Connect with us

Destaque HOME

EXCLUSIVO: Elias Botelho lança seu segundo romance, “O homem que desistiu de ser rico”

mm

Publicado

em

O advogado e escritor Elias Botelho acaba de lançar, pela editora paulistana PerSe, seu segundo romance. Trata-se de “O homem que desistiu de ser rico”, que narra a história de Mestre Alípio no dia em que ele é atropelado por um caminhão e vai a óbito.

A trama transcorre enquanto o corpo permanece no IML de Itamaraju, cidade do extremo sul baiano, e é velado em casa pelos familiares, amigos e admiradores. Essas pessoas é que vão contar a saga de Mestre Alípio enquanto era vivo.

Conforme apontou Almir Zarfeg no prefácio, Elias Botelho inova ao se concentrar nos personagens que, com seus depoimentos e flashbacks, imprimem um ritmo veloz à narrativa, que aos poucos vai assumindo feição de romance policial.

À medida que os acontecimentos vão se sucedendo, tanto os personagens quanto os leitores são tomados de curiosidade para saber o que, de fato, aconteceu com Alípio Jesus Santos, que até então gozava de boa saúde, apesar de ser octogenário.  

De maneira competente e envolvente, o autor vai administrando a fala dos personagens que, à sua maneira, explicitam os altos e baixos da saga do protagonista que, antes de tudo, é um cidadão de bem e cumpridor de suas obrigações.

“O autor sabe exatamente o que faz (e pretende): seus personagens são empáticos e, portanto, conquistam os leitores com sua humanidade compartilhada, que atrai e envolve todos”, escreveu Zarfeg.

Essa empatia – que não deve ser confundida com simpatia – se mantém e é renovada a cada ponto de virada. Ou seja, a cada acontecimento novo capaz de incrementar ou mesmo mudar os rumos da história, como o caso extraconjugal e vivido (e abafado) pelo protagonista.

O certo é que, com “O homem que desistiu de ser rico”, Elias Botelho se firma como um autor talentoso do ponto de vista do estilo e da criação de tipos humanos. Sua obra anterior – Trilha Amarga – já deixava isso bem claro.

Lembrando que ele é contista premiado e, também, membro de instituições literárias e culturais, como a Academia Teixeirense de Letras (ATL) e a Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA).

Em 2018, na Itália, recebeu o “Primeiro Prêmio Absoluto” pela narrativa inédita “Amostra Grátis”.

Acompanhe a pré-venda do novo livro de Elias Botelho aqui:

https://www.perse.com.br/persenovo/livro.aspx?filesFolder=N1561743925312

Leia mais sobre Elias Botelho aqui:

http://www.leiturasplus.com/2018/05/academia-teixeirense-de-letras-elias.html

Os confrades Elias Botelho, Almir Zarfeg e Carlos Mensitieri.

Destaque HOME

Professor itanheense conquista Mestrado em Química pela UESC

mm

Publicado

em

O professor Antônio Oliveira Rocha (51) acaba de defender sua dissertação de Mestrado com o tema “Inclusão de surdos no ensino de Química em uma perspectiva de experimentação investigativa” na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) em Ilhéus/BA.

Além da orientadora, professora doutora Luana Novaes Santos, a banca examinadora contou com a participação dos professores doutores Antonio de Santana Santos e Marco Antonio Pinto.

“Foi muito gratificante, tendo em vista que a comunidade surda, como todas as minorias, tem avançado muito lentamente em suas conquistas e de certa forma eu pude contribuir com essa clientela no processo educacional”, afirmou Antônio Oliveira à reportagem do Água Preta News.

O professor, que é natural de Itanhém e atua na rede estadual de ensino desde 1993, vive em Teixeira de Freitas desde fevereiro de 2005. Em Teixeira ele atua no Centro Educacional Machado de Assis (CEMAS) com alunos do Ensino Médio.

Assim que se formou em magistério em 1986, em Itanhém, Antônio Oliveira começou a lecionar em Cruzeiro do Sul, distrito do município de Vereda, em 1989. De lá para cá, ele se licenciou em Química pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e concluiu três pós-graduações em Metodologia do ensino de Química (FIJ/RJ), Tecnologias em educação (PUC/RJ) e Ensino de Química (UCAM/RJ).

Ainda no município de Vereda, Antônio foi convidado pelo então prefeito Francisco Silva Passos, o Carlito Tanajura, para ocupar a Secretaria Municipal de Educação. Aceitou e deu uma contribuição importante com a implantação do Plano de Carreira do Magistério e, também, do Ensino Médio nos povoados de Cruzeiro do Sul e Massaranduba. “Tudo graças ao apoio da equipe de professores e diretores de escola”, ressaltou.

Perguntado como vê a educação na atualidade, ele argumentou com conhecimento de causa: “Vejo a necessidade de toda a sociedade abraçar a educação, contribuindo em todos os aspectos. O que vemos é que a família e a sociedade têm deixado a escola isolada no processo educacional e a educação só vai melhorar se família e sociedade se unirem no mesmo propósito”.

Professor Antônio Oliveira defendendo dissertação de Mestrado na UESC

Antônio Oliveira é da mesma geração dos itanheenses Almir Zarfeg, Milton Guimarães e Paulo Morais, que se destacaram como artista da palavra, gestor público e pastor evangélico respectivamente. “São grandes amigos e sempre que nos encontramos é motivo de alegria”, elogiou, acrescentando, “pois a convivência com os colegas foi muito significativa e enriquecedora”.

Zarfeg, poeta e jornalista, retribuiu: “Toninho é um amigo de ouro e vê-lo brilhar como educador é sempre motivo de orgulho para todos nós”.

FOTO DE CAPA: Antônio Oliveira e os professores doutores da banca examinadora

Continuar leitura...

Destaque HOME

Apenas dois dos cinco conselheiros se reelegeram em Itanhém

mm

Publicado

em

A contagem dos votos das eleições do Conselho Tutelar de Itanhém encerrou por volta da 21h deste domingo (6). A votação e apuração aconteceram na Escola Simplício Binas.

A lisura do pleito foi bastante questionada nas redes sociais. A maior critica gerou em torno do envolvimento de políticos no transporte de eleitores de outras localidades para a cidade, onde ocorreu a eleição.

dos cinco atuais conselheiros apenas dois se reelegeram: Eugênio Ferreira dos Santos, com 797 votos e Maria D’Ajuda Pereira Alves (767). Os demais eleitos foram Eduardo Rodrigues Dias (1.199), Alex Rodrigues da Silva (813) e Grinaldo Costa Medeiros Neto (807).

Os eleitos serão empossados a partir do próximo dia 10 de janeiro.

FOTO: Eduardo Rodrigues foi o mais votado com 1.199 votos.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereador propõe visita do governador às fazendas do pai e do irmão da prefeita

mm

Publicado

em

A visita do governador da Bahia à cidade de Medeiros Neto, na manhã desta terça-feira, foi objeto de debate na reunião da Câmara de Itanhém, na noite desta segunda-feira (30).

Rui Costa (PT) vai inaugurar asfaltamento e pavimentações à paralelepípedo, requalificação de trevo e sistema de abastecimento de água.

Um dos vereadores lembrou da visita do governador à cidade vizinha e isso foi o bastante para André Correia (PHS), que faz oposição à prefeita Zulma Pinheiro (MDB), falar o que estava engasgado.

“O colega tocou num assunto muito importante, mas aí fica a pergunta: o que Rui Costa vem fazer em Itanhém, inaugurar o quê?”, perguntou André Correia, respondendo a si mesmo. “Inaugurar duas ruas de calçamento e 1 km e meio de asfalto rachado, que está vazando para todo lado, que dá pra ver as pedras de paralelepípedo.”

Prosseguiu.

“Sabe por que não tem obra em Itanhém? Porque a gestora e seus irmãos perderam muito tempo usurpando, roubando os cofres públicos, eu vou mostrar cada centavo de IPTI [Imposto sobre a Transmissão de Bens e Imóveis], eu vou mostrar cada centavo que foi arrecadado de IPTI, ISS [Imposto Sobre Serviço], então o que está se arrecadando hoje ali naquela prefeitura não é brincadeira, é muito dinheiro, então essas três ruas em dois anos e nove meses, com recursos próprios, era para ter feito 20 ruas.”

O vereador André Correia propôs que fosse feito um convite ao governador Rui Costa para visitar as fazendas do pai, ex-prefeito Neco Batista, e do irmão da prefeita, Newton Pinheiro, que ocupa duas importantes secretarias do município.

“Agora se quiser convidar o governador para ir às fazendas do pai da prefeita, onde se usou a máquina pública, retroescavadeira da prefeitura, eu fiz a denúncia, pode convidar o governador para ir à fazenda de Newton Pinheiro, que hoje você anda de carro na terra toda, curral cacetado com pedra de calçamento, as ladeiras estão ótimas, dá até para ir de carro, que antigamente só ia de jegue”, finalizou.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA