Connect with us

Destaque HOME

Inspirado em Sasdelli, Álvaro Pinheiro aparece com a mão na vassoura

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

O vereador Sasdelli Resende virou motivo de chacota após ser fotografado fazendo poses com uma enxada, em diversas situações, para ganhar a simpatia das pessoas. Deu-se exatamente o contrário.

Ele tentou até comer o pão que o diabo amassou, com Coca-Cola, durante a construção da Praça da Liberdade, mas seu prestígio continua abaixo de um traço no Ibope local.

Mas, pelo visto, o presidente da Câmara faz história em Itanhém. Álvaro Pinheiro, secretário da Educação e irmão da prefeita, que o diga.

Ele foi visto – e fotografado – de posse de uma vassoura em Santa Rita do Planalto varrendo um trecho do calçamento que acabara de ser concluído. Pavimentação, aliás, bancada com recursos do governo do estado.

Como não está em condições de enfrentar o cabo de uma enxada ou enxadão, Álvaro vai mesmo de vassourinha. Como o instrumento de limpeza não limpa nada, porque tudo está impregnado de sujeira nesta gestão, ele serviu pelo menos para inspirar esta crônica. E virar objeto da gozação nas redes sociais.

Mas o irmão da prefeita Zulma Pinheiro não tem nada de inocente. Ele conhece o fascínio que a vassoura exerce sobre os políticos, como Jânio Quadros, que se elegeu presidente em 1960 apelando para o poder mágico e demagógico da vassoura. Em Itanhém, durante a disputa Edmo Afonso, o Edinho e Eloíno Lisboa, também na década de 60, a vassoura fez a alegria dos eleitores. Sem contar que, historicamente, o utensílio doméstico já nasceu com o pé na bruxaria.

Que a vassoura tem história, ninguém duvida. No sul do estado fluminense ela deu nome a um município importante – Vassouras.  A pergunta é: será que, a esta altura dos acontecimentos, ela vai ajudar a fracassada administração Álvaro-Zulma-Newton Pinheiro?

Sasdelli tentou a enxada e se deu mal. Álvaro, com certeza, vai fracassar com a vassoura. Porque os itanheenses não estão dispostos a se deixar enganar por essas imagens bucólicas, mas repletas de maldade.

Durante as últimas eleições municipais, o mesmo Álvaro que hoje aparece varrendo calçamento adentrava as casas dos itanheenses, aparentemente necessitado de cuidados, se deitava e descansava. Essa postura acabou sensibilizando a opinião pública. Passadas as eleições, Álvaro nunca mais foi visto descansando em sofá alheio. Enfim, tudo encenação e marketing.

Veremos até onde a encenação da vassoura vai e quanto tempo vai durar. Quem viver verá!

Certo é que, além de Sasdelli e Álvaro, a prefeita Zulma e o vereador Ronaldo já andaram exibindo manilhas e tijolos por aí.

Presidente da Câmara, Sasdelli Resende.
Prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro.
Ex-presidente da Câmara, Ronaldo Correia.