Connect with us

News

Legislativo teixeirense realiza “Café com Leitura” dentro dos preparativos do 34º aniversário da cidade

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, através do seu Memorial, realizou na tarde dessa terça-feira (7), a partir das 16h, a 1ª edição do “Café com Leitura”, dentro dos preparativos paras as comemorações do 34º aniversário de emancipação política da cidade. A data oficial cai nesta quarta, dia 9 de maio.

O evento contou com a participação dos escritores Almir Zarfeg, Athylla Borborema e Carlos Mensitieri, além do curador da Fazenda Cascata, José Sérgio de Almeida Figueiredo.

A mesa foi presidida pelo 1º vice-presidente da Casa, Sargento Berg, que representou o presidente Ronaldo Alves Cordeiro, que estava em viagem.

Antes das falas dos convidados, houve um momento musical que foi compartilhado pelo público formado basicamente por alunos do curso de História da Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Em seguida, Athylla Borborema apresentou um capítulo do seu livro “A menina do céu cor-de-rosa”, concentrando-se na Rua Mauá, que tanto sucesso fez na Teixeira de Freitas do passado. Nela, funcionava o meretrício, para onde o público masculino se dirigia para se divertir, dançar e praticar a jogatina.

Borborema, que é jornalista e escritor, ocupa a Cadeira 2 da Academia Teixeirense de Letras (ATL), da qual é vice-presidente.

A seguir, falou o engenheiro e escritor Carlos Mensitieri, que também é imortal da ATL. Ele fez uma análise do Planejamento Urbano na cidade com ênfase na segurança do trânsito. Ele é autor, dentre outros, do livro “Teixeira de Freitas: Uma questão de planejamento urbano para a segurança no trânsito”.

Houve um breve intervalo para o café, servido com quitutes, que foi desfrutado por todos.

Na volta às atividades, falaram Almir Zarfeg e José Sérgio. Zarfeg cuidou da apresentação de um livro de sua autoria intitulado “Crônicas teixeirenses”, editado em 2011 e dedicado aos 25 anos da emancipação teixeirense e aos 30 anos da trajetória dos radialistas Ramiro Guedes e Fernando Moulin.

Zarfeg compartilhou com os presentes os textos extraídos do livro em questão: “As 25 Teixeiras” (poema) e “Carta ao futuro” (crônica).

Zarfeg, que preside a ATL, ainda falou da importância dos artistas na formação do que ele chamou de “alma teixeirense”, que resume os valores – novos e/ou tradicionais – cultivados pelos moradores da cidade que, em tese, contribuem para que a cidade seja um espaço urbano e público cada vez melhor.

José Sérgio, na condição de ex-vereador da 1ª legislatura e ex-secretário municipal, apresentou um panorama da Teixeira de antes e depois. Entusiasmado, ele não escondeu o orgulho de ter visto o antigo povoado se transformar numa das cidades mais importantes da Bahia. Defendeu que as famílias que aqui chegaram nas décadas de 50, 60, e 70 vieram para ficar, cuidar e promover o progresso da cidade que, agora, completa 34 anos de maioridade política.

Por fim, houve um momento aberto a perguntas aos expositores. Na saída, todos receberam certificados de participação emitidos pela Câmara Municipal de Teixeira de Freitas.