Connect with us

Destaque HOME

Itanhém: Mãe sente aperto no peito após ler reportagem, vai ao cemitério e vê que corpo de seu filho foi retirado para enterrar outra pessoa

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

[Por Edelvânio Pinheiro] Depois de ter lido a reportagem “Vídeo: Sem espaço em cemitério de Itanhém, restos mortais são desenterrados para novos sepultamentos”, publicada no início desta semana aqui no Água Preta News, Erica Rodrigues Oliveira, moradora do Bairro Monte Santo, sentiu uma coisa estranha, que ela descreveu como um forte aperto no peito.

Em 2014 o seu filho Wellk Rodrigues Oliveira, morreu aos 11 anos de idade. Ele tinha paralisia cerebral e veio a óbito no dia 25 de fevereiro, depois de uma bronquite asmática.

Inquieta, ela foi ao cemitério na manhã desta terça-feira (8) e lá entrou em estado de choque ao ver que a sepultura de seu filho havia sido violada.
A pedido da reportagem ela voltou ao cemitério, fotografou o local e gravou um vídeo, mostrando duas coroas sem a deterioração da ação do tempo e a terra fofa, sinal de que ali onde está sepultado o seu filho outro corpo havia sido enterrado recentemente.

A mãe disse que vai buscar seus direitos na Justiça e apresentou ao site um alvará da prefeitura, que lhe dá o direito de construir um jazigo no terreno onde o filho foi sepultado.

Veja o vídeo: