Connect with us

Entretenimento

Usar máscara é um ato de empatia e respeito por si mesmo e pelos outros

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

[O Segredo] Em um momento tão delicado quanto o que estamos vivendo neste ano, a empatia e o respeito precisam prevalecer e não ser confundidos com fraqueza.

Ninguém estava preparado para a pandemia que tomou conta do mundo, no início deste ano. Todos nós estávamos vivendo como de costume, planejando viagens, vendo nossos familiares e amigos sempre que possível e mantendo a preocupação com nossa saúde em um nível “normal”.

No entanto, rapidamente, o vírus começou a se espalhar e, com a gravidade da situação, fomos obrigados a rever o nosso planejamento, adiar compromissos importantes e mudar a nossa forma de nos relacionar com nós mesmos e com as pessoas ao nosso redor para proteger nossa saúde.

Agora a comunicação com as pessoas acontece a distância, o toque é praticamente uma proibição e todas as nossas palavras são ditas através de um pano que, apesar de não nos trazer alegria, ajuda a preservar a nossa saúde e a daqueles que amamos.

Infelizmente, muitos não entendem a gravidade da realidade atual, mesmo depois de mais de 13 milhões de pessoas serem infectadas e meio milhão terem perdido suas vidas.

Elas acreditam que esse vírus não merece tanta atenção e prevenção, por isso abrem mão de um item simples, mas tão eficaz, neste momento: a máscara. Para essas pessoas, usar máscara diária e corretamente é sinal de medo ou fraqueza, elas não conseguem enxergar sua importância para todos nós.

O coronavírus é algo novo para o mundo, os cientistas estão trabalhando com muita dedicação para fazer novas descobertas sobre ele e encontrar uma forma eficiente de imunizar a população.

Todos os dias, milhares de profissionais dos mais diversos segmentos precisam deixar suas casas e se expor para conseguir sustentar a si mesmo e suas famílias, no meio de toda a crise gerada por conta do vírus.

Ainda assim existem pessoas que deixam a consciência e a humanidade de lado e se recusam a proteger a si mesmas e os outros de algo que já provou ser muito sério, como podemos acompanhar em noticiários do mundo inteiro.

Por conta disso, ainda é preciso conscientizar sobre o óbvio e salientá-lo, reforçando que as máscaras são fundamentais para a saúde e não representam medo, mas sim respeito próprio e pelo outro.

Pela ignorância de alguns, muitos podem sofrer. Portanto, nesta hora tão complicada, seja uma pessoa sábia e consciente, use a sua máscara!

Ao fazer isso, você não beneficia apenas a si, mas sua família e todos os que cruzam o seu caminho diariamente, além de contribuir para toda essa situação terminar logo, e com o menor de número de perdas possível.

As máscaras não são um símbolo de fraqueza, mas uma representação da união e do respeito que nos guiarão ao fim da pandemia. Pense nisso!