Connect with us

Destaque HOME

Vareador faltoso e que não tem dedicação exclusiva à vereança sugere redução salarial para a Câmara de Itanhém

mm

Publicado

em

Na reunião da Câmara de Itanhém da última quinta-feira (05), uma proposta no mínimo duvidosa de Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos (PSB), sugeriu que o salário dos vereadores fosse reduzido pela metade, para R$ 2.500.

Antes da sugestão de Marquinhos, o seu colega André Correia havia repetido a proposta que fez no dia anterior, na reunião da APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia), com a prefeita Zulma Pinheiro e o irmão dela, Álvaro Pinheiro, que é o secretário da Educação. André defendeu a apresentação de um projeto de lei para que as chamadas “sobras anuais”, que são repassadas pelo Legislativo ao município, fossem destinadas ao pagamento dos benefícios dos trabalhadores auxiliares da educação.

Marquinhos, que pouco tem se manifestado em defesa dos professores que estão em greve, na Câmara Municipal tentou se passar por bom samaritano em defesa dos educadores, dizendo que o salário do professor é muito pouco e o dos vereadores, que – segundo ele – fazem tão pouco, é R$ 5.000.

Se não o mais ausente, Marquinhos é um dos vereadores que mais falta às reuniões. Já ouve casos em que ele faltou duas sessões consecutivas. Não foram poucas as vezes que ele deixou de estar presente às sessões para debater os problemas de seu distrito e de toda a população do município, para transportar pedras para a cidade de Vitória, no Espírito Santo.

Ao contrário de vereadores como André Correia (PHS) e Sasdelli Resende (PSDB), que têm dedicação praticamente exclusiva ao ofício de vereador, Marquinhos tem outras atividades que o parece deixar financeiramente tranquilo, ao ponto de fazer uma sugestão polêmica como a de baixar pela metade o próprio salário e, por consequência, o de seus colegas também.

O salário de vereador em Itanhém, que legalmente deveria ter 11 vereadores e não 9 apenas, não é considerado alto. Embora não ter sido confirmado pelas Câmaras, o Água Preta News averiguou o salário de vereadores de cidades da região, inclusive de Lajedão, que têm uma população muito menor do que a população de Itanhém.

Em Teixeira de Freitas um vereador recebe R$ 12 mil mensais, em Medeiros Neto, com praticamente a mesma população de Itanhém e dois vereadores a mais, R$ 7.500, e Lajedão reajustou, no ano passado, o salário que era de R$ 3.500 para R$ 4.500.

Buscamos junto aos sites ligados a Justiça Eleitoral e observamos nas declarações de renda do vereador Marquinhos, nas três vezes que ele se candidatou, que seu patrimônio tem diminuído – pelo menos é o que se tem registrado. Em 2008 ele declarou ter R$ 360 mil de bens, em 2012, R$ 260 mil e, em 2016, apenas R$ 162 mil. Mesmo tendo, digamos, ’empobrecido’, Marquinhos defendeu que o salário de vereador seja cortado pela metade.

Se o salário de R$ 5.000 pago aos vereadores de Itanhém levasse em consideração a quantidade de reuniões em que o parlamentar se faz presente, talvez o de Marquinhos chegasse à pouco mais de R$ 2.500. Por via das dúvidas, quanto à assiduidade dos vereadores, o Água Preta News vai encaminhar ofício à Câmara Municipal, solicitando a frequência dos edis no primeiro ano de legislatura.

FOTO: Facebook.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado
1 Comentário

1 Comment

  1. cleudina

    8 de abril de 2018 at 17:28

    sim ele pode não ser tão presente nas reunios,pelo o motivo sitado no site .isso prova q ele tem trabalho próprio e q nao vevi mamando em prefeitura como muitos , ele simplis mente foi honesto e competente quando fez essa proposta por que realmente o salário de um veriador q faz tão pouco sem esforço físico nem e muito enguanto um frofessor e todos os outros dicionários ta educação trabalam muito sendo uma uma carga horária de 40 a 44 horas semanais enfrentando esforços físicos,mentais e emocionais para educar a população.ganham um salário tão pouco e ainda faltando os completos e com atrasos.Pesquisaram os salários dos veriadores das cidades vizinhas,pesquisam o salário dos professores dos outros estados e ver q são um pouco mais e eles ainda não recebe o suficiente q um proficiona da educação merece.vc está serto marquinhos todos os vereadores tem que ter um outro trabalho próprio pq a maioria ze trabalhar muito mais nada vamos feito em nosso municio .o único que pelo aumenos cobra e briga pelo município esta sendo o André Correia .

Deixe sua opnião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque HOME

Professora de Itanhém procura por documentos perdidos

mm

Publicado

em

Uma professora que mora na cidade de Itanhém sumiu uma bolsa contendo todos os seus documentos pessoais. Ludgéria Alves Gomes Pereira registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Itanhém nesta sexta-feira (1), mas não sabe precisar se o desaparecimento da bolsa ocorreu em Itanhém ou em Teixeira de Freitas.

A bolsa é pequena, de alça e da cor bege. Contatos podem ser feitos no WhattsApp (73) 9 9840-6101

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vereadores votam contra solicitação de concurso público em Itanhém

mm

Publicado

em

Na reunião desta segunda-feira (25), o presidente da Câmara de Itanhém, Sasdelli Resende (PSDB) e os vereadores Ronaldo Correia (PC do B), Valdemar Oliveira (PT), Audrey Correia (PR) e Gelson Picoli (PSDB) votaram contra uma indicação de André Correia (PHS), que solicitava à prefeita Zulma Pinheiro o encaminhamento à Câmara Municipal, de um projeto de lei para a realização de concurso público.

Na verdade, desde a semana passada André Correia vem tentando pautar esta indicação, mas, segundo ele, o presidente da Câmara – que tem o poder de decidir quais matérias que devem ser colocadas em votação – não colocou o assunto em pauta.

Nestes casos, o regimento interno do Legislativo Municipal prevê que qualquer vereador pode solicita que sua indicação seja votada pelo plenário e assim foi feito, mas o pedido foi reprovado.

André Correia disse que não vai baixar a cabeça e que vai continuar fiscalizando e apresentando  projetos e indicações em defesa da população.

“Quando aceitarem”, ironizou o vereador.

Além de André Correia votaram a favor do concurso público Deilton Porto, o Caboquinho (DEM) e Luiz Marcos Villas Boas, o Marquinhos (PSB). Whindson Moreira Mendes, o Nem Mendes (PP), não estava presente.

FOTO: Vereador André Correia disse que não vai baixar a cabeça.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Carro pega fogo em avenida movimentada de Itanhém

mm

Publicado

em

Um automóvel pegou fogo na Avenida Maria Moreira Lisboa a, mais movimentada de Itanhém, onde funciona o verdadeiro centro comercial da cidade, por volta das 11h30 desta segunda-feira (25).

O Fiat Uno cor branca, placa JOB-5766, de procedência de Serra-ES, segundo informações de populares, tinha em seu interior apenas o condutor, que não se feriu. O trânsito chegou a ficar interrompido, mas já foi liberado com a retirada do carro do local.

O fogo danificou apenas a parte frontal do automóvel. Pessoas que passavam pela avenida e comerciantes ajudaram apagando o fogo com baldes de água.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA