Connect with us

Destaque HOME

Secretário diz a professores em greve que município está falido e que o ex-prefeito Bentivi deixou dívidas com o INSS

mm

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira (20), na sede da secretaria da Educação de Itanhém, o secretário Álvaro Pinheiro, que é irmão da prefeita Zulma Pinheiro (MDB), em reunião com representantes do núcleo sindical da APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia), disse que o município está falido e, entre outras coisas, citou dívidas do INSS deixadas pelo ex-prefeito Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB). A prefeita mais uma vez não compareceu para dialogar com os professores, que já entraram para a terceira semana de greve.

O secretário disse ainda que não tem dinheiro para atender as reivindicações da categoria e enfatizou que nesse mês de abril o pagamento dos profissionais da educação não será feito apenas com recursos do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Álvaro Pinheiro disse ainda que o pagamento aos funcionários da educação causou a paralisação das obras do município.

Relatório

Um técnico da APLB, com base na documentação fornecida pela prefeitura no início da semana, calculou o impacto que os valores das reivindicações dos professores dariam na contabilidade do município de Itanhém.

Noel Vieira dos Santos mostrou, em seu relatório, que os cofres públicos precisam apenas de R$ 32.295,94 para atender a categoria. De acordo com o técnico, esses valores são assim distribuídos: R$ 7.028,58 para pagamento de títulos, R$ 19.079,20 para quinquênios do quadro ocupacional e R$ 6.188,16 para as reservas técnicas.

De proposta mesmo, o secretário praticamente repetiu o que já havia falado em reuniões anteriores. Disse que faria a publicação da portaria da redução da jornada para a educação infantil, fundamental I e II, com aplicabilidade para o fundamental II para o mês de maio, percentual de 3,5% de quinquênio para o pessoal de apoio para janeiro de 2019 e o percentual de títulos seria discutido no segundo semestre.

A proposta será apresentada à categoria, em assembleia extraordinária, na próxima segunda-feira (23), quando a greve já terá completada 20 dias, além das 72 horas de paralisação feitas antes da greve.

FOTO/arquivo: Álvaro Pinheiro.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
1 Comentário

1 Comment

  1. João santos

    21 de abril de 2018 at 12:14

    Não sou político e mantenho a postura de não falar da incompetência dos Batistas e seus capachos. Mas, me choca quando por inescrupolosidade vem a público falar do Prefeito Bemtivi.
    A família Batista ou Pinheiro, como quiserem sempre administraram lesando o erário, bem como a vida privada do cidadão itanheense.
    Vou lembrar nomes aqui e quem conhece a família essas famílias e entidades vão lembrar o que ocorreu na família que hoje conduz os rumos de nossa querida Itanhém.
    FRICASA
    ROTARACT
    JOÃO ROSEIRA
    ZUINÃO
    CESAR

    Quem são vocês para falarem das Gestões de Bemtivi.

    Parem com essas falácias enganadoras e mentirosas.

    Acho que esses gestores não merecem o crédito que o povo de Itanhém lhe dão.

    MAS O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECEM. (Ditado popular)

    FICA A DICA E VIVA ÁGUA PRETA.

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque HOME

Professora de Itanhém procura por documentos perdidos

mm

Publicado

em

Uma professora que mora na cidade de Itanhém sumiu uma bolsa contendo todos os seus documentos pessoais. Ludgéria Alves Gomes Pereira registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Itanhém nesta sexta-feira (1), mas não sabe precisar se o desaparecimento da bolsa ocorreu em Itanhém ou em Teixeira de Freitas.

A bolsa é pequena, de alça e da cor bege. Contatos podem ser feitos no WhattsApp (73) 9 9840-6101

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereadores votam contra solicitação de concurso público em Itanhém

mm

Publicado

em

Na reunião desta segunda-feira (25), o presidente da Câmara de Itanhém, Sasdelli Resende (PSDB) e os vereadores Ronaldo Correia (PC do B), Valdemar Oliveira (PT), Audrey Correia (PR) e Gelson Picoli (PSDB) votaram contra uma indicação de André Correia (PHS), que solicitava à prefeita Zulma Pinheiro o encaminhamento à Câmara Municipal, de um projeto de lei para a realização de concurso público.

Na verdade, desde a semana passada André Correia vem tentando pautar esta indicação, mas, segundo ele, o presidente da Câmara – que tem o poder de decidir quais matérias que devem ser colocadas em votação – não colocou o assunto em pauta.

Nestes casos, o regimento interno do Legislativo Municipal prevê que qualquer vereador pode solicita que sua indicação seja votada pelo plenário e assim foi feito, mas o pedido foi reprovado.

André Correia disse que não vai baixar a cabeça e que vai continuar fiscalizando e apresentando  projetos e indicações em defesa da população.

“Quando aceitarem”, ironizou o vereador.

Além de André Correia votaram a favor do concurso público Deilton Porto, o Caboquinho (DEM) e Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos (PSB). Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), não estava presente.

FOTO: Vereador André Correia disse que não vai baixar a cabeça.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Carro pega fogo em avenida movimentada de Itanhém

mm

Publicado

em

Um automóvel pegou fogo na Avenida Maria Moreira Lisboa a, mais movimentada de Itanhém, onde funciona o verdadeiro centro comercial da cidade, por volta das 11h30 desta segunda-feira (25).

O Fiat Uno cor branca, placa JOB-5766, de procedência de Serra-ES, segundo informações de populares, tinha em seu interior apenas o condutor, que não se feriu. O trânsito chegou a ficar interrompido, mas já foi liberado com a retirada do carro do local.

O fogo danificou apenas a parte frontal do automóvel. Pessoas que passavam pela avenida e comerciantes ajudaram apagando o fogo com baldes de água.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA