Connect with us

Destaque HOME

Zulma Pinheiro registrou no TSE proposta que já havia sido cumprida por Bentivi

mm

Publicado

em

Um dos 65 itens do programa de governo registrado pela prefeita de Itanhém, Zulma Pinheiro (PMDB), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na época das eleições é, no mínimo, curioso.

O programa abrange todas as áreas da municipalidade e, na educação, no total, foram registrados 21 itens. Em um deles a prefeita disse que faria investimentos na formação e na eleição de gestores escolares, se esquecendo de que a classe dos professores, através da APLB, já havia conquistado esse direito no mandato do ex-prefeito Milton Ferreira Guimarães, o Bentivi (PSB).

Além de constar em seu programa um direito que já havia sido conquistado, a prefeita ainda nomeou secretário da Educação o seu irmão Álvaro Pinheiro, que, paradoxalmente, é contra a eleição de diretores. Álvaro, inclusive, não teve nenhum receio de dizer, na reunião da Câmara de Vereadores do dia , que é contra a eleição de diretores nas escolas da rede municipal de ensino.

Na contramão do tempo, na ocasião, o secretário defendeu que os dirigentes escolares – como na época em que seu pai Manoel Batista, o Neco, era prefeito e ele o secretário da Educação – sejam indicados pelo poder Executivo.

“Se perguntarem, ‘Álvaro, você é a favor ou contra a eleição de professor para diretor?’ Já disse pra o pessoal da APLB, eu sou contra e mostrei minhas razões” disse, na época, argumentando que os diretores eleitos fazem política dentro da escola”.

O secretário está equivocado pois, na verdade, são os dirigentes escolares indicados pelo prefeito que deixam os interesses partidários sobrepor às necessidades e aos desejos da comunidade escolar e não os eleitos.

Quando o diretor é nomeado deixa de existir a participação efetiva dos educadores e demais funcionários da escola, que são obrigados a receber uma pessoa cuja trajetória se desconhece, tampouco os critérios que a conduziram à função.

Portanto, diretor de escola deve continuar sendo cargo de confiança sim, mas da comunidade escolar. Assim, estará garantida, pelo menos nas escolas, a possibilidade de participação do povo nas políticas educacionais.

Ainda na ocasião, o Água Preta News procurou o coordenador da APLB em Itanhém, para saber o que o sindicato achava da declaração do secretário.

O professor Marcos Antônio Pires dos Santos, disse que respeitava o pensamento do secretário, mas que a categoria não comunga da mesma ideia. O coordenador explicou que a eleição de diretores de escolas não tira do gestor a autonomia de nomeação e que a comunidade apenas participa no processo de escolha. E disse mais:

“A eleição de dirigentes escolares é uma das conquistas da nossa categoria em nosso município e todas as nossas reivindicações estão pautadas em bases legais: a constituição, art. 206, a LDB, a meta 19 do PNE e o próprio Plano de Cargos e Salários do Magistério Público Municipal”, destacou Marcos Antônio, completando. “A eleição vem garantir o processo de gestão democrática nas escolas, com a participação da comunidade escolar e é importante ressaltar que a eleição de diretores possibilita acabar com as práticas tradicionalistas de clientelismo”.

Marcos fez questão de destacar que a Bahia entre outros estados, já realiza esse processo democrático nas unidades escolares e que em Itanhém houve resistência. “Tivemos resistência política para sua implantação no município, mas vencemos com muita luta”, finalizou.

Destaque HOME

Vídeo: Prefeita de Itanhém faz chacota com o povo que não apoia a sua administração, durante início de asfalto

mm

Publicado

em

Em vídeo, a prefeita de Itanhém fez chacota com o povo que não apoia a sua administração. A ironia de Zulma Pinheiro (MDB) foi na manhã desta terça-feira (14), na praça Castro Alves, quando estava iniciando o asfaltamento de algumas ruas da cidade. Os recursos são do estado e a obra é orçada em pouco mais de R$ 599 mil.

Gesticulando, a prefeita usou uma expressão que já viralizou nas redes sociais e que, no geral, é utilizada para zombar das pessoas que votaram em Mildson Medeiros, que foi derrotado nas últimas eleições municipais.

“Se não aguentar, geme”, disse Zulma, apoiada por algumas pessoas que estavam a sua volta, em frente à prefeitura.

A prefeita já teve atitude semelhante durante a abertura oficial da festa de São João do ano passado, quando, durante seu discurso, chamou as pessoas que fazem oposição de ‘gatos pingados’. Na ocasião a chefe do Executivo foi muito criticada. Leia reportagem aqui.

Já no São João deste ano Zulma Pinheiro foi vaiada por parte da população presente. Veja aqui.

 

 

 

 

 

Continuar leitura...

Destaque HOME

Ronaldo Correia acompanha início de asfaltamento de ruas de Itanhém. Ele é um dos autores da indicação

mm

Publicado

em

O presidente da Câmara de Itanhém, Ronaldo Correia (PC do B) acompanhou, na manhã desta terça-feira (14), na praça Castro Alves, onde ficam a prefeitura e a Câmara de Vereadores, o início do asfaltamento de algumas ruas da cidade de Itanhém. Ele é um dos autores da indicação da obra, que está sendo construída com recursos do estado e está orçada em pouco mais de R$ 599 mil.

Para Ronaldo, o asfaltamento das ruas torna a cidade mais bonita e melhora a mobilidade urbana.

Como o município completa 60 anos de emancipação política nesta terça, Ronaldo Correia comemorou a chegada da pavimentação asfáltica e agradeceu ao governador Rui Costa, à prefeita e todos os demais que contribuíram para a realização desta obra.

A pavimentação vai ligar a BA-290 à Rua Emiliano Fernandes, passando pela Rua Augusto Reis, Praça Castro Alves, Praça da Liberdade, Rua Belo Horizonte, Praça Otávio Mangabeira e Avenida Maria Moreira Lisboa.

Ronaldo Correia acompanhou o início do asfaltamento.

Continuar leitura...

Destaque HOME

Advogado e educador, José Carlos Teixeira vai falar sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém

mm

Publicado

em

O advogado e educador José Carlos Teixeira Pinto vai proferir palestra sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém. A participação dele vai acontecer durante evento cívico em que 60 personalidades itanheenses serão homenageadas na data do 60º aniversário da cidade.

Continua depois da propaganda

O evento está marcado para as 19h desta terça-feira, 14 de agosto, na sede do Rotary Club de Itanhém. Desde já, estão convidados os 60 homenageados e o público em geral.

José Carlos Teixeira vai discorrer sobre acontecimentos e personagens que marcaram esses 60 anos da maturidade política de Itanhém. Antes de se emancipar de Alcobaça, a cidade se chamou Nossa Senhora de Itanhém e, inicialmente, Água Preta.

Zé Carlos – como ele é popularmente conhecido – é educador e advogado. Como educador, atuou no magistério por mais de 30 em Itanhém. Nesse ínterim, assumiu a direção do Colégio Polivalente de Itanhém, tornando-se uma referência para todos no tocante à educação. Mais tarde, viria a se graduar em direito.

O sucesso na educação o levou à política, de sorte que foi eleito vice-prefeito de Itanhém na chapa encabeçada pelo saudoso Gedeon Botelho, em 1982. José Carlos Teixeira também ocupou a Secretaria Municipal da Educação, quando criou as memoráveis gincanas culturais que, ainda hoje, são lembradas com saudade pelos itanheenses.

Ele é casado com a também educadora e ex-vereador Maria Ducarmo Bahia Teixeira e filho do saudoso ex-vereador Jair Quaresma Pinto.

“Eu fiz o convite pessoalmente a Zé Carlos para palestrar sobre os 60 anos da emancipação política de Itanhém. Para minha alegria, ele topou prontamente”, disse Almir Zarfeg, um dos promotores do evento que vai homenagear 60 personalidades itanheenses.

O evento é uma iniciativa da Academia Teixeirense de Letras (ATL) e do portal Água Preta News com o apoio total e decisivo do Café Ticiana.

Veja lista completa aqui.

Ouça aqui homenagem que ClauduArte Sá e Almir Zarfeg acabam de dedicar a Itanhém.

[Por Edelvânio Pinheiro. Foto: Divulgação]

Continuar leitura...
Anúncio Patrocinado

EM ALTA