Connect with us

Destaque HOME

Zarfeg receberá na Itália o “Primeiro Prêmio Absoluto” pelo livro inédito “A Nuvem”

Edelvânio Pinheiro

Publicado

em

[Edelvânio Pinheiro] O poeta e jornalista Almir Zarfeg acaba de brilhar no “Prêmio Internacional de Poesia, Prosa e Artes Figurativas”. Trata-se de um concurso de literatura e artes plásticas realizado pela Accademia Il Convivio, sediada na Itália e que tem como presidente Angelo Manitta.

Zarfeg teve o livro de poemas “A Nuvem” premiado na categoria “Coletânea de poesia inédita em língua portuguesa”. Por isso, vai receber o “Primeiro Prêmio Absoluto”.

A cerimônia de premiação está marcada para as 9h30 do dia 28 de outubro de 2018, em Giardini Naxos, província de Messina, na Sicília, sul da Itália.

“Estou muito feliz por mais esse reconhecimento por uma obra inédita que representa muito para mim e para minha trajetória literária”, disse Zarfeg à reportagem do Água Preta News.

Segundo o poeta, “A Nuvem” é uma espécie de autobiografia poética escrita de maneira bem original: um poema longo constituído por 66 fragmentos ou trechos. Mais: cada fragmento corresponde a uma palavra e não a um verso. Para o fragmento 1 uma palavra, para o 2 duas palavras, para o 3 três palavras, sucessivamente, até o fragmento 66.

“Para ilustrar, o fragmento seria o equivalente a uma estrofe, se se pode imaginar uma estrofe constituída de palavra ou palavras em vez de verso ou versos”, explicou Zarfeg.

Assim que o resultado do prêmio foi divulgado na última quarta-feira (12), a Editora Lura, de São Paulo, se prontificou a editar “A Nuvem” em 2019.

No total, 1.037 artistas participaram da 17ª edição do prêmio, dos quais 984 italianos e 53 estrangeiros, como brasileiros, espanhóis e franceses. O júri, presidido por Carmela Tuccari, era composto por 22 membros.

LEIA conto zarfeguiano aqui.

FOTO/arquivo pessoal: Poeta Zarfeg, premiado internacionalmente

Anúncio de “Primeiro Prêmio Absoluto” para “A Nuvem”.