Connect with us

Destaque HOME

Vídeo: Itanhém se despede de Manzinho, que deixou um legado eterno de amor ao próximo.

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

Compartilhe

Eram 4h30 da manhã desta quinta feira (30), quando o carro funerário surgiu  na entrada da cidade de Itanhém, trazendo o corpo do empresário Whilherman Gundim Santos, o Manzinho, de 55 anos, que morreu na última quarta-feira (29), na cidade de Ilhéus, onde estava internado no Hospital Regional Costa do Cacau. Ele é a sétima vítima da Covid-19 no município.

Manzinho era uma pessoa muito querida pelos seus conterrâneos e foi recepcionado por uma carreata que seguiu em cortejo pela Rua Dois de Julho, Avenida Alves de Macedo, Rua Rubens David, Avenida Maria Moreira Lisboa e Rua Afonso Pena, onde parou em sua residência por pouco tempo, em razão da pandemia, seguindo para o cemitério local. O sepultamento ocorreu antes que o dia amanhecesse.

Durante a rápida passagem na casa onde Manzinho morava, Vanusa Alves, muito comovida, se despediu do marido e agradeceu a todos pelas orações. Ela lembrou também das igrejas que estavam em campanha e todos acompanharam a oração proferida pela professora Normélia Alquilina, diretora do Colégio São Bernardo.

Ao som do louvor “Conquistando o Impossível”, de Jamily, os presentes se despediram daquele que voltou para casa sem vida, mas com o legado eterno de amor ao próximo.