Connect with us

Entretenimento

“Pequeno Príncipe”: alimente a criança que há em você!

mm

Publicado

em

O Salvador pediu: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos Céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas.”

À medida em que você avançar na idade, pois o tempo não perdoa, mantenha a criança que há em você. Não permita que ela morra ou desfaleça. É com essa criança que o Criador pretende manter o seu elo eterno. O Salvador pediu: “Deixai vir a mim as crianças, não as impeçais, pois o Reino dos Céus pertence aos que se tornam semelhantes a elas.”

Assim, por mais cruel que o mundo possa ser, é essencial que você se vista do “Pequeno Príncipe” que reside no seu íntimo. É primordial que cada ser humano, mantenha e alimente essa criança, pois é esta que poderá acalentar o furor desse mundo em descompasso.

Seja criança, seja o “Pequeno Príncipe”! Tenha intenção pura com os seus semelhantes. Não almeje nada em retribuição pelos seus atos de caridade. Viva de forma leve. Não leve tudo a ferro e fogo. Não seja tão sério, tão rigoroso, nem consigo e nem com outrem. A vida avança, demasiadamente, a passos largos, ao seu término e não vale que sejamos tão rigorosos com quem não foi rigoroso conosco, pelo contrário, por amor, cedeu-nos, em profundo sofrimento, a vida Dele!

Seja o “Pequeno Príncipe” no seu convívio diário, no relacionamento com os seus pais, permitindo que estes possam vivenciar um pouco o convívio com as “eternas crianças” deles; seja o “Pequeno Príncipe” com seus irmãos, com seus amigos enfim, e também com o mundo decaído que tenta lhe derrubar, pois ele necessita de sua mão para se reerguer, contudo, não se deixe enganar.

Seja o “Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupery, que nos ensinou que “todas as pessoas grandes foram um dia, crianças, mas poucas se lembram disso.”

Não permita que a criança que há em você, adoeça e até faleça; torne o sorriso e as brincadeiras um hábito diário; seja mais solto; permita-se ter asas; continue sonhando; procure se desconectar dos problemas o máximo que puder e seja feliz!

A felicidade,aos olhos de uma criança, pode ser uma constante, exceto em alguns pequenos momentos de normal infelicidade; constante poderá ser, pois a criança vê graça no mais simples e até no invisível aos olhos, mas essencial à vida, como também nos ensinou o “Pequeno Príncipe”.

A criança pode sorrir ao sentir o vento, inacessível aos olhos, acariciando o rosto dela; ao perceber que o mar corre ao encontro dela, mas que também segue em sentido contrário, como se em fuga estivesse; ao olhar a tempestade que anuncia a vinda do magnífico arco-íris de cores singulares que se misturam entre si, que param olhares de admiração e que nos ensinam que não devemos temer tempestades, pois o arco-íris nos espera doutro lado; também deveremos ter paciência com o desenvolver das larvas, pois poderemos ter a oportunidade de apreciar a beleza das borboletas.

Seja o “Pequeno Príncipe” e sorria com as manobras intermináveis da Mãe Natureza, por vezes tão sutis e lentas, como o desenvolvimento de uma flor; por vezes, tão céleres e visíveis, como a onda que se quebra em bom e alto som!

Divirta-se com a simplicidade, assim como uma criança! Seja o “Pequeno Príncipe”!


Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
Clique para comentar

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Escolha uma figura e descubra a força que te guia na vida

mm

Publicado

em

[Luiza Fletcher/ O Segredo] Todos nós temos uma grande força interior, que nos fortalece e guia na vida. Nos momentos de dificuldade, ela nos ajuda a permanecer de pé e manter tudo sob controle. Essa força é um reflexo de tudo o que importa para nós e, quando trabalhamos nela, tornamo-nos praticamente imbatíveis.

Você já conseguiu identificar qual é essa força em você? Se ainda não, não tem problema, porque o teste de hoje vai ajudar!
Na imagem acima são apresentados 6 símbolos diferentes: alguns com formatos semelhantes a flores (3, 4 e 5) e outros mais geométricos (1, 2 e 6). Escolha o seu preferido e continue a leitura para descobrir qual a poderosa força interior que o guia na vida.

Pronto?

Se você escolheu…

A figura 1

A grande força que rege a sua vida é a intuição. Não importa o quão difíceis as coisas pareçam ser, você sempre consegue resolver, com a sabedoria do seu interior. Sua intuição o direciona ao caminho certo e o apresenta pessoas que tornam sua vida ainda mais especial.

Muitas pessoas não compreendem o seu relacionamento com a sua intuição e criticam muitas de suas escolhas, mas não deixe que isso o abale, porque enquanto você sentir paz em seu interior, é um sinal de que está no caminho certo.


A figura 2

A força que o direciona na vida é a sua capacidade de amar. Muitos problemas da vida são criados porque as pessoas não respeitam e amam as outras, agindo com maldade e egoísmo. Para você, esses sentimentos não existem e sempre é capaz de enxergar a todos com pureza e bondade.

Você pode pensar que isso, na verdade, é uma fraqueza, já que muitas vezes sofre com a ingratidão de pessoa ao seu redor, mas na verdade é uma das coisas mais importantes sobre si mesmo, porque o amor sempre o mantém de pé. Ser uma pessoa amorosa nunca será algo ruim.


A figura 3

Você é uma pessoa inspirada e sua criatividade natural o faz seguir pela vida com confiança e segurança. Sua maneira única de enxergar o mundo sempre lhe permite encontrar saídas fáceis para problemas e oportunidades de encontrar a felicidade, mesmo nos lugares menos prováveis.

Sua inspiração é o que lhe permite viver a sua vida com significado e propósito, por isso você deve sempre valorizá-la e colocá-la em prática no mundo, para ajudar outras pessoas também.


A figura 4

A grande força que o direciona na vida é a inteligência. Ela é a grande força e que lhe permite encontrar uma saída, não importa onde você esteja. Você acredita em sua inteligência, por isso também é paciente, porque sabe que encontrará uma maneira de se libertar das dificuldades e aproveitar os bons momentos da vida da maneira certa.

Para alguns, a sua inteligência pode parecer arrogância, mas não deixe que essas opiniões o atinjam porque nada mais são do que uma maneira de tentar sabotá-lo. A sua inteligência é sua maior força. Valorize-a!


A figura 5

A sua obstinação é a sua grande força. Você é muito comprometido com os seus objetivos e, quando deseja algo com todo o seu coração, nenhum obstáculo da vida é capaz de pará-lo. É muito difícil encontrar pessoas como você, que não desejam o caminho fácil e se esforçam verdadeiramente por seus objetivos.

Muitas vezes você poderá sofrer grandes decepções, por conta de sua persistência, mas é ela quem torna a sua vida muito mais significativa, portanto não permita que se enfraqueça. Enquanto sua tenacidade o guiar, você estará bem.


A figura 6

O seu autocontrole mental e emocional são as forças base da sua vida e o mantêm firme, independentemente das circunstâncias. Você é capaz de analisar as situações de uma maneira ampla e, ao mesmo tempo, sem apegos, pois sabe que tudo é passageiro e nos traz uma lição.

Você possui mente e coração saudáveis, que trabalham a seu favor. No entanto, ainda pode passar por períodos de inseguranças e medo, porque eles fazem parte da experiência humana. Quando isso acontecer, não se culpe, apenas coloque a cabeça no lugar novamente e trabalhe em soluções saudáveis, essa é a sua especialidade!

Qual símbolo você escolheu? O que achou do seu resultado? Comente abaixo e compartilhe o teste com os amigos!

Continuar leitura...

Entretenimento

Por que ganhamos peso ao ficarmos mais velhos? A ciência sabe

mm

Publicado

em

[Veja] Você com certeza já ouviu alguém dizer “quando eu era mais novo eu era bem magrinho”. É provável que esse conhecido costumasse ter um peso adequado, mas começou a engordar conforme os anos foram passando. Esse processo é muito comum para a maioria das pessoas. Mas por que isso acontece? Pesquisadores suecos e franceses decidiram investigar e descobriram a resposta: o processo de remoção das células responsáveis por armazenar gordura diminui durante o envelhecimento. Do outro lado, aquele que armazena gordura, não há reajuste para manter o controle do que entra. Esse desequilíbrio facilita o ganho de peso, mesmo que a rotina alimentar e de exercícios não mude ao longos dos anos.

“Os resultados indicam, pela primeira vez, que os processos em nosso tecido adiposo regulam as alterações no peso corporal durante o envelhecimento de maneira independente de outros fatores”, disse Peter Arner, co-autor do estudo, ao Daily Mail. Segundo a equipe, essa descoberta pode favorecer a criação de tratamentos que ajudem a manter o controle do peso corporal ao longo da vida. Enquanto isso não acontece, a melhor forma de limitar esse efeito é praticar atividade física regularmente.

Os cientistas disseram ainda acreditar que o novo entendimento sobre a renovação lipídica – processo de remoção e armazenamento de gorduras corporais –  pode  facilitar a compreensão do que regula o tamanho da massa gorda nas pessoas, melhorando os tratamentos para obesidade.

A descoberta

O processo de remoção e armazenamento das células responsáveis por estocar gordura diminui durante o envelhecimento, o que leva ao ganho de peso.

estudo, publicado na revista Nature Medicine, acompanhou 54 adultos ao longo de 16 anos, verificando ganho e/ou perda de peso. Ao final, os pesquisadores notaram que 15 participantes engordaram, 19 mantiveram praticamente o mesmo valor na balança e 20 conseguiram perder mais de 7% do peso corporal.

Na população feminina, dois hormônios trabalham para garantir o metabolismo. Nas mulheres jovens, níveis mais altos de estrogênio contribuem para a formação de tecido adiposo. Mas a forte presença da progesterona consegue equilibrar a balança. A partir dos 35 anos, os níveis de ambos os hormônios diminuem. No entanto, a queda da progesterona é muito maior – o que favorece a acúmulo de gordura corporal. 

Outro fator que atua no ganho de peso é a perda de massa muscular, pois isso leva à desaceleração do metabolismo. A glicose é a principal fonte de energia do organismo. Se não há gasto de glicose, pela falta de exercício, por exemplo, ela se transforma em gordura corporal.

Como evitar o ganho de peso?

A manutenção de uma alimentação equilibrada e a prática de atividade física regular é a solução para inúmeros problemas de saúde. Com o ganho de peso ocasionado pela idade não seria diferente. Por isso, é importante se exercitar, incluindo exercícios aeróbicos (nadar, andar de bicicleta, correr) e de resistência (levantamento de peso e agachamento). Para pessoas mais velhas, outra dica é investir no consumo de proteínas que ajudam a desenvolver os músculos e manter o metabolismo estável.

Continuar leitura...

Entretenimento

Quando a gente constrói em silêncio, as pessoas não sabem o que atacar

mm

Publicado

em

[O Segredo] Nossos caminhos estão repletos de espectadores que são como abutres atrás de carniça, prontos para tentar atrapalhar e derrubar qualquer coisa, mesmo quando não são chamados.

A sabedoria popular contém pérolas impagáveis e muitas verdades que atravessam gerações. Uma dessas máximas é aquela que nos aconselha a guardar nossos planos, nossos sonhos, nossas empreitadas, porque é difícil encontrar quem torça verdadeiramente pelo sucesso alheio.

E, hoje, em tempos de busca pela fama a qualquer preço, em meio a ostentações materialistas e curtidas virtuais, a vigília sobre a vida do outro está mais acirrada. Nunca se comparou tanto a própria vida com a do vizinho, nunca houve tanta gente tentando destruir a imagem de quem se destaca de alguma forma, principalmente nos meios midiáticos.

São muitos os casos de famosos que são expostos em algum fato de sua vida pessoal, por exemplo, e acabam condenados e julgados pela massa de internautas, os quais, muitas vezes, acusam de antemão, sem esperar pelo desenrolar dos acontecimentos, sem sequer dar o direito de resposta à pessoa exposta.

Vidas podem ser destruídas sem dó nem piedade. A inveja faz isso com as pessoas: retira quaisquer traços de compaixão de seus corações.

Logicamente, quando escolhemos nos tornar uma figura pública, teremos que saber o quanto de dissabores estaremos propensos a enfrentar. O que falamos, fazemos, o que postamos, enfim, estará à mercê de milhares de pessoas, ou seja, muitos pontos de vista serão confrontados por nossas opiniões, e isso nunca é tranquilo. Além disso, tem muita gente destemperada e desequilibrada por aí e a fúria delas inevitavelmente acabará recaindo sobre nossos comentários.

A gente precisa se preservar, muitas vezes agindo em silêncio, planejando com a gente mesmo, porque, na verdade, as pessoas são desconhecidas, uma vez que a grande maioria delas só nos mostra a parte que lhes convém e de forma teatral, em muitos casos.

A inveja, embora faça parte da natureza humana, pode se tornar perigosa, pois carrega energia ruim e negatividade por onde passa. Somos energia e existe muita gente nociva nos rodeando.

Não é fácil guardar as coisas boas que nos acontecem, pois dá uma vontade danada de gritar nossa felicidade por aí. No entanto, nem todo mundo tem a capacidade de vibrar com o outro, de ficar feliz sem que seja por si mesmo. Isso faz com que nossos caminhos estejam repletos de espectadores que são como abutres atrás de carniça, prontos para tentar atrapalhar e derrubar qualquer coisa, mesmo quando não são chamados.

Vale, portanto, aquela velha sabedoria popular: quando a gente constrói em silêncio, as pessoas não sabem o que atacar. Desse jeitinho.


Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA