra solicitação de concurso público em Itanhém

mm

Publicado

em

Na reunião desta segunda-feira (25), o presidente da Câmara de Itanhém, Sasdelli Resende (PSDB) e os vereadores Ronaldo Correia (PC do B), Valdemar Oliveira (PT), Audrey Correia (PR) e Gelson Picoli (PSDB) votaram contra uma indicação de André Correia (PHS), que solicitava à prefeita Zulma Pinheiro o encaminhamento à Câmara Municipal, de um projeto de lei para a realização de concurso público.

Na verdade, desde a semana passada André Correia vem tentando pautar esta indicação, mas, segundo ele, o presidente da Câmara – que tem o poder de decidir quais matérias que devem ser colocadas em votação – não colocou o assunto em pauta.

Nestes casos, o regimento interno do Legislativo Municipal prevê que qualquer vereador pode solicita que sua indicação seja votada pelo plenário e assim foi feito, mas o pedido foi reprovado.

André Correia disse que não vai baixar a cabeça e que vai continuar fiscalizando e apresentando  projetos e indicações em defesa da população.

“Quando aceitarem”, ironizou o vereador.

Além de André Correia votaram a favor do concurso público Deilton Porto, o Caboquinho (DEM) e Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos (PSB). Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), não estava presente.

FOTO: Vereador André Correia disse que não vai baixar a cabeça.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Carro pega fogo em avenida movimentada de Itanhém

mm

Publicado

em

Um automóvel pegou fogo na Avenida Maria Moreira Lisboa a, mais movimentada de Itanhém, onde funciona o verdadeiro centro comercial da cidade, por volta das 11h30 desta segunda-feira (25).

O Fiat Uno cor branca, placa JOB-5766, de procedência de Serra-ES, segundo informações de populares, tinha em seu interior apenas o condutor, que não se feriu. O trânsito chegou a ficar interrompido, mas já foi liberado com a retirada do carro do local.

O fogo danificou apenas a parte frontal do automóvel. Pessoas que passavam pela avenida e comerciantes ajudaram apagando o fogo com baldes de água.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA