Connect with us

News

Jornalista tira sorte na rifa e ganha quadro “África Labores”, de Gilberto Bahia

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

O jornalista e editor deste portal, Edelvânio Pinheiro, tirou a sorte grande na rifa e ganhou o quadro “África Labores”, do artista plástico teixeirense Gilberto Bahia.

A rifa beneficente, pela qual o jornalista pagou R$ 5, foi organizada pelo Coletivo das Artes Motirô, que surgiu em 2018 para apoiar as diversas manifestações artísticas na cidade, como pintura, artesanato, música, dança, poesia e fotografia.

O movimento também mantém pela cidade os chamados Pontos de Leitura Ramiro Guedes que, na prática, são geladeiras com livros à disposição dos interessados.

O Coletivo é coordenado pela educadora Kátia Arlene, que esclareceu a origem da palavra “motirô”: “Em tupi-guarani significa reunião de pessoas que plantam juntas para colher juntas”.

No próximo dia 15 de junho, na Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, o projeto vai realizar o workshop “Desafios na elaboração de projetos culturais e captação de recursos”, ministrado por Juniex Santos, que recentemente foi eleito vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura. As inscrições são gratuitas.

Edelvânio Pinheiro recebeu o quadro das mãos do próprio Gilberto Bahia, que estava acompanhado de Kátia Arlene e do radialista Fernando Moulim.

“Assinei a rifa apenas para ajudar o projeto social, mas, ao saber que havia ganhado, fiquei muito feliz e esse belo trabalho já ilumina a minha sala de visitas”, disse Edelvânio, que também é escritor e militar.

Além de ser apresentado ao artista plástico, Edelvânio ainda está tendo a oportunidade de conhecer melhor o trabalho de Gilberto Bahia, que possui uma trajetória de quase 20 anos nas artes plásticas.

Em 2008 sua obra “Filosofia de bicicleta”, por exemplo, foi premiada durante o Festival de Artes Firmino da Rocha e, em 2013, Gilberto foi um dos artistas convidados para o Salão de Artes Visuais da Bahia – Edição Teixeira de Freitas.

De lá para cá, o artista foi empossado na Confederação Brasileiras de Letras e Artes (CONBLA) e vem divulgando seus trabalhos em exposições, convenções e eventos diversos. Paralelamente, tem militado nos colegiados de artes, nos conselhos de cultura e, claro, no Coletivo das Artes Motirô.

A Academia Teixeirense de Letras (ATL) vai realizar uma sessão solene ainda este ano em que artistas, como Irley Jesus, D’Jane Silper e Gilberto Bahia, serão homenageados. Uma maneira de reconhecer o talento teixeirense e regional. [Por Almir Zarfeg]


O jornalista e militar Edelvânio Pinheiro, tirou a sorte grande na rifa e ganhou o quadro “África Labores”, do artista plástico teixeirense Gilberto Bahia.