Connect with us

Sem categoria

Videos sugerem que vaias a deputados partiram de pessoas ligadas à prefeita

mm

Publicado

em

Vários vídeos que circularam nas redes sociais sobre a vinda do governador Rui Costa (PT) a cidade de Itanhém, que mostram grupos de pessoas aplaudindo Zulma Pinheiro (MDB), num momento, e vaiando os deputados Robinho e Zé Cocá, ambos do PP, em outro, sugerem que a ação dos manifestantes está politicamente ligada à prefeita. Em razão da intensidade das vaias os parlamentares se viram obrigados a sintetizar seus discursos, numa clara estratégia para evitar, o mais rápido possível, aquela manifestação.

A prefeita também foi vaiada e chamada de mentirosa por outro grupo formado por pessoas que se divergem politicamente dela.

RELEMBRE:

Fotos e postagens sugerem que Lourival mentiu para o MP ao dizer ‘que conhece Cristiano de vista’

A história de Lourival reforça a denúncia de André Correia de que ele seja laranja de Cristiano?

A análise de alguns vídeos sugere que alguns desses manifestantes, ligados a chefe do Executivo, agem como incentivadores de um grupo que foi levado à Praça da Rodoviária para a finalidade específica de vaiar os deputados Robinho e Zé Cocá.

Um deles é Cristiano Alves Santos, que é cunhado de Newton Pinheiro – o irmão da prefeita que ocupa as secretarias da Administração e Finanças e da Infraestrutura. Cristiano, que já trabalhou na secretaria da Infraestrutura aparece nas imagens como uma espécie de animador de palco, incentivando o público a sua volta, formado também por funcionários públicos contratados e adeptos da política da prefeita.

De acordo com a denúncia que o vereador André Correia (PHS) fez ao Ministério Público, no último dia 19 de fevereiro, Cristiano Alves seria o verdadeiro dono do Supermercado Apoio, que fica no distrito de Ibirajá e “já recebeu mais de um milhão da prefeitura entre 2017 e 2018”. A empresa está em nome de Lourival Lopes de Souza, que foi criado por Cristiano numa relação de pai e filho.

Mesmo após as denúncias a prefeita Zulma Pinheiro continua comprando no supermercado denunciado pelo vereador.

Cristiano Alves, de camisa branca.

Na ocasião em que foi ouvido no MP em inquérito civil público instaurado para apurar eventual ato de improbidade administrativa da prefeita, Lourival teria mentido ao dizer que não faz parte do ciclo de amizade ou de qualquer tipo de relacionamento com Cristiano. Fotos e publicações do Facebook contrariam, de modo inequívoco, as declarações dadas ao promotor Fábio Fernandes Correa.

Lourival disse ao promotor “que conhece Cristiano Alves, mas não é seu amigo, que Cristiano não reside em Ibirajá e acredita que ele mora na sede de Itanhém e que conhece Cristiano [apenas] de vista”.

Ao tentar convencer o MP de que não tinha nenhum ou quase nenhum contato com Cristiano, Lourival se esqueceu de que fotos deles dois já foram publicadas em redes sociais e que pessoas do povo, intencionalmente ou não, teriam guardadas essas imagens em seus arquivos pessoais.

O Água Preta News teve acesso a algumas dessas fotos. Em uma delas Lourival, ainda pré-adolescente, aparece ao lado de Cristiano numa mesa de bar com três amigos. Já mais velho, ele foi fotografado em uma casa e em um ambiente que parece ser uma praia, demonstrando laços de convivência com Cristiano.

Vários endereços

Ao ser indagado sobre o seu endereço residencial, Lourival disse que morava na Rua Silva Jardim, nº 201, em Ibirajá. O Supermercado Apoio fica numa esquina, na Praça da Matriz, também no nº 201. O portal apurou que esse endereço fornecido ao MP fica ao lado do supermercado.

Entretanto, estranhamente, às 9h53 do dia 26 de fevereiro, quando foi notificação pelo oficial de justiça, Lourival foi encontrado trabalhando na fabrica de queijo, localizada na fazenda de Pedro Figueiredo, que é pai de Cristiano Alves, na estrada que liga Itanhém a Cruzeiro do Sul, próximo a uma região conhecida como Ladeira do Bucho. Ao ser solicitado o seu endereço atual, Lourival foi categórico ao dizer ao oficial de justiça “que mora na casa do pai de Cristiano e que fica também na casa da namorada”.

A certidão elaborada pelo oficial não faz referência a localização da casa da namorada e muito menos à Rua Silva Jardim, em Ibirajá, citada por Lourival ao MP como sendo a sua residência

No Facebook a realidade é outra

Na época o Água Preta News verificou as páginas do Facebook de Lourival Lopes e Cristiano Aves.

Em sua página, que havia sido atualizada com a logomarca do Supermercado Apoio, Lourival diz que é empresário e mora no distrito de Ibirajá. No perfil, embora sem o link ativo, ele se apresenta como filho de Cristiano Alves.

Outra demonstração de estreito relacionamento entre os dois pode ser observada em um post do dia 1º de outubro de 2017, quando Lourival fez aniversário.

“Parabéns, meu filho. Tudo de bom pra você, pois você é especial para mim. Que possamos comemorar esta data por muitos anos ainda”, escreveu Cristiano em sua página.

Lourival, por sua vez, gentil e grato, comentou a fala de Cristiano, a quem disse considerar como pai.

“Obrigado, Cristiano. Sem você eu não era nada. Te agradeço por tudo nesta vida. Você não é meu pai de sangue, mas te considero um [pai] porque tudo que eu preciso você está comigo.”, agradeceu Lourival.

Não é laranja

Sobre a empresa registrada em seu nome, Lourival disse “que existia no local o Comercial Apoio e que não sabia a quem pertencia [a propriedade da empresa], que o prédio pertence a Ilton, que não sabe o seu sobrenome e que não possui contrato de aluguel”. Ilton, na verdade, é conhecido como Iltinho do Apoio, irmão de Cristiano Alves e filho de Pedro Figueiredo, que é o dono da fazenda onde Lourival estava fazendo queijo, quando foi notificado pelo oficial de justiça do inquérito instaurado pelo Ministério Público.

Lourival disse ainda “que a acusação é improcedente porque o Supermercado Apoio é dele e que ele não é laranja de ninguém, que sua empresa participou e ganhou cinco licitações e que nos cinco lotes já vendeu R$ 450 mil à prefeitura, nos anos de 2017 e 2018” e não mais de um milhão de reais, como mostra a denuncia do vereador.

Sobre a declaração de imposto de renda, ele disse “que não declara imposto de renda, mas realiza o imposto de renda da empresa” e completou afirmando “que não sabe qual a atividade comercial de Cristiano nem se o Comercial Apoio [que existia no local antes da sua empresa] pertencia a ele”.

Contas bancárias

Além das declarações do imposto de renda de Lourival Lopes de Souza, durante o período em que o supermercado foi registrado em seu nome – fato já observado pelo promotor Fábio Fernandes – o MP deve observar ainda a existência de contas bancárias em nome da empresa.

Caso essas contas existam e não sejam movimentadas pelo titular, existem procurações dando poderes, no mínimo, a outra pessoa.

Chefe de tributação

Cristiano Alves já foi chefe da Divisão de Tributação, Fiscalização e Arrecadação do Município, órgão ligado à secretaria da Administração e Finanças, que tem Newton Pinheiro como secretário.

No ano passado o cunhado do irmão da prefeita foi afastado da Divisão de Tributação, depois que o promotor Fábio Fernandes Corrêa, instaurou inquérito para apurar prática de nepotismo na prefeitura de Itanhém. Nesta ocasião a prefeita Zulma Pinheiro foi obrigada a encerrar os contratos que o município celebrou com o seu marido e sua cunhada, que são médicos.

Prefeita

Na época, não apenas Lourival foi citado no inquérito civil público. Na portaria nº 03/2019, instaurada no dia seguinte à denúncia, o promotor mandou notificar a prefeita Zulma Pinheiro (MDB) para, no prazo de 10 dias, apresentar documentos ao MP.

O promotor ainda determinou diligências na Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), para juntar ao inquérito contrato social e todas as movimentações financeiras feitas pela empresa Lourival Lopes de Souza.

Zulma Pinheiro, portanto, foi notificada a apresentar cópia dos processos licitatórios e de pagamentos referentes a todas as contratações da empresa em questão e ainda os atos de nomeação de seu irmão, Newton Pinheiro, para secretário da Administração e Finanças, e de nomeação e exoneração do cunhado do irmão da prefeita, Cristiano Alves, como chefe da Divisão de Tributação, Fiscalização e Arrecadação do Município.

Tô nem aí

Mesmo depois da instauração de ação civil pública pelo promotor Fábio Fernandes Corrêa, sobre eventual ato de improbidade administrativa, a prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro, celebrou contrato com a empresa Lourival Lopes de Souza.

A denúncia foi protocolada por André Correia no dia 19 de fevereiro e a ação foi instaurada no dia seguinte. Entretanto, quase um mês depois, no último dia 14 de março, apenas para citar um exemplo, a prefeita celebrou um novo contrato com a empresa denunciada, no valor de R$ 95 mil.

O contrato de prestação de serviços para fornecimento de materiais de limpeza é o de nº PP-100/2019, para aquisição de produtos de limpeza para – segundo o contrato – atender as demandas das secretarias municipais, das quais três delas são comandadas por dois irmãos da prefeita, o ex-deputado Álvaro Pinheiro e o fazendeiro Newton Pinheiro.

Além deste contrato de R$ 95 mil com a empresa Lourival Lopes de Souza, na mesma data, 14 de março, a prefeitura celebrou contratos com outras duas empresas: uma no valor de R$ 103 mil e 500 e outra no valor de R$ 147 mil, perfazendo um total de R$ 345 mil e 500 para a aquisição de produtos de limpeza para as secretarias.

Vereador André Correia

Quando questionado sobre o valor do capital social da empresa, que foi aberta em junho de 2016 com R$ 50 mil, Lourival explicou que esse dinheiro foi juntado com “bicos” e ajuda de familiares. Sobre como ele ficou sabendo da licitação da prefeitura de Itanhém para aquisição de material escolar, gêneros alimentícios e fraudas, explicou que foi avisado pela prefeitura e que teve o apoio do funcionário que gerencia sua empresa.

O vereador André Correia acredita que Lourival é um laranja e que a empresa em seu nome não passou de uma manobra “para que o comércio do cunhado de outro irmão da prefeita pudesse celebrar contratos com a prefeitura”.

No depoimento dado ao Ministério Público, Lourival disse que conhece Cristiano Alves apenas de vista, contrariando a intimidade há anos demonstrada em fotos e postagens nas redes sociais.


Sem categoria

Homem espera há tempo em Batinga para retirar uma provável hérnia gigante

mm

Publicado

em

Uma provável hérnia gigante chama a atenção de quem encontra Antônio da Silva, de 60 anos, morador do distrito de Batinga, município de Itanhém. No entanto, a visível urgência não é a mesma para a rede pública de saúde, já que há muito tempo ele tenta fazer a remoção daquela protuberância que tomou conta da região central do abdômen.

Antônio da Silva, no final da semana passada, apareceu nas redes sociais em um vídeo que foi gravado por Cássio Rodrigues Santos, que também é morador de Batinga e amigo da família.

De acordo com o vídeo, Antônio procurou os responsáveis pela Saúde em Itanhém por pelo menos quatro vezes, sem que nenhuma solução houvesse sido tomada.

“Eles estão enrolando, já fui lá umas quatro, cinco vezes”, disse Antônio. “Cadê o representante de Batinga, que é Sasdelli, que diz estar correndo atrás?”, perguntou Cássio. “Pelo amor de Deus, vou colocar no grupo pra ver se vocês ajudam esse cara, esse cara está sofrendo demais,” completou.

Sasdelli Resende é o presidente da Câmara de Vereadores de Itanhém.

Continuar leitura...

Sem categoria

Mãe vende rifa para pagar exames de filho especial em Itanhém

mm

Publicado

em

Uma mulher está vendendo rifa de uma cesta de chocolate para custear exames de um filho especial na cidade de Itanhém. Cada bilhete custa R$ 5.

Talita Matos é mãe de um menino de 6 anos, que é imperativo e tem paralisia cerebral. O garoto não fala, não anda e graças a uma cadeira emprestada pela APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), a mãe consegue se deslocar com ele com menor dificuldade.

“Eu so to fazendo isso pq na secretaria eles falaram q n libera”, disse Talita, nas redes sociais. “Tinha 3 anos q tava la o encaminhamento pro oftalmologista e ai ele jogaram pra aquele mutirão q teve e não serviu pro meu filho, pq ele é especial e imperativo. Ai tem q ser um oftalmologista pediatra”, explicou.

Encaminhar o filho de Talita para os multirões promovidos pelo governo do estado é a demonstração inequívoca de que a secretaria da Saúde de Itanhém não estava acompanhando o problema desta criança.

No oftalmologista o garoto precisa fazer uma refração – que identifica a acuidade visual e o grau dos óculos – sob cicloplagia, que é paralisia da pupila do globo ocular. E, noutro especialista, o menino precisa fazer um exame conhecido como BERA, que serve para verificar a capacidade auditiva  e a integridade das vias que conduzem o som.

“A gente q tem filhos especiais ou ate mesmo precisamos da secretária  quando chegamos la atrás dos nossos direitos  ele falam vcs são muito apressado n sabe espera não.?”, lamentou Talita, também nas redes sociais.

O filho de Talita já fez uma cirurgia em Vitória e, alegando evitar gastos com transporte, Talita foi orientada a se mudar para a capital do Espírito Santo.

“Meu filho precisava de uma cirurgia nós eu ganhei la em Vitória,cirurgia e ate a órtese e eles reclamavam q estavam gastando muito com transportes,pq eu n morava logo em Vitória”, finalizou.

Em todas as mensagens foram mantidas a grafia original.

Continuar leitura...

Sem categoria

Dinheiro está sendo arrecadado em Itanhém para exame de adolescente que está com forte sangramento no nariz

mm

Publicado

em

Um adolescente autista, que mora na cidade de Itanhém, está com forte sangramento no nariz desde a madrugada da última quinta-feira (7), sem acompanhamento de um especialista.

Mesmo tendo sido diagnosticado com hemorragia nasal e indicação, com urgência, para passar por um otorrinolaringologista, Jhonatas Ferreira Silva, 12 anos, continua com sangramento e muita dor de cabeça, de acordo com a mãe dele, Maria José de Sá Ferreira.

Nas redes sociais foram postadas imagens do adolescente com um pano branco sujo de sangue e vídeo relatando o sofrimento da família.

De acordo com o padrasto do jovem, Genilson Pereira de Jesus, as pessoas estão se mobilizando nas redes sociais para arrecadar dinheiro para o pagamento de uma consulta na cidade de Teixeira de Freitas.

Ainda de acordo com Genilson, a mãe do adolescente foi informada pela pessoa responsável pela marcação de exames, que seria necessário aguardar surgimento de vaga.

O Água Preta News apurou que a consulta já foi marcada para a próxima segunda-feira (11), às 9h40, no Hospital São Paulo, na cidade de Teixeira de Freitas. O valor da consulta, R$ 300, e dinheiro para deslocamento estão sendo arrecadados na cidade.

Profissional pediu urgência no exame.

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA