Connect with us

Notícias

Veja as promessas que a prefeita de Itanhém registrou no TSE e quais foram cumpridas

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

Se considerarmos a importância e se a execução da obra ou da ação administrativa foi total ou parcial, a prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (PMDB), no seu primeiro ano de mandato não cumpriu quase nada do programa de governo registrado no tribunal Superior Eleitoral (TSE).

No total o programa tem 65 tópicos, envolvendo as áreas da educação, com 21 itens, saúde (9), indústria e comércio (5), cultura (6), meio-ambiente (6), segurança (5), habitação (2), infraestrutura urbana e rural (8), esporte (6) e agropecuária e agricultura (4).

Numa análise benevolente dá para apontar que Zulma Pinheiro tentou cumprir, bem ao seu modo capenga de administrar, alguns itens do programa.

A prefeitura promoveu o acesso ao programa à atenção primária de saúde, fez parceria com o Hospital Maria Moreira Lisboa, depois de meses de sofrimento da população; investiu na educação de jovens e adultos, mesmo com carga horária reduzida; fez a festa junina e de aniversário da cidade; substituiu o madeiramento de algumas pontes que a ação do tempo havia destruído; recuperou trechos de estradas; se empenhou pelo asfaltamento da estrada que dá acesso ao distrito de Batinga; reformou o ginásio de esportes de Itanhém e fez ‘meia-sola’ nos ginásios de Ibirajá e Batinga e comprou alguns produtos da agricultura familiar para a merenda escolar.

Na educação Zulma Pinheiro registrou no TSE 21 itens. Em um deles disse que faria investimentos na formação e na eleição de gestores escolares. Acontece que, a eleição de diretores já havia ocorrido no mandato do ex-prefeito Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB) e, ironicamente, o Secretário da Educação, Álvaro Pinheiro, que é irmão da prefeita, declarou alto e em bom som, em uma reunião da Câmara de Vereadores, que é contra a eleição de diretores nas escolas da rede municipal de ensino. Desta forma, a prefeita, além de constar em seu programa encaminhado ao TSE um direito que a classe dos professores, através da APLB, já havia conquistado, nomeou um secretário que é declaradamente contra a proposta de governo apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral.

Segue abaixo as 65 propostas do programa de governo da prefeita Zulma Pinheiro e veja quais foram cumpridas total ou parcialmente e as propostas que, pelo andar da carruagem, vão virar utopia.

EDUCAÇÃO 

01 – Desenvolver um programa para acompanhar os resultados educacionais através dos dados lançados pelas escolas (SGEI – Sistema de Gestão Escolar de Itanhém), visando monitorar as metas do programa pedagógico.

02 – Criar um departamento de TI – Tecnologia da Informação monitorado por analistas de sistemas, técnicos em informática com a colaboração de um coordenador pedagógico.

03 – Construir uma creche para o atendimento prioritário às crianças até 03 anos de idade.  (Conforme LDB 9394/96 Artigo 30).

04 – Construir um Centro de Educação Infantil (CEII – Centro de Educação Infantil de Itanhém).

05 – Oferecer formação continuada para todos os profissionais da educação.

06 – Fortalecer os órgãos colegiados.

07 – Incentivar a atuação efetiva dos Colegiados Escolares em cumprimento as normas legais.

08 – Negociar o cumprimento do plano de carreira dos servidores em educação;

09 – Investir na formação dos professores alfabetizadores, premiando sempre a meritocracia.

10 – Criar a cultura de certificação dos professores atuantes na alfabetização e 1º ao 5º ano.

11 – Manter efetivamente laboratório de Informática em todas as escolas com acesso á Internet sem fio (Wireless).

12 – Adaptar e implantar em todas as escolas da rede municipal os mesmos projetos estruturantes desenvolvidos pela SEC –Secretaria de Educação da Bahia, valorizando a música, artes visuais, produção textual, artes cênicas, jogos nas suas diversas modalidades e outros.

13 – Implantar aulas de inglês nas matrizes curriculares do Ensino Fundamental I.

14 – Investir na formação dos gestores e na eleição dos mesmos.

15 – Incentivar os trabalhos do Conselho Municipal de Educação oferecendo sede própria e criar mecanismo para manutenção do mesmo, desmembrando-o da Secretaria da Educação.

16 – Implantar em todas as escolas da rede municipal bibliotecas com acervos bibliográficos apropriados ao nível de ensino.

17 – Implantar em todas  as  escolas  municipais  projetos  e  programas atualizados de inclusão social fazendo as adaptações na estrutura física  necessárias  á  acessibilidade  e  promover  a  formação continuada dos profissionais da educação envolvidos nos projetos. Conforme Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN.

18 – Investir na implementação  dos  projetos:  Mais  Educação (atendimento  em  turno  integral)  e  Escola  Aberta  (valorização  das artes e esportes nos finais de semana).

19 – Investir efetivamente nos projetos de alfabetização de adultos.

20 – Implantar o programa  de  acompanhamento  oftalmológico, ofertando exames para todos em Idade escolar, extensivo para os alunos da Educação de Jovens e Adultos.

21 – Investir na Educação de Jovens e Adultos (Ensino Fundamental) seguindo os mesmos Parâmetros da Secretaria  de  Educação  do Estado da Bahia.  Tempo Formativo I – Eixos I e II Tempo Formativo II – Eixos I e II. Sim (TOPA)

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

22 – Apoio a COOPIVALI.

23 – Conceder incentivos fiscais para as  empresas  investirem  na geração de emprego em nosso município.

24 – Fazer cursos profissionalizantes direcionados para inserção  dos jovens no seu primeiro emprego.

25 – Fazer parcerias com o SEBRAE para  capacitação  dos trabalhadores que já atuam dentro do comercio e das indústrias do município.

26 – fazer parceiras com todas as entidades representativas do comercio, dos  trabalhadores,  dos  produtores  rurais    para  proporcionar melhorias a todos seguimento envolvidos.

ATENÇÃO A SAÚDE 

27 – Promover acesso atenção primaria de saúde de todo município.

28 – Melhorar o acesso  a  serviços  especializados  e  a  solução  dos problemas de saúde para todos os cidadãos.

29 – Promover o atendimento eficaz ao pré-natal, parto e atenção ao recém-nascido.

30 – Reorganizar programas de promoção à saúde  e  prevenção  em todo município.

31 – Reorganizar serviços especializados para atendimento a usuários de drogas.

32 – Reorganizar ações de promoção ao envelhecimento saudável.

33 – Promover ações  de  melhoria  na  atenção  à  saúde  das  pessoas com deficiência.

34 – Aplicar integralmente a emenda constitucional nº 19 ao que cabe aos recursos do município.

35 – Fazer parceria com o hospital,  laboratórios  e  serviços especializados.

CULTURA

36 – incentivar consolidação de talentos, nos campos da música, da leitura, da escrita, do artesanato e das artes de forma geral, através de realização de cursos, de palestras e eventos juntos com a comunidade.

37 – Apoiar todas as ações desenvolvidas dentro das escolas que tem por objetivo, a inserção social dos nossos jovens através da cultura.

38 – assegurar a realização dos eventos tradicionais