Connect with us

Destaque HOME

Punidos exemplarmente com quase 3.500 votos de diferença Zulma e seus irmãos vêm sendo ironizados em Itanhém

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

 

A prefeita Zulma Pinheiro (MDB) e seus irmãos, punidos exemplarmente nas eleições do último dia 15, vêm sendo ironizados nos quatro cantos do município, desde que Mildson Medeiros (PSD) foi declarado prefeito eleito para o quadriênio 2021-2024, com quase 3 mil e 500 votos de frente.

Mildson teve 7.333 votos (62,99% dos votos válidos) e Zulma 3.852 votos (33,09%). Saulo da Mecanon (Solidariedade) ficou com 457 votos (3,93%).

Na cidade de Itanhém todos os dias há caminhadas, carreatas e buzinaços. Uma rural sem condição de uso foi amarrada em uma caminhonete e arrastada pelas principais ruas e praças da cidade, tocando a música “A rural”, de Nel Pinel.

Em todos os eventos uma multidão carrega bonecos, caixão, malas e outros objetos, como jacarés, que é o símbolo da família da prefeita, e dão ordem para a chefe do Executivo e seus irmãos arrumarem as malas e seguirem para Vitória, no Espírito Santo, onde efetivamente Zulma Pinheiro sempre morou.

Em Ibirajá, no início da noite desta segunda-feira (16), moradores do distrito simularam a inauguração da Praça da Matriz, uma obra eleitoreira que a prefeita iniciou no último dia 13 de agosto, no auge da campanha.

Uma mulher, vestida com trajes semelhantes aos usados pela prefeita, discursou para um grupo de pessoas e cortou a faixa, simulando a inauguração da praça, com direito a aplausos, fogos, carros de som e, claro, muitas gargalhadas.