Connect with us

Destaque HOME

Vereador de Itanhém defende a educação e a valorização dos professores em vídeo no Jornal Nacional

mm

Publicado

em

O vereador pelo município de Itanhém, Audrey Scalzer Correia, acredita que a transformação do país está na educação, com a valorização dos professores e mais investimentos na construção de creches, escolas e universidades públicas. Aliás, esta foi a mensagem que ele deixou para milhões de brasileiros no Jornal Nacional desta segunda-feira (12), no quadro “O Brasil que eu quero”, criado pela Globo, para chamar a atenção dos políticos, sobre as necessidades da população nesse ano eleitoral.

“O Brasil que quero é um país onde seja investido mais na educação, na construção de escolas e universidades e na valorização dos professores. Esta sim é a transformação que nós precisamos”, disse o vereador do Partido da República, que está no segundo mandato consecutivo.

Aos 45 anos, Audrey Correia é um dos destaques dos nove vereadores da Câmara Municipal de Itanhém. Ele é graduado em Administração e pós-graduado em Finanças Corporativas pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ). É ele quem administra parte dos negócios da família Scalzer Correia e está à frente do Café Ticiana, uma indústria com mais de 30 anos no mercado e conhecida nos  estados da Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo.

Apesar de toda a ocupação Audrey ainda encontra tempo para servir a população de Itanhém, colaborando com o desenvolvimento político-social do município e ainda cursa Direito, à noite, na cidade de Teixeira de Freitas.

Com atuação na Câmara elogiada pelos seus colegas vereadores e pela população, Audrey tem um trabalho reconhecido por todos, pela sua capacidade de liderança e pelo seu empreendedorismo.

“Muito feliz e honrado em ter o meu vídeo escolhido para representar a minha querida Itanhém”, comemorou o vereador. “Acredito que a educação é verdadeiramente a grande transformação que o nosso país precisa”, defendeu. “ O Brasil precisa de investimentos em creches, escolas em tempo integral, escolas técnicas, universidades e, claro, o mais importante, valorizar os profissionais da educação, com salários dignos e planos de incentivos àqueles que são os agentes transformadores da nossa realidade”, finalizou.

Destaque HOME

De lá Maria Pinheiro está aplaudindo sua neta, que é “impávida que nem Muhammad Ali”

mm

Publicado

em

Eu me lembro como se fosse hoje.

Ainda numa maca no corredor do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, quando retornou do último AVC, minha mãe, Maria Pinheiro, que há seis anos não mais está neste plano, disse que não queria ter voltado.

Ao recobrar a consciência e perceber que estava viva, ela desapontou-se, descrevendo aquele mundo onde estivera por algumas horas como um lugar harmonioso, de luz, de serenidade e de uma beleza exuberante. Falou das plumas que a envolviam, dando-lhe proteção e também que lá não habitava o sofrimento, a ansiedade, a depressão ou quaisquer outros males da alma.

Imagino que um anjo deva ter recebido minha mãe com luzes serenas e que mãos poderosas a envolveram durante todo o período que aqui ela se manteve desacordada.

Nos 80 anos que por aqui esteve, Maria Pinheiro valsou embalada pela vontade e ternura de viver e enfrentou o mundo com dignidade e força para ser o pai e a mãe dos nove filhos que criou. Autodidata, ela aprendeu a ler, a escrever e ensinou aos filhos o valor da simplicidade das coisas.

Cresci vivenciando a batalha diária que a minha mãe travava para nos manter e nos educar. E esses laços invencíveis, guardados no inconsciente, os quais unem eu e minha mãe além da vida, fiz questão de transferir aos descendentes que decidiram seguir os passos que com ela aprendi. Entre os descendentes está a minha primogênita, “impávida que nem Muhammad Ali, apaixonadamente como Peri e infalível como Bruce Lee”.

E sei que neste dia 12 de dezembro, lá do reino sereno e poderoso que minha mãe tão perfeitamente descreveu quando retornou daquele AVC está Maria Pinheiro, de pé, aplaudindo a sua neta Thathira Mickaelle, que acaba de apresentar o trabalho final do curso de direito na Faculdade Pitágoras.

[Crônica de Edelvânio Pinheiro]

Foto: Thathira Mickaelle com os professores Caike Gama, Luciano Porto e Gilleard Pádua, durante apresentação do TCC.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Academia Teixeirense de Letras realiza sessão solene final de 2018 nesta quinta (13)

mm

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] A Academia Teixeirense de Letras (ATL) realiza sua sessão solene final de 2018, a partir das 19h desta quinta-feira (13), no auditório da Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas/BA.

“Desde já, contamos com a presença ilustre dos amantes da literatura, da cultura e da arte no nosso evento acadêmico final do ano”, convida Almir Zarfeg, presidente da ATL.

Segundo o presidente, a sessão acadêmica será marcada pelo lançamento do volume III da antologia “ATL em Verso e Prosa!”, pela abertura das inscrições para a 3ª edição do Prêmio Castro Alves de Literatura e, também, pela apresentação dos candidatos às cadeiras 22 e 36 da ATL.

“Também serão conhecidos os indicados ao Prêmio Destaque Poético 2018 da editora luso-brasileira Mágico de Oz, que vai acontecer em Petrópolis/RJ no próximo dia 15 de dezembro”, acrescentou Zarfeg.

Na oportunidade, o maestro Eudes Oliveira Brito será indicado formalmente à condição de 1º Membro Benemérito da ATL. Ele é autor da melodia e do arranjo do hino oficial da instituição literocultural. O acadêmico Marcus Aurelius é o autor da letra.

Durante a cerimônia acadêmica, a professora Enelita Freitas será homenageada pela passagem do seu 70º aniversário.

“Será um evento acadêmico inesquecível com as bênçãos de Castro Alves, nosso patrono-geral”, concluiu Zarfeg, que vai receber o Troféu Água Preta de 2018 das mãos da diretora do portal Água Preta News, Sandra Costa.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Vídeo mostra ação de atirador dentro da igreja em Campinas

mm

Publicado

em

Imagens do circuito interno da Catedral Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo, flagraram o momento em que um atirador realizou disparos contra fiéis que acompanhavam à missa, no início da tarde desta terça-feira (11). Quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas devido à ação do atirador, que se matou em seguida.

Inicialmente as autoridades disseram que cinco pessoas haviam morrido, depois esse número foi corrigido.

Policiais dispararam contra o criminoso e conseguiram atingi-lo na costela. O momento em que o atirador tira a própria vida não foi registrado.

 

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA