Connect with us

Destaque HOME

Familiares e amigos vasculham Itanhém e Medeiros Neto procurando aposentado desaparecido

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

O desaparecimento do aposentado Gervásio Monteiro de Sousa, de 70 anos, morador do distrito de Batinga, município de Itanhém, já caminha para o quinto. Ele está desaparecido desde a manhã da última segunda-feira (18), quando havia acabado de receber alta médica do Hospital Maria Moreira Lisboa, onde ficou internado por 72 horas em razão de complicações de diabetes e pressão alta.

Familiares e amigos do aposentado, que moram em Batinga, desde as primeiras horas do desaparecimento se organizaram em grupos e estão vasculhando várias regiões  dos municípios de Itanhém e Medeiros Neto, mas voluntários já falam nas redes sociais em fazer manifestação na cidade de Itanhém para chamar a atenção das autoridades para este caso que, neste momento, parece intrigante.

De acordo com o genro de Gervásio, Gilsimar Gomes de Almeida, quando desapareceu o aposentado estava no Terminal Rodoviário em companhia de um dos filhos, que havia saído à procura de transporte para retornar para casa, em Batinga.

“Foi coisa de cinco minutos”, contou Gilsimar.

O aposentado tem uma estatura de aproximadamente 1,65 m, cor e cabelo brancos, não está portando nenhum documento e, quando sumiu trajava camisa branca com detalhes rosa, calça bege e chinelo havaiana. Em fotos ele costuma aparecer usando boné.