Connect with us

Destaque HOME

Extremo sul da Bahia tem 5 municípios com risco de retorno da poliomielite

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

O Ministério da Saúde admitiu haver alto risco de retorno da poliomielite em pelo menos 312 cidades brasileiras e a Bahia é o estado com a situação mais grave.

No total, 15% dos 417 municípios baianos imunizaram menos da metade das crianças, quando a recomendação é que a cobertura vacinal seja superior a 95%. No extremo sul do estado, cinco das 21 cidades imunizaram menos de 50% das crianças: Guaratinga, 43,08, Alcobaça, 38,69, Itapebi, 34,88, Jucuruçu, 33,67 e Itagimirim, 32,69. O percentual refere-se à cobertura vacinal com vacina poliomielite em crianças menores de um ano.

O estado do Maranhão aparece logo atrás da Bahia, com 14,29% dos municípios que imunizaram menos que 50% das crianças. Em todo o País, apenas Rondônia, Espírito Santo e Distrito Federal não têm cidades sob risco elevado.

O último caso registrado no Brasil foi em 1990. Quatro anos depois, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a doença erradicada das Américas.

[Edelvânio Pinheiro, com informações de A Tarde, Bahia Notícias, Correio do Estado e Ministério da Saúde].