Connect with us

Destaque HOME

Juiz suspende divulgação de pesquisa falsa que favorecia Zulma Pinheiro

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

Depois de suspender a divulgação “de todo e qualquer resultado de eventual pesquisa” e a retirada da publicação de resultados das redes sociais que favorecia a coligação “Itanhém no rumo certo”, que tem como candidatos Mildson Medeiros e Alex Chaves, o juiz da 148ª zona eleitoral, Argenildo Fernandes dos Santos, também determinou, neste domingo (8), a suspensão de uma pesquisa eleitoral falsa que havia sido publicada em diversos grupos de Whatsapp da campanha dos candidatos Zulma Pinheiro e Dr. André Lisboa, no Facebook da campanha e na página do irmão dela, Newton Pinheiro, que é o secretário da Administração e Finanças e da Infraestrutura também.

De acordo com a ação, Newton Pinheiro ainda enviou o resultado da pesquisa para uma eleitora conhecida na cidade por Sandra Açúcar, com o intuito de fazê-la voltar a apoiar a irmã dele.

O juiz determinou que, no prazo de 24, as publicações fossem removidas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Além disso, determinou que a coligação se abstivesse de promover a divulgação desta e qualquer outra pesquisa irregular por meio da internet ou qualquer outra forma, sob pena de multa de R$ 30 mil para cada publicação.